Indústria Química

Melbar expande fábrica de lignossulfonatos e barra importações

Fernando C. de Castro
11 de maio de 2002
    -(reset)+

    Usos – Devido às propriedades dispersantes, aglomerante e espumante, a lignina sulfonada entra na composição das argilas leves e expandidos para a construção civil. Na fabricação de placas de gesso, sua ação dispersante permite substancial redução de 10% a 20% na quantidade de água para atingir a consistência ideal da pasta. Quanto menor a incidência de umidade nas placas, menores são os custos de secagem. Os lignossulfonatos têm aplicação na formulação de cimento colante, argamassa e rejunte, ou efeito coagulante, aumento da resistência à tração, flexão e arrancamento. Servem ainda como agentes de dispersão e fixação de tintas utilizadas em empresas de fundição, funcionando também como dispersantes no tratamento de águas em circuitos fechados de refrigeração.

    Os aniônicos da linha Vixil III funcionam como emulsão asfáltica, podendo ser empregados com emulsificantes primários, tais como sabões alcalinos à base de resinas e gordura.

    Como aditivos de concreto, os lignossulfonatos são empregados como plastificantes e redutores de água, proporcionando aumento de resistência, redução do aparecimento de trincas e porosidade. Outra função é no aumento da resistência mecânica de tijolos refratários, contribuindo para o aumento da resistência mecânica, melhorando a uniformidade das peças, o que reduz as perdas provenientes do manuseio e conferindo a esses materiais aparência de termoplásticos.

    Adicionados a agroquímicos, os lignossulfonatos geram dispersões estáveis a qualquer tipo de inseticida, herbicida, fungicida, incluído na fórmula como pó molhável ou concentrado flowable. Certos tipos de lignossulfonatos podem ser incorporados na composição de fertilizantes destinados a conduzir nutrientes suplementares às plantas pela adubação foliar. Na agricultura, podem servir ainda como estabilizantes do solo, em aterros, barragens ou em terrenos atacados por erosão.

    Na indústria têxtil, proporcionam partículas mais finas, resultando em melhor nível de igualização e economia no uso dos corantes. Na indústria de couro, servem de auxiliar de curtimento junto com os taninos vegetais, sintéticos e os sais de cromo. Podem ser aplicados ainda na indústria de baterias ácidas, como espuma para extintores de incêndio, agentes para flotação de minérios, suspensão para negro-de-fumo e produtos para limpeza industrial pesada, devido ao alto poder dispersante.

    No processo de ampliação da Melbar, uma nova aplicação foi desenvolvida para os lignossulfonatos. Ricos em nutrientes, estão sendo empregados como ração animal para gado bovino e eqüino, aves e na piscicultura. Na opinião do gerente geral, César Chehab, o novo produto poderá se constituir no carro chefe da produção da empresa. “Nosso objetivo é atingir os mercados mundiais, o que poderá tornar a versão ração animal o carro-chefe da Melbar”, prevê o gerente Altair Bezerra da Silva.



    Recomendamos também:








    0 Comentários


    Seja o primeiro a comentar!


    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *