Cosméticos, Perfumaria e Higiene Pessoal

Encontro setorial recebe novidades recém-lançadas – FCE Cosmetique

Hamilton Almeida
19 de maio de 2018
    -(reset)+

    Química e Derivados, Encontro setorial revebe novidades revém-lançadas no mercado europeu - FCE Cosmetique
    As 23ªs edições das exposições internacionais de tecnologia para as indústrias cosméticas e farmacêuticas – FCE Cosmetique e Pharma – vão surpreender não só pela expectativa de realização de expressivos volumes de negócios e intercâmbios de conhecimentos, mas também porque aumentaram de tamanho.

    Agendadas para os dias 22 a 24 de maio, as duas feiras ocuparão 40 mil m2 do pavilhão de exposições do São Paulo Expo, na Zona Sul da capital paulista, para abrigar cerca de 1.100 marcas expositoras, um crescimento de 10% em relação ao ano passado, informa o diretor de portfólio da NürnbergMesse Brasil, Diego Carvalho. Em 2017, mil marcas expuseram os seus produtos para 15 mil pessoas. Este ano, o executivo espera um público visitante superior a 16 mil.

    A FCE Cosmetique é o primeiro evento do calendário brasileiro a receber os lançamentos de ingredientes e insumos apresentados há poucos meses na Europa. Reúne toda a cadeia de fornecedores: matérias-primas, maquinário, fragrâncias, embalagens, válvulas e sprays, acessórios e serviços.

    “Em 2017, reunimos 500 marcas expositoras em mais de 20 mil m2. Este ano, com maior número de expositores, os visitantes encontrarão maior variedade de soluções para a sua empresa e maiores serão as oportunidades de negócios”, afirma Carvalho. “Vamos receber grandes empresas de matérias-primas que não participaram das edições anteriores, como a Symrise e a DSM. Isso é muito bacana e ajuda no desenvolvimento da indústria cosmética brasileira”, completa.

    Química e Derivados, Carvalho: exposição terá mais marcas expostas que em 2017

    Carvalho: exposição terá mais marcas expostas que em 2017

    A parceria com a Suppliers’ Day, que começou no ano passado, foi renovada. A feira americana, que antecede a FCE Cosmetique, terá um estande para atender aos interessados em expandir os negócios para outros países. Carvalho acredita que a exposição receberá um número maior de grandes compradores e fornecedores no Hospitality Class. No ano passado, foram cerca de 200 pessoas.

    O mercado brasileiro de produtos de beleza projeta um crescimento nominal de 7,5% no faturamento em 2018, chegando a R$ 118,2 bilhões, impulsionado pela recuperação econômica. As categorias de perfumaria e cremes hidratantes devem continuar a ser destaque nas vendas.

    Segundo a Associação Brasileira da Indústria de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos (Abihpec), o crescimento real em 2017 ficou entre 1,5% e 2,5%. No acumulado do ano passado, até outubro, as categorias de desodorantes e sabonetes tiveram o pior resultado, considerando as vendas em valor ao consumidor, com quedas de 6,94% e 3,01%, respectivamente.

    O segmento de cosméticos masculinos abriu novos caminhos para a indústria da beleza e vem se transformando ao longo dos últimos anos. Em 2016, gerou, de acordo com a consultoria internacional Factor Kline, um faturamento de US$ 4,5 bilhões, com taxa de crescimento superior a 3% de 2011 a 2016. A Global Industry Analysts Inc., calcula que este ramo deverá duplicar o seu crescimento no planeta e valerá US$ 43,6 bilhões até 2020.

    Química e Derivados, Tânia: Desafio ABC ajudará novos cientistas brasileiros

    Tânia: Desafio ABC ajudará novos cientistas brasileiros

    Congresso – “Grandes expoentes da ciência cosmética nacional e internacional apresentarão as suas descobertas em palestras e debates. Vamos conhecer as tendências do Brasil e do mundo que irão impactar o perfil de consumo”. Esta é, para Tania Cristina de Sá Dias, a pauta do 31º Congresso Brasileiro de Cosmetologia, evento do qual ela é a coordenadora geral.

    Esse Congresso “é o único do setor no país que reúne os principais fomentadores de pesquisas no país: os players (fábricas de produto acabado e fornecedores de insumos e serviços) e a academia (instituições de pesquisa e universidades) em uma jornada de três dias de divulgação de trabalhos técnico-científicos, na forma de e-poster e apresentações orais, serão mais de 70”, agrega. O lema do evento é: “Desafios tecnológicos e o consumidor do futuro”.

    O pré-Congresso está reservado para o dia 21 de maio, sob a coordenação do presidente do conselho da Associação Brasileira de Cosmetologia (ABC), João Hansen. Ele presidirá a sessão de abertura, que será seguida de palestra de Rafael de Sá Marques, do Ministério do Meio Ambiente (MMA): “6 meses após a implantação do SisGen, o que sua empresa já deve estar fazendo para se adequar”. Também haverá um “Debate empresarial: MMA/ABC/Abifra (Associação Brasileira das Indústrias de Óleos Essenciais, Produtos Químicos Aromáticos, Fragrâncias, Aromas e Afins”, entre outras apresentações.


    Página 1 de 3123

    Recomendamos também:








    0 Comentários


    Seja o primeiro a comentar!


    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *