QUÍMICA.com.br – O Portal da revista Química e Derivados


Equipamentos e Máquinas Industriais

Desmineralização de água: Cliente mais maduro gera demanda por produtos e serviços especializados

Marcelo Furtado
24 de setembro de 2003
    -(reset)+

    Segundo Polonio, o pré-tratamento físico remove bactérias, ferro e manganês, além de bactérias, sólidos em suspensão e turbidez, reduzindo também a cor. O problema do fouling biológico na osmose, conforme diz, fica minimizado com essas propriedades. Há também diminuição na quantidade de produto químico para pré-tratamento, mas não a total eliminação, visto que ainda é necessário o uso de coagulantes para a remoção de orgânicos na hora da captação. Outro aspecto levado em conta é a redução de membranas de osmose reversa na unidade. “A água melhora e permite um fluxo maior, caindo em até 40% a necessidade de membranas de osmose”, diz.

    A concepção de pré-tratamento com microfiltração e ultrafiltração na verdade não é nova. Outras empresas, como Zenon e Memcore, apesar de terem participação irrisória no mercado nacional já ofertam tecnologias desse tipo. A primeira, aliás, possui sistema parecido com o da Hydranautics, em formato de cassete. Por outro lado, há também grandes clientes, como Petrobrás, que incentivam sistemas de desmi com primeira etapa de micro ou ultrafiltração. A estatal do petróleo convencionou suas licitações de unidades em refinaria com esse tipo de pré-tratamento. Tanto é assim que uma das primeiras etapas do lançamento da tecnologia da Hydranautics no Brasil é se qualificar para entrar no vendor-list da Petrobrás.

    Pré-tratamento

    Formuladores querem tornar a venda ainda mais técnica

    Química e Derivados: Desmineralização: Ramires - modelagem facilita atendimento.

    Ramires – modelagem facilita atendimento.

    O mercado de pré-tratamento para operações de membrana de osmose reversa é um exemplo direto das melhorias técnicas da desmineralização de água. Voltados para criar soluções químicas que permitam um melhor desempenho das membranas e aumentem sua vida útil, os fornecedores têm notado receptividade crescente dos clientes, dando provas da nova atenção com os cuidados operacionais. Por ser um fornecimento de cunho muito técnico e específico, uma tendência também notada nesse mercado é a migração para a oferta de serviços. Isso porque manter o padrão da água ideal para não danificar ou perder a eficiência da osmose está longe de ser uma simples venda de commodities.

    “O mercado estava muito carente de serviço e nós tínhamos o know-how mas não oferecíamos, quando descobrimos a necessidade foi fácil conjugar os interesses”, explica João Teodoro Frutuoso, responsável pelo marketing da Ondeo Nalco para a América Latina, empresa que possui divisão específica de pré-tratamento, oriunda da adquirida PermaCare. A adoção da nova estratégia é recente na Ondeo Nalco, empresa do grupo francês Suez em setembro vendida por US$ 4,2 bilhões para um consórcio de investidores. “Podemos oferecer uma auditoria que avalia desde o sistema de clarificação até a saída da água da osmose ou do leito misto de resina”, disse Frutuoso.

    A idéia central é fechar o cerco ao cliente, acompanhando-o desde a concepção do projeto da desmi e criando um pré-tratamento sob medida. Nesse caso, trata-se de tarefa inerente à forma como o grupo Ondeo atua, fornecendo pacotes completos de tratamento de água. Aí há a possibilidade de se operar em conjunto com a empresa de projetos Ondeo Degrémont (até então empresa-irmã, mas que depois da concretização da venda da Nalco deve voltar a ser independente) ou então, quando as unidades são menores, com a EP Engenharia, de Guarulhos-SP.

    Química e Derivados: Desmineralização: Gonçalves - tratamento de água é one-to-one.

    Gonçalves – tratamento de água é one-to-one.

    Mas quando não há a possibilidade de participar do projeto desde o início, o procedimento é fazer uma análise da unidade em operação para propor mudanças e identificar eventuais falhas. Isso pode incluir envio da membrana para autópsia nos Estados Unidos (o que é evitado para não aumentar o custo do levantamento) e, quando o caso for avaliar as resinas de troca iônica (a Ondeo Nalco é distribuidora da Dow para fornecimentos abaixo de 700 litros), recolhem-se amostras das resinas para análise em laboratório.

    A linha de produtos químicos da PermaCare são os tradicionais antiincrustantes, biocidas e coagulantes. A novidade é a inclusão da tecnologia Trasar, de traçantes fluorescentes dosados com os antiincrustantes para permitir o seu controle, a ser lançado até o fim do ano no Brasil. “O Trasar vai tornar possível a leitura da dosagem dos produtos, permitindo economia e eficiência à unidade”, lembra Frutuoso. Além do traçante, a tecnologia incluirá ainda um equipamento automatizado para realizar a leitura.

    A migração para a área de serviços também se confirma com a breve experiência da Dermet Agekem, com escritório em São Paulo, no mercado de desmineralização. Distribuidora com capital 80% mexicano (Dermet) e 20% de investidores nacionais (ver QD-417, pág. 92), a empresa, como representante exclusiva da americana Biolab, procura fornecer as linhas de produtos químicos para osmose reversa desta empresa com o aspecto serviço agregado. Segundo explica o gerente de negócios da Dermet Agekem, Mauro Ramires, a estratégia conta com a aplicação de um software chamado Flowdose, que orienta o cliente na dosagem e na escolha do tipo de produto necessário para controlar a água de entrada da osmose reversa.



    Recomendamos também:








    0 Comentários


    Seja o primeiro a comentar!


    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *