CPVC Corzan® tem resistência testada e aprovada contra mais de 500 compostos químicos

Além de suas vantagens gerais, o material se comporta com eficiência e qualidade para diversos químicos da indústria

CPVC Corzan

Nas mais diversas indústrias, a economia é um fator essencial para a sobrevivência do negócio, logo, as empresas buscam por alternativas para se manter operando com a maior eficiência ao menor custo. Para o mercado de celulose e papel isso inclui materiais de tubulação, bem como métodos para reduzir custos e, ao mesmo tempo, atender aos requisitos de processamento.

Diante disso, a Lubrizol – a primeira empresa a transformar o CPVC em material útil para tubos e conexões – oferece uma solução diferenciada para ajudar a indústria a alcançar suas metas de economia sem deixar de lado a qualidade, por meio de sua linha CPVC Corzan®.

CPVC

O cloreto de polivinila clorado (CPVC) é um termoplástico de custo relativamente baixo, que possui alta temperatura de transição vítrea e distorção térmica. Além disso, possui excelentes propriedades mecânicas e não propaga chama e fumanaça. O CPVC Corzan® é capaz de resistir à exposição prolongada ao calor e pressões elevadas enquanto oferece resistência superior à corrosão quando comparada a tubulações de metal.

Algumas das vantagens do uso deste material incluem:

  • Resistência à corrosão– A maior e mais importante vantagem que um sistema de tubulação de CPVC oferece em relação ao metal;
  • Escamação– É outra ameaça para a tubulação industrial, pois pode comprometer significativamente as taxas de fluxo;
  • Custos de instalação mais baixos – Por não haver a necessidade de utilização de maçaricos ou equipamentos pesados, a instalação é mais rápida e pode ser feita com poucas pessoas;
  • Segurança – O CVPC é mais seguro do que outras alternativas de metal porque não propaga fogo e mantém suas propriedades físicas básicas após exposição prolongada à luz solar, vento, chuva e umidade.

Pioneira em tecnologia CPVC, a Lubrizol fabrica e desenvolve o composto há quase 60 anos, sendo hoje utilizado para aplicações industriais em muitos setores, incluindo processos químicos, processamento de cloro alcalino ou soda, mineração, geração de energia, semicondutores e tratamento de águas residuais.

As características inerentes do CPVC Corzan® o tornam resistente a maioria dos ácidos, bases e sais. Como parte de seu rigoroso processo de qualidade, o material foi testado contra mais de 500 compostos químicos diferentes.

Diante disso, conheça os 10 compostos químicos mais utilizados na indústria, e o comportamento do CPVC Corzan® em contato com eles:

H2O | Água

Ao contrário da maioria das tubulações metálicas, o CPVC Corzan® não sofre corrosão ao transportar água em uma variedade de aplicações. Além disso, possui mínima ou nenhuma reação e/ou perda de resistência à tração, além de baixo ou nenhum potencial de fissuração por estresse ambiental (ESC).

NaClO | Hipoclorito de Sódio (Água Sanitária)

O CPVC Corzan® foi testado e é recomendado para uso em alvejante industrial, até uma concentração de 16%, em temperatura limite de 82°C (180°F).

H2SO4 | Ácido Sulfúrico

O CPVC Corzan® pode ser usado para o transporte de ácido sulfúrico em uma concentração de até 84%, em um processo em que as temperaturas alcancem um máximo de 82,2°C (180°F), ou com concentração de 98% com temperatura de até 52,7°C (127°F).

 HCL | Ácido Clorídrico

O CPVC Corzan® foi testado e é recomendado para uso com ácido clorídrico com concentração de até 85%, em temperatura limite de 82,2°C (180°F). O material oferece excelente resistência ao ácido clorídrico em aplicações industriais como regeneração por troca iônica, processamento de aditivos como frutose e ácido cítrico para uso na indústria alimentícia e produção de ácido férrico para tratamento de água.

NaOH | Soda Cáustica

O CPVC Corzan® foi testado e é recomendado para uso com soda cáustica, até uma concentração de 50% em temperatura limite de 82°C (180°F). Ao longo dos anos, ele tem sido o material escolhido como barreira química para o transporte de produtos químicos quentes e cáusticos em indústrias como processamento de celulose e papel e tratamento de águas residuais.

NaCl | Cloreto de Sódio

A salmoura é uma solução de alta concentração de sal (NaCl) em água (H2O). Em diversos contextos, salmoura pode referir-se às soluções salinas que variam de cerca de 3,5% (uma concentração típica de água do mar) até cerca de 26% (uma solução saturada típica). A resistência à temperatura e pressão do CPVC Corzan® o torna uma alternativa mais confiável do que uma tubulação metálica ou mesmo outros tipos de plástico.

H3­PO4 | Ácido Fosfórico

O CPVC Corzan® foi testado e é recomendado para uso com ácido fosfórico até uma concentração de 85%, em sistemas que operem em qualquer temperatura de até 82,2°C (180°F). Diferentemente do material, outras alternativas, como o aço inoxidável, além de muitas vezes serem mais caras, dependem de diversos fatores para que possam ter seu desempenho aprovado.

 ClO2 | Dióxido de Cloro

Os átomos extras de cloro presentes no CPVC Corzan® permitem que ele resista aos efeitos degradantes do dióxido de cloro de forma mais confiável do que outros plásticos e metais. O CPVC Corzan® é uma escolha confiável de tubulação para transporte de dióxido de cloro em instalações de tratamento de água e igualmente útil na indústria de celulose e papel para fins de branqueamento.

HNO­ | Ácido Nítrico

O CPVC Corzan® foi testado e é recomendado para uso com ácido nítrico com concentração de 18% em sistemas que operem até 82,2°C (180°F), ou com concentração de até 70% com temperatura limite de 40°C (100°F).

H2O2 | Peróxido de Hidrogênio

O CPVC Corzan® transporta de forma confiável o peróxido de hidrogênio com concentrações de até 50% em temperaturas de até 48,8°C (120°F). Como termoplástico, o material é quimicamente inerte à maioria dos ácidos minerais, bases, sais e hidrocarbonetos alifáticos, proporcionando mais resistência a produtos químicos corrosivos, além de não ser condutor e imune à corrosão galvânica.

O excelente equilíbrio de qualidades do CPVC Corzan®, como sua excelente capacidade hidráulica, boa resistência à abrasão e baixa condutividade térmica, se reflete em uma vida útil maior ao sistema e subsequente economia de custos.

Por ser mais leve e fácil de instalar, as economias podem ser documentadas do início ao fim: menores custos de tubulação, menores custos de instalação e menores custos de retro encaixe e manutenção geral.

Essa combinação de recursos torna a tubulação industrial de CPVC um material preferido para muitas aplicações de serviços de tubulação dentro do processo de celulose e papel.

A Corzan® é empresa destaque no GuiaQD.com.br, consulte!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.