Comércio e Distribuição de Produtos Químicos e Especialidades

Ebrats 2009 – Encontro vira oportunidade para o setor superar retração

Domingos Zaparolli
15 de abril de 2009
    -(reset)+

    Nas perspectivas de aplicações práticas, afirma Dewald, tanto o cromo microfissurado como o cromo trivalente apresentam mudanças para o aplicador em relação à reconfiguração do equipamento existente e ciclo do processo para acomodar as necessidades químicas. Eles também normalmente necessitam de maior controle das faixas de operação para conseguir uma qualidade de depósito consistente e performance contra a corrosão. Outra consideração potencial, levantada pelo palestrante, é o uso de pós-tratamento aplicado diretamente sobre sistemas níquel microporoso convencional e cromo. Conceitualmente, afirma Dewald, esses materiais deveriam ser aplicados como parte do sistema de enxágue e poderiam usar os equipamentos e configurações tradicionais de ciclos. “O atrativo deste foco é óbvio e os resultados técnicos preliminares são encorajadores”, observa Dewald.

    Por fim, Nabil Zaki, da SurTec, apresentará a palestra: “Avanços no pré-tratamento de metais”, abordando as tecnologias de conversão baseadas em cromo hexavalente e revestimentos de fosfato. Em sua apresentação, Zaki lembrará o fato de o cromo hexavalente ser conhecido como uma substância muito perigosa, em virtude das suas propriedades cancerígenas; e as diretrizes da União Europeia e regulamentos locais proíbem agora a sua presença nos revestimentos. Já os pré-tratamentos de fosfato tradicionais, baseados em sais metálicos, incluindo Fe, Zn, Ni e Mn, são conhecidos por produzir grandes quantidades de lama como resíduo do processo das soluções, necessitando de frequentes interrupções de produção, agravando o tratamento de resíduos de lodo. Os fosfatos são também considerados poluentes da água por várias agências reguladoras. Zaki apresentará as alternativas que estão disponíveis para o cromo hexavalente e o fosfato, que incluem a substituição por processos de pré-tratamento não perigosos feitos à base de cromo trivalente, bem como sistemas sem cromo, livre de fosfatos e metais poluentes. Zaki fará uma descrição dessas tecnologias e as propriedades de seus respectivos revestimentos serão discutidas no âmbito da aplicação nos diversos segmentos industriais, como automobilístico, aeroespacial, eletrodomésticos, eletrônica e a indústria da construção.



    Recomendamos também:








    0 Comentários


    Seja o primeiro a comentar!


    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *