Dolomita

Dolomita: Veja suas principais características, conceito e a sua grande importância para a indústria

A Dolomita é um carbonato muito comum que, em grau de importância, vem atrás apenas da calcita, inclusive perde para este minério em relação a aplicação industrial, visto que a sua utilização é menos ampla do que daquele.

Em que consiste a dolomita?

Trata-se de um mineral branco, anidro, composto por carbonato de cálcio e de magnésio, encontrado em abundância na natureza sob a forma de rochas sedimentares dolomíticas.

Ao ser extraído das rochas calcárias, segue para um processo de purificação, onde serão retirados possíveis contaminantes.

    Orçamento Rápido

    GuiaQD.com.br

    Informe os produtos que deseja receber cotação.

     

    O carbonato de cálcio, por sua vez, é um composto inorgânico, também muito comum na natureza, e que pode ser encontrado no calcário, no mármore, argonita, calcita, calcário, mármore, gesso cré, casca do ovo, conchas, recifes dos corais, nas carapaças de seres marinhos. O carbonato de cálcio natural é compacto, duro e pesado, e consiste na calcita, aragonita ou calcário. Já o carbonato de cálcio precipitado é leve e sedoso.

    Fórmula da dolomita

    A formula da dolomita é CaMg(CO3)2, enquanto a fórmula química do carbonato de cálcio é CaCO3 e do carbonato de magnésio é MgCO3.

    Detalhes

    • Sólido (Pó fino);
    • Inodoro;
    • Cor branca. Mas é preciso dizer que pode apresentar-se, algumas vezes, como incolor, amarelada ou rosa;
    • Pertence ao grupo dos carbonatos, constituída por carbonato de cálcio e de magnésio;
    • Reage com ácido clorídrico;
    • Insolúvel;
    • Apresenta baixa absorção à óleo;
    • Incompatível com: ácidos e sais de amônio.

    O carbonato de cálcio também apresenta as seguintes propriedades: sólido branco (pó); inodoro; insípido e insolúvel em água.

    Onde a dolomita é usada?

    A dolomita é utilizada por uma série de setores, inclusive como matéria-prima para a fabricação de diversos produtos, dentre eles tintas, plásticos, borrachas, colas, materiais de fricção e muito mais. Veja onde ela é mais aplicada:

    • Tintas e texturas: a utilização da dolomita trouxe grandes benefícios ao setor de tintas, veja alguns: ela serve para melhorar a resistência; oferece melhor condições quanto à abrasão do filme; proporciona ganho em desempenho de diferentes tipos de tintas; apresenta amplo uso como base para a produção de massa corrida; é muito utilizada para a produção de tintas imobiliárias, tintas de demarcação, texturas, entre outas.
    • Plásticos: serve como carga de reforço nas resinas termoplásticas, capaz de melhorar as propriedades mecânicas, o que resulta em maior resistência. Nos masterbatches, é utilizada para favorecer a dispersão dos pigmentos, principalmente os orgânicos. Outra aplicação da dolomita se dá na produção de compostos plásticos.
    • Vidros
    • Borrachas: A dolomita também possui grande utilização no setor de borrachas, visto que a baixa absorção de plastificantes, favorece a adição de carga ao composto. Também vale dizer que atua como como coadjuvante ou enchimento, aumentando a qualidade do composto e do produto.
    • Fiberglass
    • Colas, adesivos e selantes
    • Cal
    • Cerâmica
    • Elétrica
    • Papel
    • Agronegócio: é utilizada cada vez mais em combinação com outros aditivos minerais para a correção do solo. Serve para melhorar o pH do solo; reduzir a acidez; fornecer elementos essenciais para a fertilidade do solo, como cálcio e magnésio; reduzir os prejuízos causados pelo alumínio e manganês ao solo; entre outros benefícios.
    • Artesanato
    • Suplemento alimentar
    • Cosmético
    • Materiais refratários.
    • Fonte de óxido de magnésio
    • Medicamentos: a dolomita possui ação calmante, anti-inflamatória, cicatrizante, antisséptica, clareadora e tonificante. Também pode contribuir para absorção de cálcio e magnésio.

    Quanto ao carbonato de cálcio, podemos lembrar que ele é aplicado na indústria do plástico, borracha, tintas, papel, plástico, vidros, cosméticos, domissanitários, cimento, farmacêutica e muito mais. O carbonato de magnésio também tem ampla aplicação na farmacêutica; tintas, papel; plástico e borracha, além da indústria química; alimentícia, textil, entre outros.

    Leia Mais
    Filtração: Evolução dos auxiliares busca aumentar qualidade e eficiência do processo
    Silos Sistemas Completos Agregam Funções de Armazenam, Dosagem e Homogeneização
    Cargas Minerais – Aditivos evoluem e ampliam funções nas tintas para além do simples enchimento
    Dióxido de Titânio
    Carbonato de cálcio

    Curiosidade

    A denominação dolomita consiste em uma homenagem ao minerologista francês Déodat de Dolomieu (1750-1801) que foi o primeiro a identificá-la como um mineral diferente da calcita, em 1791. O nome foi dado por Nicolas-Théodore de Saussure em 1792.

    Onde encontrar fornecedores de dolomita?

    Acesse agora o Guia QD e veja principais fornecedores de dolamita no Brasil

    * Dolomita
    Carbonato de Cálcio
    Carbonato de magnésio
    Carbonato de magnésio alimentício/ farmacêutico

      Orçamento Rápido

      GuiaQD.com.br

      Informe os produtos que deseja receber cotação.

       

      Deixe um comentário

      O seu endereço de e-mail não será publicado.