Couro e Curtumes

Couro: Fimec lança novos insumos para curtumes

Fernando C. de Castro
26 de junho de 2003
    -(reset)+

    De acordo com Kunst, nem a queda da cotação do dólar frente o real deve ameaçar a meta de crescimento divulgada pela entidade, de 15% a 20% nas exportações em 2003. No ano passado, as 1,3 mil indústrias do segmento no País embarcaram o equivalente a US$ 507 milhões. Neste ano, o objetivo é atingir US$ 600 milhões. Os asiáticos são alguns dos alvos preferenciais dessa expansão. Muito dependente da indústria calçadista local no passado, o segmento de componentes ganha espaço próprio no mercado internacional e na Fimec. “Prevemos crescer este ano 25%. Só não estimo percentuais mais altos porque o dólar está se desvalorizando muito no país e ainda não sabemos como a indústria calçadista irá absorver esse impacto”, frisou Antoalci Pedro, diretor da Peter Chemical, empresa de produtos químicos e tintas especiais para couros e calçados, de Novo Hamburgo.



    Recomendamos também:








    0 Comentários


    Seja o primeiro a comentar!


    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *