Cosméticos, Perfumaria e Higiene Pessoal

Cosméticos – Ativos funcionais ajudam maquiagens a proporcionar mais beleza e saúde

Rose de Moraes
18 de outubro de 2008
    -(reset)+

    Um dos ativos dessa linha (Collaxyl) oferece um peptídeo de colágeno sintético com amplas propriedades: anti-rugas, firmadora e regeneradora da pele, alta estabilidade, e capaz de promover a síntese da matriz extracelular, a ancoragem da derme-epiderme e a regeneração epidermal.

    “A seqüência de peptídeos que formam a molécula de Collaxyl é encontrada nos colágenos IV e XVII. Quando o colágeno XVII sofre a quebra de sua estrutura devido à ação de proteinases específicas, liberando a sua forma solúvel para dentro da matriz extracelular, faz com que as células interpretem como um sinal de estímulo à reparação dos ferimentos, regeneração da pele e reconstrução dos tecidos. Assim, esse ativo age como um mensageiro solúvel que, rapidamente, aciona o mecanismo de regeneração da pele”, explicou Perassinoto.

    Conforme ele, testes in vitro demonstraram a capacidade de Collaxyl de aumentar a expressão de colágeno I e laminina 5, muito mais rapidamente do que a vitamina C.

    Outro ativo protetor celular, também incorporado a maquiagem, é GP4G. Trata-se de extrato de plâncton que produz efeito energizador e protege a pele de agressões ambientais. “O GP4G estimula a proteína G e a formação de AMPc, além de proteger o DNA das radiações UVB e de químicos irritantes, estimular a síntese de proteínas como queratina, filagrina, colágeno e fi bronectina e revitalizar as células”, informou Perassinoto.

    Outro ingrediente ativo patenteado pela ISP e que também pode ser adicionado às maquiagem é Acnacidol, um seboregulador que apresenta propriedades antibacterianas.

    “O Acnacidol é obtido por síntese química do óleo de mamona, sendo composto de 10-hydroxydecanoic acid(10-HDA), presente na geléia Real, sebacicacid e de decanediol, com ação sobre os principais fatores envolvidos na propensão de acne na pele, e que reduz a secreção sebácea, diminuindo o número de glândulas ativas, inibindo o desenvolvimento da bactéria P.acnes (Propionybacterium), que ocorre até em 28 dias de uso em concentrações de 2,5%”, disse Perassinoto.

    Bases para efeito natural– A oferta de maquiagem para o mercado está bem renovada, mas as grandes tendências, na opinião da farmacêutica Patrícia D. Geraldini Alves, supervisora de laboratório e especialista em maquiagem da Cosmotec, apontam para as texturas diferenciadas, para a multi funcionalidade, para os tratamentos e para as coberturas naturais e uniformes da pele, resultando, por exemplo, em novos conceitos para bases que se adaptam a vários tons de pele, sem produzir efeito reboque, deixando-a uniforme, naturalmente iluminada e propiciando a cobertura de suas imperfeições.

    Química e Derivados, Patrícia D.Geraldini Alves, supervisora de laboratório e especialista em maquiagem da Cosmotec,Cosméticos - Ativos funcionais ajudam maquiagens a proporcionar mais beleza e saúde

    Patrícia D.Geraldini Alves: micronização traz suavidades

    “Antes, as bases cobriam as imperfeições da pele devido à alta concentração de pigmentos, deixando-a com aparência pesada, enquanto hoje apresentam cobertura suave e deixam a pele com aparência natural e iluminada”, comparou Patrícia.

    Para se obter esse novo efeito nas bases, a especialista indica o uso de novos pigmentos micronizados, como os pigmentos Soft-Tex, produzidos pela Sun Chemical, dos Estados Unidos. Fornecidos em partículas muito finas, promovem cobertura bastante uniforme.

    “Para acabamentos mais perfeitos, com maior aderência e durabilidade, também indicamos os pigmentos revestidos, conhecidos como pigmentos tratados”, informou.

    Microesferas integram inovações – A combinação de pigmentos com microesferas, partículas que preenchem os microrrelevos da pele, promovendo o disfarce óptico das imperfeições, constitui, atualmente, um dos principais recursos tecnológicos utilizados pela indústria de maquiagem, existindo uma considerável oferta nesse sentido como de matérias-primas fabricadas pela Kobo (EA-209). “Também existem outras microesferas que absorvem a oleosidade da pele, promovendo o efeito mate, como as microesferas porosas de sílica (MSS-500/3H e Sílica Shells)”, explicou a especialista.

    Outro atributo das microesferas é conferir sensorial sedoso e aveludado à pele, melhorando bastante a textura do produto e conferindo à pele uma agradável sensação de pó. “Graças a essas propriedades, muitas empresas estão lançando maquiagem com texturas e formas diferenciadas, como bases em mousses, com textura aerada e sensorial macio, aveludado e sedoso e, por isso, a Cosmotec investiu no desenvolvimento de base em mousse (Velvety Mousse) que já vem pronta, sem coloração, e que permite formular diversos tipos de maquiagem como bases, blushes, corretivos e sombras.”

    Mas além das texturas diferenciadas, outro ponto forte das novas linhas de bases é oferecer benefícios múltiplos de tratamento e fotoproteção.

    Para tratamentos da pele, a Cosmotec coloca à disposição ativos para hidratação, efeito tensor e ativos antienvelhecimento.



    Recomendamos também:








    0 Comentários


    Seja o primeiro a comentar!


    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *