Meio Ambiente (água, ar e solo)

Sustentável – Objetivos do Desenvolvimento Sustentável da ONU – Encontro Nacional

Quimica e Derivados
30 de dezembro de 2017
    -(reset)+

    Química e Derivados, Coordenadora da comissão Diálogo com a Comunidade da Abiquim e assessora de Comunicação Corporativa da Unipar Carbocloro, Sylvia Tabarin Vieira

    Coordenadora da comissão Diálogo com a Comunidade da Abiquim e assessora de Comunicação Corporativa da Unipar Carbocloro, Sylvia Tabarin Vieira

    A coordenadora da comissão Diálogo com a Comunidade da Abiquim e assessora de Comunicação Corporativa da Unipar Carbocloro, Sylvia Tabarin Vieira, coordenou a dinâmica sobre os ODS realizada com os conselheiros, que foram divididos em sete grupos de discussão com o objetivo de apontar quais são os ODS que seu município/prefeitura atua mais e em quais atua menos. Em seguida eles debateram sobre três ODS que consideram poderem contribuir junto com a empresa para influenciá-los em sua comunidade.

    Os temas que os grupos mais citaram que podem contribuir foram o ODS 3 “Saúde e Bem-Estar” e o ODS 6 “Água Potável e Saneamento”. Os grupos apontaram que é possível trabalhar no desenvolvimento de programas que incentivem a prática de exercícios físicos, ensinem primeiros socorros e segurança no lar, incluindo o engajamento de crianças na prevenção de acidentes. Sobre o ODS 6 foi sugerida a formação de parcerias entre indústria e prefeituras para diminuir os impactos ambientais.

    Segundo Sylvia, o objetivo da dinâmica foi apresentar e envolver os conselheiros no planejamento das empresas em ações que estejam alinhadas com os ODS. “A Abiquim e algumas empresas do setor fazem parte do Pacto Global e trabalham os temas dos ODS”. Para a coordenadora da comissão Diálogo com a Comunidade os conselheiros captaram seus conceitos. “Os ODS são objetivos próximos à realidade das empresas e de todos nós como cidadãos”.

    Sylvia também destacou o crescimento da importância do Diálogo com a Comunidade na agenda do setor químico. “Além de já ter uma sala no Congresso de Atuação Responsável (promovido pela Abiquim a cada dois anos) o tema será apresentado aos parlamentares da Frente Parlamentar da Química. Outro trabalho na pauta da comissão é referente à capacitação dos conselheiros”.

    Após participar da dinâmica, o conselheiro do Cofip-ABC Guilherme Ferreira de Souza e presidente da ong Azo, contou: “Foi apresentada uma política desenvolvida por um organismo internacional, a ONU, e achei fantástica a ideia de trabalhar e disseminar essa política nas comunidades. Como presidente de uma ong já visitei as indústrias do polo e pude ver como a indústria atua para produzir de forma responsável”.

    Autoridades e executivos do setor destacam a integração com a comunidade

    Química e Derivados, Deputado-federal e membro da Comissão Executiva da Frente Parlamentar da Química, Eduardo Cury (PSDB/SP)

    Deputado-federal e membro da Comissão Executiva da Frente Parlamentar da Química, Eduardo Cury (PSDB/SP)

    Os participantes do Encontro foram recebidos pelo gerente da unidade Monsanto, em São José dos Campos, Daniel Aguzin; pelo diretor de Supply Chain da América do Sul da Monsanto, Rogerio Andrade; e pelo presidente-executivo da Abiquim, Fernando Figueiredo. Esta edição também foi prestigiada pelo prefeito de São José dos Campos, Felício Ramuth; e pelo deputado-federal e membro da Comissão Executiva da Frente Parlamentar da Química, Eduardo Cury (PSDB/SP).

    O presidente-executivo da Abiquim, Fernando Figueiredo, destacou a importância da relação transparente entre indústria química e a comunidade, sendo que esta edição marcou o lançamento do Manual de Apoio à Implantação dos Conselhos Comunitários Consultivos. “Queremos estimular todas as empresas a terem seus CCCs”.

    O diretor de Supply Chain da América do Sul da Monsanto, Rogerio Andrade, contou que atualmente a Monsanto é uma empresa 100% voltada ao segmento do agronegócio. “A disponibilidade de áreas para poder aumentar a produção agrícola é menor do que era há décadas, então o aumento da produção depende do desenvolvimento da tecnologia em equipamentos, maquinários, sementes e fertilizantes para se obter maior produtividade, com redução no uso de recursos naturais. Um dos caminhos está sendo pavimentado pela agricultura digital. O uso de big data no campo vem permitindo que produtores possam ser ainda mais eficientes ”.

    Química e Derivados, Diretor de Supply Chain da América do Sul da Monsanto, Rogerio Andrade

    Diretor de Supply Chain da América do Sul da Monsanto, Rogerio Andrade

    O gerente da unidade Monsanto em São José dos Campos, Daniel Aguzin, contou que a empresa tem como política promover a inclusão e a diversidade entre seus colaboradores. “No site de São José 13% das pessoas têm alguma deficiência, as mulheres representam 36% da liderança”. Aguzin contou sobre a mudança no público-alvo da comunicação da empresa. “Antes nossa comunicação era voltada ao cliente e há cinco anos ampliamos o público por entendermos que a sociedade demanda cada vez mais informação e interação. Temos agido dentro da comunidade e hoje nossos pilares de sustentabilidade são: pessoas, planeta e empresa”. Sobre o trabalho desenvolvido pela empresa junto à comunidade, o executivo explicou que a empresa tem atuado para ajudar o desenvolvimento da comunidade. “Temos o programa Força do Bem de Voluntariado e investimentos sociais em cinco programas de desenvolvimento da sociedade, feitos na cidade e no Brasil”.

    Esse posicionamento foi destacado pela conselheira do CCC da Monsanto e administradora da creche Obra Social Assistencial Nossa Senhora Auxiliadora, Marli Luvizotto. “A empresa é presente junto à comunidade e sempre tivemos uma parceria muito grande. Ela apoia a área verde da creche fazendo sua manutenção desde 2005, além de realizar outras iniciativas como o transporte para levar crianças a parques e visitas a museus”.



    Recomendamos também:








    0 Comentários


    Seja o primeiro a comentar!


    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *