Química

Drones atacam Aramco e atingem petroquímica global

Quimica e Derivados
19 de setembro de 2019
    -(reset)+

    embora apenas 10% da oferta mundial seja produzida no Oriente Médio, a região gera 43% das exportações mundiais”, completou.

    Investimentos – Em última análise, o aumento da turbulência no Oriente Médio e a evidente ameaça contra os grandes sites de petróleo e petroquímica podem levar à redução de investimentos na região. “Olhando além, o impacto de longo prazo vai encorajar a transferência de mais investimentos do Oriente Médio no setor químico para a América do Norte, o único porto seguro – do ponto de vista geopolítico, econômico e militar – de todo o mundo”, finalizou Lippe, da Petral.

    *Joseph Chang, editor global da Icis Chemical Business, com informações adicionais obtidas por Will Beacham, Pearl Bantillo e Al Greenwood.



    Recomendamos também:








    0 Comentários


    Seja o primeiro a comentar!


    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *