Notícias

Entrevista: Análises apontam mudanças nos rumos do setor químico

Quimica e Derivados
20 de dezembro de 2013
    -(reset)+

    QD – Qual o papel do Brasil na sua visão para 2020?
    Dickson – O Brasil tem grandes oportunidades para aproveitar, mas precisa ir além dos produtos de origem biológica, nos quais tem grande vantagem comparativa. É preciso mudar o jeito como se lida com o problema dos transportes, com a geração de energia e todos os entraves que dificultam a atividade empresarial. Os Estados Unidos e a Europa já olham para isso há mais de dez anos. O Brasil deveria estar mais avançado.

    QD – Além da química orgânica, os negócios com os produtos inorgânicos têm bom futuro?
    Dickson – Não se veem mudanças em mineração, que é a principal fonte dos inorgânicos. Mas deveriam acontecer. Existem grandes demandas por fertilizantes, mas também há segmentos de alta tecnologia, como o de eletrônicos, que precisam de alguns minerais, como o lítio, sem os quais nenhum telefone celular ou tablet funcionaria hoje. Peru e Chile possuem uma boa atuação em nichos. Em todos esses casos, é fundamental ser eficiente e rentável, embora nem sempre seja fácil conseguir isso.

    QD – Aqui no Brasil, a DTTL é mais conhecida como empresa de auditoria. Como é o trabalho de consultoria no setor químico?
    Dickson – No Brasil, ao contrário do resto do mundo, a DTTL obtém a maior parte de seu faturamento na área de contabilidade e auditoria. No mundo, o setor de consultoria é maior e está crescendo rápido, mesmo nos Estados Unidos. Felizmente, a demanda por consultoria está evoluindo bem também no Brasil. Nosso trabalho é ajudar as companhias a entender os mercados, lidar com assuntos corporativos, avaliar fusões e aquisições, oferecer informações vitais e outras tarefas. Eu, pessoalmente, procuro me concentrar nas decisões estratégicas e de gestão, orientando também as decisões de investimentos.



    Recomendamos também:








    0 Comentários


    Seja o primeiro a comentar!


    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *