Cosméticos, Perfumaria e Higiene Pessoal

Cosméticos: Perspectivas 2009 – Vendas dos produtos de beleza e higiene pessoal espantam a ideia de crise

Rose de Moraes
16 de janeiro de 2009
    -(reset)+

    No grupo de produtos direcionados aos cuidados com os cabelos, a categoria pós-xampus foi responsável pelo maior percentual de crescimento no mundo todo (9%). Em produtos voltados aos cuidados com a pele, a pesquisa apurou que 30% dos gastos dos consumidores se direcionam a essa categoria.

    Ainda de acordo com a pesquisa, alguns produtos como clareadores para a pele encontraram rápida difusão nos Emirados Árabes, Tailândia e Marrocos, com percentuais de crescimento de 37%, 20% e 19%, respectivamente, nos períodos estudados.

    Apesar do crescimento acentuado de produtos de cuidados pessoais em mercados emergentes como Leste Europeu, Oriente Médio e África (11%), América Latina (9%) e Ásia e região do Pacífico (7%), revelados pelos percentuais de participação sobre as vendas globais, todas as análises devem levar em conta o fato de que 70% do consumo de produtos de cuidados pessoais estão alocados na Europa e na América do Norte, que participam com 38% e 27%, respectivamente, do total alcançado no mundo com as vendas desses produtos.

    Na América Latina, no período analisado pela pesquisa, os produtos que apresentaram as maiores taxas de crescimento foram: autobronzeadores (59%), produtos antiacne (32%), lenços umedecidos para adultos (28%), géis higienizadores (26%), sabonetes em creme, em gel e líquidos (25%), lenços umedecidos para bebês (24%), antissépticos bucais (22%), perfumes/colônias (22%), fraldas para incontinência (18%) e depilatórios (18%), indicando comportamentos e tendências de consumo.

    Crescendo com a crise – A recessão econômica mundial deflagrada pela crise financeira norte-americana ainda não se refletiu sobre o consumo de cosméticos no Brasil, pelo menos por enquanto. A receita da gigante Avon no mercado brasileiro, segunda maior operação da companhia no mundo, cresceu mais de 30% no terceiro trimestre de 2008 em comparação com o mesmo período de 2007, revelando o vigor das vendas diretas. A receita global da companhia aumentou 13% no terceiro trimestre de 2008 em relação ao mesmo período de 2007.

    Assim, a Avon busca transformar crises em oportunidades. Isso ocorreu em 1929, com a quebra da bolsa nos Estados Unidos e, anos depois, em 1945, durante a 2ª. Guerra Mundial. Em todos os períodos de desvalorização cambial, as operações da empresa não registraram descontinuidade de crescimento, principalmente por causa do modelo de vendas adotado no mundo.

    Química e Derivados, Luiz Soares, gerente de projetos e inovação da Avon Brasil, Cosméticos

    Luiz Soares: crescimento justifica erguer centro de distribuição

    “Somos uma empresa que democratiza a beleza, pois oferecemos cosméticos de altíssima tecnologia a preços competitivos, mas também temos um papel social muito grande, pois oferecemos oportunidades de ganho às pessoas”, afirmou Luiz Soares, gerente de projetos e inovação da Avon Brasil. Em 2009, de acordo com o executivo, a expectativa é de manter em alta os níveis de crescimento de 2008 e levar a cabo os planos de construção do novo centro de distribuição, maior e mais moderno, em Cabreúva-SP, cujas obras começarão em 2009 e devem terminar em 2010. O novo centro foi projetado para atender à crescente demanda do mercado brasileiro. Com investimentos de US$ 150 milhões, deverá ocupar 70 mil m² da área total de 267 mil m², que permitirá futuras expansões.

    Embora o centro de pesquisa e desenvolvimento da Avon fique próximo da sede da empresa em Nova York, nos Estados Unidos, o Brasil desenvolve as fragrâncias comercializadas na região e as diferentes tonalidades de batons e sombras mais ao gosto da mulher brasileira, além de aperfeiçoar fórmulas de xampus e desodorantes mais adequados ao perfil de consumo nacional.

    Fundada há 122 anos e há 50 atuando no Brasil, a Avon se destaca pelo pioneirismo em várias áreas cosméticas. Foi a primeira empresa a fazer uso de alfa-hidroxiácidos em cosméticos e também pioneira no desenvolvimento de linhas anti-idade com o lançamento de Renew, além de ter estabilizado pela primeira vez no mundo a vitamina A, utilizada em fórmulas de tratamento para rejuvenescer.

    O Boticário também divulgou, antes mesmo de totalizar as vendas do último trimestre de 2008, balanço que aponta crescimento de 18% no faturamento em relação a 2007. Em 2008, os investimentos no valor de R$ 104 milhões foram 35% maiores do que os totais investidos no ano anterior. Foram inauguradas, em 2008, 175 novas lojas no Brasil dentro do modelo de franquia, totalizando 2.640 lojas, que formam a maior rede de franquias de perfumes e cosméticos do mundo.

    Química e Derivados, Artur Grynbaum, presidente do Boticário, Cosméticos

    Artur Grynbaum entra otimista em 2009, mas monitora mercados

    “Mesmo com a crise mundial, a empresa se mantém sólida e temos muitos motivos para celebrar 2008 e seguir confiantes para 2009”, comentou Artur Grynbaum, presidente do Boticário há apenas um ano. A confiança nos bons resultados de 2009 é, porém, acompanhada de constantes avaliações do mercado. “Estamos atentos, monitorando de perto as movimentações e nos preparando para o próximo ano, prevendo algumas variações”, considerou. Presente em quinze países, que reúnem 73 lojas e mais de mil pontos-de-venda no exterior, a empresa também projeta novas oportunidades no mercado externo.

    Os resultados colhidos pela Natura no terceiro trimestre de 2008 refletiram os primeiros efeitos de plano de ação adotado pela companhia, o qual contempla investimentos de R$ 400 milhões em marketing e no modelo comercial a ser aplicado entre 2008 e 2010 para acelerar as vendas. A receita líquida alcançada no mercado brasileiro no terceiro trimestre de 2008 foi de R$ 868,4 milhões, 21,4% maior que a do mesmo período de 2007.



    Recomendamos também:








    0 Comentários


    Seja o primeiro a comentar!


    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *