Cosméticos – Ativos ajudam a proporcionar mais beleza e saúde

Ativos funcionais ajudam maquiagens a proporcionar mais beleza e saúde

Mulheres esplendorosamente belas e quase ao natural.

Esse é um dos resultados propiciados pelos novos produtos de maquiagem fabricados com fórmulas inovadoras e que produzem o efeito “Cinderela” contemporânea, oferecendo luminosidade, nutrição, proteção e rejuvenescimento à cútis, além de cores radiantes e mais intensas em batons e sombras.

A beleza sempre foi um bem indissociável da saúde.

No entanto, só mais recentemente, o setor de maquiagem no Brasil e no mundo interpreta ao pé da letra esse conceito e se redescobre como um grande filão para gerar novos negócios e aquecer as vendas da área cosmética, apresentando inovações decorrentes de pesquisas mais avançadas.

Em conseqüência disso, várias fórmulas de bases e batons estão sendo enriquecidas com ativos funcionais para tratamento e proteção da pele como hidratantes, nutrientes, antioxidantes e protetores solares.

As sombras nacionais, antes apenas renovadas às vésperas da chegada das coleções das estações primavera-verão e outono-inverno, principalmente na oferta de cores e tonalidades, foram equiparadas em sofisticação às importadas, refletindo tendências mundiais e a necessidade da indústria local de ser mais competitiva e agilizar o ritmo das novidades, obtidas graças ao desenvolvimento de novas matérias-primas, ingredientes e novas tecnologias de produção.

Tempos atrás, seria difícil imaginar a compra de sombras para olhos produzidas no país com partículas de pedras preciosas, oferecendo benefícios de hidratação, como ametista, turmalina, safira ou pérolas, presentes na linha de sombras minerais Fascination.

O público feminino também não teria acesso tão fácil a batons com brilho intenso que dão maior volume e tornam mais sedutores os lábios e que hoje estão presentes na linha de maquiagem Magnify, fabricada com a arrojada tecnologia de microesferas, nesse caso do ácido hialurônico desidratado.

Estes desenvolvimentos são assinados pela Contém 1g, de São João da Boa Vista, SP, empresa que se especializou em linhas de maquiagem inovadoras e, só nos últimos dois anos, lançou mais de 300 itens.

“A nova tendência é agregar vários tratamentos às maquiagem, pois a mulher moderna não tem tempo para passar sobre a pele um hidratante, um creme antienvelhecimento, uma base e um protetor solar, mas quer contar com todos esses benefícios de uma forma prática e eficaz”, informou Isabella Souza Borges, gerente de desenvolvimento de maquiagem da Contém 1g.

Há dois anos incrementando a incorporação de ativos para tratamento em fórmulas de maquiagem, a Contém 1g é a primeira empresa a lançar no Brasil o pó facial “líquido”, enriquecido com Aquaphyline, uma composição de oligossacarídeos da fl or do amor-perfeito.

O produto tem consistência líquida, mas, ao entrar em contato com a pele, proporciona efeito mate, sem brilho, e aveludado, semelhante ao de um pó compacto.

Conforme Isabella, depois do sucesso do pó compacto micronizado e com fator de proteção solar (FPS) 15, lançado anos atrás, a nova tecnologia de formulação do pó facial “líquido” vem contemplar a mulher brasileira que já revelou, em pesquisas, sua preferência pelo uso de pós compactos, porém, sem abrir mão da facilidade de aplicação proporcionada pelas bases.

Concretizando em lançamentos nacionais refletindo tendências consagradas no exterior, a companhia também está apresentando ao mercado brasileiro o primeiro primer, pré-maquiagem para disfarçar as rugas e linhas de expressão, produzido com ativos derivados do arroz de ação antioxidante, agentes hidratantes e nutritivos para a pele e com tecnologia de microesferas para proporcionar disfarce óptico das imperfeições.

“A pré-maquiagem é muito utilizada lá fora em várias linhas para rosto, lábios e olhos e conta com microesferas de vários materiais como sílicas, náilons, poliuretanos, polimetilmetacrilatos, silicones, nitratos de boro etc., proporcionando com a formação de um filme um disfarce óptico das rugas, sem provocar qualquer tipo de efeito tensor sobre a pele, mas sim ajudando a fixar a maquiagem e absorver a oleosidade da pele ao longo do dia”, disse Isabella.

Atenta à tendência de propiciar maior volume aos lábios, “febre” em várias partes do mundo, a empresa investiu na busca de alternativas mais naturais e saudáveis ao uso de ativos como a capsaissina (derivado de pimenta) ou de nicotinato de butila ou metila, que agem causando uma microinflamação nos lábios e que provocam a sensação de formigamento, partindo para desenvolvimentos biotecnológicos.

Assim, chegou ao brilho labial Magnify cuja composição faz uso do ácido hialurônico desidratado, que proporciona o efeito “lábios volumosos” de forma rápida, temporária e sem causar qualquer tipo de desconforto.

Química e Derivados, Linha de maquiagens ganhou 300 itens em dois ano, Cosméticos - Ativos funcionais ajudam maquiagens a proporcionar mais beleza e saúde
Linha de maquiagens ganhou 300 itens em dois

“Valorizamos a beleza, mas a vaidade não pode se sobrepor à saúde e, por isso, fomos buscar uma tecnologia que proporcionasse o efeito plumping por meio de processo biotecnológico, encontrando na molécula do ácido hialurônico desidratado a capacidade de intumescer os lábios ao entrar em contato com a água existente na própria mucosa”, explicou Isabella.

Nos produtos para olhos, há várias inovações, como lápis fabricados com vitamina E e manteiga de karitê, visando nutrir e proporcionar maior hidratação, além de máscaras para cílios com pigmentos ultranegros, microesferas, pantenol e polímeros de última geração, incluindo sombras aeradas em mousse, 100% desenvolvidas com silicone.

Química e Derivados, Isabella Souza Borges, gerente de desenvolvimento de maquiagem da Contém 1g, Cosméticos - Ativos funcionais ajudam maquiagens a proporcionar mais beleza e saúde
Isabella Souza Borges: lábios ganham mais brilho e volume

“Os diferenciais de nossa linha de sombras são as altas concentrações de mica e de pigmentos com qualidade reconhecida mundialmente e o emprego de tecnologias de microesferas. Contudo, deveremos introduzir nos próximos lançamentos de sombras compactas a tecnologia de micronização de todos os ingredientes, exceto das micas que não podem ser micronizadas porque perdem o efeito cintilante e o brilho”, antecipou Isabella.

Posicionadas no mesmo patamar de qualidade oferecido por maquiagem importadas e de primeira linha, os brilhos labiais da Contém 1g são fabricados com vitamina E e esqualano, derivado do óleo de oliva, ativo restaurador e hidratante da pele dos lábios, e com óleo de framboesa, ingrediente altamente restaurador da pele, destacando-se ainda batons com efeito gloss, enriquecidos com Ômegas 3,6 e 9.

Outra novidade está na fórmula do hidratante labial Maxi Lip FPS15, cujos ativos aceleram a hidratação dos lábios, tratam as fissuras e estimulam a síntese de colágeno, proporcionando hidratação por até oito horas após a aplicação.

Em se tratando de estimular a síntese do colágeno, a empresa atua com duas tecnologias distintas.

Uma delas inclui na composição das fórmulas ativos para estimular a produção de colágeno, como é caso do hidratante labial Maxi Lip, enquanto outra, como a presente na base líquida mate com Collaxyl, nutre e supre a pele utilizando um colágeno sintético em sua fórmula .

Lábios volumosos – A nova linha de maquiagem anti idade da Avon, desenvolvida com tecnologia Renew, também está entre os principais lançamentos dessa temporada.

Com essa tecnologia exclusiva, toda a linha foi concebida para recuperar a hidratação, a firmeza e a juventude da pele das regiões da face, olhos e lábios.

Em produtos para a face, como corretivos e bases, foram agregados o FPS 15 e a tecnologia Derma Shade, que devolve a sustentação e a firmeza à pele, recupera a sua elasticidade, aumenta sua densidade e ainda combate às rugas. Já as sombras contêm Dimensional lift.

Esse complexo promove a elevação das pálpebras, firma a pele e reduz as linhas de expressão mais finas, apresentando em sua composição a cafeína, ativo que ajuda a reduzir o inchaço nas pálpebras.

Para os lábios, o batom ultra-rejuvenescedor com FPS 15 aumenta instantaneamente em 115% a hidratação da pele e melhora em 83% o ressecamento.

A companhia também desenvolveu um condicionador labial que aumenta em 159% a hidratação dos lábios e melhora em 90% o ressecamento.

Tanto o batom como o condicionador labial foram formulados com altas concentrações de retinol e colágeno que hidratam, reduzem os sinais e realçam o volume.

O principal lançamento da Avon na área de maquiagem, no entanto, está no batom extra volume Ultra Color Rich, produto símbolo do aniversário de 50 anos da empresa no Brasil.

Desenvolvido por pesquisadores do Centro de Pesquisa e Desenvolvimento da Avon nos Estados Unidos, o batom extravolume agrega o exclusivo complexo Maxi-Lip Plumping, que ajuda na produção de colágeno, suaviza as linhas e confere a aparência de lábios volumosos e bem definidos.

Entre os ativos que compõem esse complexo, se sobressai o palmitol oligopeptídeo – que ajuda a preencher e suavizar as linhas dos lábios pela estimulação da produção de colágeno e das glicosaminoglicanas.

No centro desse novo batom, destaca-se uma parte incolor que concentra ácido hialurônico, substância capaz de promover hidratação, maciez e suavidade à pele dos lábios.

Outros ingredientes ativos presentes na fórmula do novo batom são o Capsicum frutescens oleoresin e o Methyl diisopropyl propionamide.

As novas tecnologias da Payot também agregaram proteção e tratamento à linha de maquiagem. O protetor labial Baton Protecteur FPS 30, além de oferecer alta proteção contra os raios solares, atua na regeneração celular e neutraliza a ação dos radicais livres.

Tudo isso ocorre pela composição da fórmula com óleo de jojoba, que atua como emoliente, vitamina A, que regenera as células, vitamina E, com poderosa ação antioxidante, e pela presença de fi ltros solares UVA e UVB.

Já o minigloss apresenta micropartículas refl etoras da luz, enquanto o corretivo para maquiagem, além de dissimular manchas e olheiras, exerce ação protetora da pele pela presença de ativos anti-radicais livres em sua composição.

A nova máscara para cílios desenvolvida pela companhia também foi enriquecida com óleo de jojoba, vitamina E e polímeros para proporcionar maior alongamento aos cílios e oferecer maior volume, enquanto a nova base acetinada Lumimat Fond de Teint Douceur tem fórmula hidratante e nutritiva e apresenta em sua composição proteínas da seda e fi ltros para proteção solar UVA e UVB.

As últimas inovações em maquiagem da Shiseido também contemplam a proteção da pele do rosto e dos lábios contra o ressecamento. O pó Enhancer oferece efeito iluminador e protege a pele do ressecamento e da aspereza pela presença em sua composição de ativos para hidratação como o Hydro- Wrap Vitalizing DE, enquanto o batom Shimmering Lipstisck, além de proporcionar alta coloração e brilho, também agrega nova fórmula hidratante.

A Natura também criou uma nova plataforma tecnológica para maquiagem, agregando benefícios de tratamento para a pele e os lábios na linha Natura Diversa. Desenvolvida com ceramidas de maracujá, a nova linha abrange dezesseis novos produtos, entre bases e batons, sendo nove batons hidratantes, quatro batons líquidos restauradores, um hidratante labial e duas bases ultrafluidas para hidratação por 24 horas.

Os lançamentos, de acordo com a empresa, ampliam o universo de maquiagem para além da escolha de cores, oferecendo texturas diferenciadas e tratamentos específicos para reestruturar a pele dos lábios e do rosto, ajudando a prevenir o envelhecimento precoce.

Nesse sentido, as ceramidas do maracujá cumprem um papel muito importante pois mantêm a integridade da matriz de lipídeos da camada mais superficial da pele, prevenindo a desidratação e evitando que substâncias agressivas entrem em contato mais direto com a pele.

Além das ceramidas de maracujá, a empresa empregou ceras de candelila e carnaúba, óleo de mamona, manteiga de murumuru e licopeno de tomate na composição das fórmulas.

Com grande variedade de cores e efeitos, como marrom e vermelho escuro, ambos com efeito mate, coral e cobre com efeito cintilante, os batons para hidratação prolongada possuem FPS 15. Já os batons líquidos, que também agregam FPS 15, oferecem hidratação por 24 horas e têm a capacidade de restaurar a pele dos lábios em duas horas.

À base de água, a linha de bases é ultrafluida e também promove hidratação prolongada. Graças à presença das ceramidas de maracujá, as novas bases são capazes de recuperar a barreira cutânea em sete dias, promovendo a reestruturação e a hidratação da pele do rosto.

Além das ceramidas de maracujá, essa linha conta com extrato de café, ativo que combate os radicais livres e previne o envelhecimento precoce.

Química e Derivados,Produtos dão firmeza para a pele do rosto , Cosméticos - Ativos funcionais ajudam maquiagens a proporcionar mais beleza e saúde
Produtos dão firmeza para a pele do rosto

A empresa também desenvolveu novas maquiagem para os olhos, abrangendo novas máscaras para cílios, novo delineador e novos lápis.

As novas máscaras para cílios (alongadora e de volume) são produzidas com ceras 100% vegetais de carnaúba e candelila, que permitem a deposição perfeita das máscaras sobre os cílios, sem borrar ou gerar grumos, promovendo ainda efeito de longa duração.

A atual linha de maquiagem da Natura representa a terceira plataforma de inovação e tecnologia na formulação de produtos baseados no uso de ativos vegetais.

A primeira plataforma destacou o óleo essencial de candeia, de efeito dermocalmante, associado a óleos e manteigas 100% vegetais.

A segunda foi responsável pela introdução da utilização da tapioca em batons e a terceira, entre outros ativos e ingredientes, destaca formulações com ceramidas de maracujá.

Minerais tratam a pele – Além das fórmulas nutritivas e rejuvenescedoras, a maquiagem mineral se apresenta como outra forte tendência mundial para o segmento, conforme confirma Tatiana Straioto Bianco, analista de marketing da área cosmética da Ipiranga Química.

O tema já entrou na pauta das discussões de encontros internacionais, destacando múltiplas e diferenciadas possibilidades para tratamentos cosméticos.

Química e Derivados, Tatiana Straioto Bianco, analista de marketing da área cosmética da Ipiranga Química, Cosméticos - Ativos funcionais ajudam maquiagens a proporcionar mais beleza e saúde
Tatiana Straioto Bianco: maquiagem mineral dura mais e agride menos

“Livre de componentes potencialmente irritantes como fragrâncias, pigmentos sintéticos, preservantes, entre outros, a maquiagem mineral é fabricada exclusivamente a partir de minerais micronizados como dióxidos e titânio, óxidos de ferro, óxidos de zinco e outros, refletindo cores e as mais diversas tonalidades pelas múltiplas combinações que podemos fazer com esses minérios”, informou Tatiana.

Controle da oleosidade, ação calmante, redução de vermelhidão, ação anti-séptica, auxílio na cicatrização, proteção solar, entre outros, são apenas alguns dos grandes benefícios oferecidos pelos minerais à pele.

Outras das muitas vantagens das maquiagem minerais são não obstruir os poros, possuir textura leve, apresentar boa duração na pele, podendo embelezar inclusive pessoas com pele sensível, acne, ou aquelas que já passaram por tratamentos estéticos mais agressivos como peelings, laser e mesmo limpeza de pele.

“As maquiagem minerais também apresentam vida útil mais longa pois, por conter somente minérios em sua composição, evitam a proliferação de bactérias”, acrescentou Tatiana.

“Nós, da Ipiranga Química, oferecemos ao mercado uma ampla linha de ativos minerais atóxicos, produzidos pela empresa brasileira Terra Mater e que têm como principais características estimular a circulação, promover brilho, absorver a oleosidade sem desidratar, realizar trocas iônicas, além de apresentar os benefícios pertinentes a cada cor, devido às diferentes composições químicas”, informou.

Todos os ingredientes, conforme destacou, possuem comprovação clínica de segurança e eficácia e são retirados de fontes orgânicas certifi cadas pelo IBD, além de tratados com ozônio, não gerando resíduos para o meio ambiente, encontrando-se disponíveis em ampla gama de cores e em duas versões: natural e orgânica.

Os ativos minerais foram agrupados em três diferentes categorias: Tersil, Tersil Color e Sparclay, representando também diferentes minérios e benefícios.

Os ativos minerais de hematita (óxidos de ferro e cobre), de cor vermelha, comercializados sob o nome de Tersil R, são capazes de recuperar os sinais cutâneos causados pelo envelhecimento natural da pele ou pelo fotoenvelhecimento, além de melhorar a elasticidade e promover efeito tensor.

Os ativos de montemorilonita, minério que oferece vários benefícios às formulações como espessamento, suspensão, estabilidade e melhor tixotropia, apresentados na cor verde e comercializados sob o nome Tersil G, oferecem excelentes resultados imediatos e também a longo prazo quanto à redução da oleosidade da pele.

“Compostos de caolin (87%), e semelhantes à famosa e rara argila Rhassoul do Marrocos, a família Tersil N, de cor cinza, recupera os sinais cutâneos causados pelo envelhecimento natural ou pelo fotoenvelhecimento, conforme atestado por testes clínicos in vivo (dermatológicos), melhorando a elasticidade e promovendo efeito tensor”, informou Tatiana.

Rico em magnésio, que induz à manutenção do gel celular, formando o colágeno, o ativo mineral Tersil Color CP apresenta a coloração roxa.

Com composição rica e diferenciada em sais minerais e oligoelementos, alta concentração de titânio com elevados percentuais de alumínio e silício, o ativo Tersil Color CB, de cor preta, apresenta-se como um excelente agente rejuvenescedor.

Com alta capacidade de troca eletrolítica, os ativos Tersil Color CGY, de cor dourada, e CLY, de cor amarelo-claro, promovem ação purificante, adstringente e remineralizante.

Rico em óxido de ferro e cobre, Tersil Color CLR, de cor vermelho-escuro, contribui para a fi rmeza da epiderme, hidrata e confere boa elasticidade.

Na cor vermelho-claro, Tersil Color CLR apresenta-se como o ativo mais suave, sendo especialmente indicado para peles sensíveis.

Na cor bege-baunilha, o ativo Tersil Color CBV é indicado para o tratamento de manchas, especialmente aquelas derivadas de micoses.

Também pertencente à família de ativos Tersil, são comercializadas as argilas brancas Terra Mater contendo 55% de caolin, e que cumprem o papel de auxiliar na estabilidade das emulsões, reduzir o sensorial oleoso, e ainda apresentam ações absorvente e adsorvente.

Por último, em sintonia com as tendências, a família de ativos minerais Sparclay é diferenciada pela granulometria muito fina e foi especialmente desenvolvida para maquiagem.

“Além das propriedades dos ativos, essa linha estimula a circulação sanguínea, enquanto retira da pele a oleosidade e as impurezas, sendo altamente rejuvenescedora por contar com os benefícios específi cos de cada um dos minérios, e está disponível em todas as cores das famílias Tersil e Tersil Color”, revelou a especialista.

Regeneração celular – A maquiagem moderna, além de oferecer coberturas que tornam homogênea a pele e colorir lábios e pálpebras com cores e tonalidades surpreendentes, também está incorporando ativos para diminuir rugas e outros sinais do envelhecimento, de acordo com Nelson Perassinoto, gerente técnico de Personal Care da ISP do Brasil.

Por isso, a linha de ativos desenvolvida pela companhia Vincience, presente nas principais marcas mundiais de cosméticos, apresenta as mais avançadas tecnologias de tratamento, comprovadas quanto à sua eficácia e fáceis de incorporar nos mais diversos tipos de formulação.

Um dos ativos dessa linha (Collaxyl) oferece um peptídeo de colágeno sintético com amplas propriedades: anti-rugas, firmadora e regeneradora da pele, alta estabilidade, e capaz de promover a síntese da matriz extracelular, a ancoragem da derme-epiderme e a regeneração epidermal.

“A seqüência de peptídeos que formam a molécula de Collaxyl é encontrada nos colágenos IV e XVII. Quando o colágeno XVII sofre a quebra de sua estrutura devido à ação de proteinases específicas, liberando a sua forma solúvel para dentro da matriz extracelular, faz com que as células interpretem como um sinal de estímulo à reparação dos ferimentos, regeneração da pele e reconstrução dos tecidos.

Assim, esse ativo age como um mensageiro solúvel que, rapidamente, aciona o mecanismo de regeneração da pele”, explicou Perassinoto.

Conforme ele, testes in vitro demonstraram a capacidade de Collaxyl de aumentar a expressão de colágeno I e laminina 5, muito mais rapidamente do que a vitamina C.

Outro ativo protetor celular, também incorporado a maquiagem, é GP4G. Trata-se de extrato de plâncton que produz efeito energizador e protege a pele de agressões ambientais.

“O GP4G estimula a proteína G e a formação de AMPc, além de proteger o DNA das radiações UVB e de químicos irritantes, estimular a síntese de proteínas como queratina, filagrina, colágeno e fi bronectina e revitalizar as células”, informou Perassinoto.

Outro ingrediente ativo patenteado pela ISP e que também pode ser adicionado às maquiagem é Acnacidol, um seboregulador que apresenta propriedades antibacterianas.

“O Acnacidol é obtido por síntese química do óleo de mamona, sendo composto de 10-hydroxydecanoic acid(10-HDA), presente na geléia Real, sebacicacid e de decanediol, com ação sobre os principais fatores envolvidos na propensão de acne na pele, e que reduz a secreção sebácea, diminuindo o número de glândulas ativas, inibindo o desenvolvimento da bactéria P.acnes (Propionybacterium), que ocorre até em 28 dias de uso em concentrações de 2,5%”, disse Perassinoto.

Bases para efeito natural– A oferta de maquiagem para o mercado está bem renovada, mas as grandes tendências, na opinião da farmacêutica Patrícia D. Geraldini Alves, supervisora de laboratório e especialista em maquiagem da Cosmotec, apontam para as texturas diferenciadas, para a multi funcionalidade, para os tratamentos e para as coberturas naturais e uniformes da pele, resultando, por exemplo, em novos conceitos para bases que se adaptam a vários tons de pele, sem produzir efeito reboque, deixando-a uniforme, naturalmente iluminada e propiciando a cobertura de suas imperfeições.

Química e Derivados, Patrícia D.Geraldini Alves, supervisora de laboratório e especialista em maquiagem da Cosmotec,Cosméticos - Ativos funcionais ajudam maquiagens a proporcionar mais beleza e saúde
Patrícia D.Geraldini Alves: micronização traz suavidades

“Antes, as bases cobriam as imperfeições da pele devido à alta concentração de pigmentos, deixando-a com aparência pesada, enquanto hoje apresentam cobertura suave e deixam a pele com aparência natural e iluminada”, comparou Patrícia.

Para se obter esse novo efeito nas bases, a especialista indica o uso de novos pigmentos micronizados, como os pigmentos Soft-Tex, produzidos pela Sun Chemical, dos Estados Unidos. Fornecidos em partículas muito finas, promovem cobertura bastante uniforme.

“Para acabamentos mais perfeitos, com maior aderência e durabilidade, também indicamos os pigmentos revestidos, conhecidos como pigmentos tratados”, informou.

Microesferas integram inovações – A combinação de pigmentos com microesferas, partículas que preenchem os microrrelevos da pele, promovendo o disfarce óptico das imperfeições, constitui, atualmente, um dos principais recursos tecnológicos utilizados pela indústria de maquiagem, existindo uma considerável oferta nesse sentido como de matérias-primas fabricadas pela Kobo (EA-209).

“Também existem outras microesferas que absorvem a oleosidade da pele, promovendo o efeito mate, como as microesferas porosas de sílica (MSS-500/3H e Sílica Shells)”, explicou a especialista.

Outro atributo das microesferas é conferir sensorial sedoso e aveludado à pele, melhorando bastante a textura do produto e conferindo à pele uma agradável sensação de pó.

“Graças a essas propriedades, muitas empresas estão lançando maquiagem com texturas e formas diferenciadas, como bases em mousses, com textura aerada e sensorial macio, aveludado e sedoso e, por isso, a Cosmotec investiu no desenvolvimento de base em mousse (Velvety Mousse) que já vem pronta, sem coloração, e que permite formular diversos tipos de maquiagem como bases, blushes, corretivos e sombras.”

Mas além das texturas diferenciadas, outro ponto forte das novas linhas de bases é oferecer benefícios múltiplos de tratamento e fotoproteção.

Para tratamentos da pele, a Cosmotec coloca à disposição ativos para hidratação, efeito tensor e ativos antienvelhecimento.

Com oligossacarídeos da flor do amor-perfeito (Aquaphyline), da francesa Silab, é possível atenuar rugas e linhas de expressão, estimulando-se a síntese de aquaporinas-3, consideradas canais de irrigação da pele, e a fi xação do ácido hialurônico.

Com um derivado da murta (Longevicell), arbusto encontrado no mediterrâneo, conhecido como ativo da longevidade, é possível retardar o envelhecimento celular e limitar a degeneração dos tecidos cutâneos por intermédio do gene da Sirt-1, proteína relacionada com a longevidade.

Há também derivados de polióis da aveia (Osilift), que promovem efeito tensor imediato, garantindo maciez e elasticidade à pele, e cujo uso prolongado também reduz as linhas de expressão.

Para se formular sombras, a especialista recomenda o uso de cores vibrantes, a grande tendência dessa temporada que promove “luminosidade” ao olhar.

Em meio às várias texturas e formas, Patrícia sugere aos fabricantes de maquiagem a produção de sombras em mousse e sombras em creme com efeito lifting.

Para a fabricação de máscaras para cílios, as melhores fórmulas, sem dúvida, na opinião de Patrícia, contêm microesferas que dão volume aos cílios e ceras rígidas que podem ser de arroz, carnaúba ou candelila, para condicionar, incluindo vitaminas como pantenol (pró-vitamina B5), que hidratam e fortalecem os cílios.

“Temos matérias-primas da Kobo específicas para alongar, dar volume e promover longa duração às máscaras. As fibras de náilon 66 cut fiber 3D alongam os cílios. As microeferas de sílica MSS-500/20N preenchem os cílios, conferindo-lhes maior volume. Já resinas de alta performance, como de policiclopentadieno hidrogenado (Koboguard 5400 IDD), muito resistentes à umidade, são indicadas por ela para emprego em máscaras para cílios de longa duração.

Na área de batons, são muitas as opções em composições mais sólidas, cremosas e líquidas, mas a grande tendência do momento também são os batons e glosses que oferecem benefícios de tratamento, hidratação, antienvelhecimento, proteção solar e aumento de volume, além de colorações vibrantes.

Os batons com brilho espelhado podem conter, segundo Patrícia, um éster emoliente (Coropan TQ), que confere brilho intenso e espelhado em função do alto índice de refração da luz.

Os batons com ativo de tratamento podem contar nas fórmulas com um éster emoliente derivado de jojoba (Floraester 30), que dá maciez e sedosidade aos lábios, deixando-os bem hidratados.

Já as fórmulas de batons com brilho intenso e vibrante podem ser compostas por micas (pérolas) sintéticas de fluorflogopita (linha Sunshine), mais transparentes do que as micas naturais e que promovem brilho intenso e vibrante.

“Com o uso de pérolas sintéticas como essas, é possível formular glosses mais límpidos e com alta refl exão de cor, devido à ampla faixa de tamanho das partículas, desde 10 microns até 730 microns, conferindo brilho de glitter e com sensorial não agressivo aos lábios”, finalizou Patrícia.

Naturais, minerais e orgânicos – Formulações menos irritantes, que não obstruem os poros e guardam distância de matérias-primas causadoras de alergias e irritações na cútis, são as grandes tendências em maquiagem, que dão origem aos atuais lançamentos contendo ingredientes e ativos minerais, naturais e orgânicos.

Esses conceitos são consensuais e compartilhados por companhias como a Beraca – que oferece aos mercados nacional e internacional ampla linha de ativos geradores de benefícios para a pele, incluindo desde coberturas uniformes e melhor aderência dos pigmentos, aliadas a vários tratamentos.

“Desde a época de Cleópatra e até bem pouco tempo atrás, a maquiagem manteve seu foco no embelezamento, mas, recentemente, pequenos fabricantes, principalmente da Europa e dos Estados Unidos, começaram a agregar à maquiagem benefícios de cuidados e tratamentos específi cos”, informou Tânia Fazzi, responsável técnica da Beraca.

Assim, óleos e manteigas vegetais, extratos e argilas começaram a ser valorizados pelos fabricantes para substituir matérias-primas convencionais como o oxicloreto de bismuto e o talco.

“Os óleos em pó (misturas de óleos vegetais com amidos modificados), em estados físicos diferenciados, podem substituir o oxicloreto de bismuto que, mesmo presente em algumas maquiagem minerais, apresenta potencial alergênico, oferecendo a mesma textura aveludada e a ótima adesão dos pigmentos sem o risco de causar reações alérgicas”, informou Tânia.

Outro exemplo lembrado por ela vem da argila branca. Rica em frações insaponifi cáveis das espécies vegetais da região amazônica, a argila branca, além de absorver a oleosidade excessiva da pele, substitui parcialmente o talco que é oclusivo à pele e não indicado para peles acnéicas ou com rosáceas.

“Em produtos líquidos, os óleos vegetais, além de comprovadamente melhorarem o aspecto da pele, são apropriados para a substituição de ésteres de origem petroquímica, podendo ser aplicados em máscaras para cílios e delineadores com bom desempenho na lubricidade e na fi xação aos fios”, acrescentou.

Além dos óleos, as manteigas vegetais também permitem ação prolongada e proporcionam maior hidratação e melhor fi xação da cor em produtos labiais.

Em função de suas propriedades regeneradoras, muitos óleos, argilas e extratos são especialmente recomendados pela Beraca para uso em maquiagem.

A tecnologia dos óleos em pó encontra grande receptividade nesse segmento. O óleo em pó de andiroba, por exemplo, favorece a circulação sanguínea, sendo indicado para o emprego em corretivos para aplicação na área dos olhos.

O óleo em pó de castanha do Brasil é rico em selênio e indicado para hidratação de peles ressecadas. O óleo em pó de maracujá é rico em Ômega 6 e quando aplicado em maquiagem ainda proporciona a vantagem de oferecer efeito mate e aveludado às fórmulas.

“O óleo de pêssego em pó atua como agente hidratante e oferece toque seco e aveludado aos produtos, enquanto o óleo de jojoba em pó age como regulador da secreção sebácea, controlando a perda de água da cútis”, acrescentou Tânia.

Rico em ácidos graxos essenciais, fitoesteróis e vitamina C, o óleo de açaí também tem grande demanda pela sua poderosa ação antienvelhecimento. O extrato de açaí também é rico em antocianinas e agem no controle da secreção sebácea.

A tendência de agregar ativos para tratamento em maquiagem também é confirmada na oferta da Unichem ao mercado brasileiro e que traz da empresa japonesa Ichimaru Pharcos bioativos para a indústria cosmética.

De acordo com a química Rita Cavalcante, da área de pesquisa e desenvolvimento da Unichem, os bioativos mais inovadores dessa temporada são Clairju, Absorage e Cureberry.

“Clairju é um agente despigmentante obtido da fi brinólise dos frutos da ameixa Prunus domestic, rico em betacaroteno, beta criptoxantina, luteína, vitaminas A, E, B e C, ácido fólico, ferro, potássio, magnésio, cálcio, cobre, manganês e zinco, e que inibe o apetite dos queratinócitos pela melanina.”

Já o Absorage é um ativo à base de extrato de semente de plantago major, conhecida no Brasil como tanchagem, planta rica em plantagosídeo, substância reconhecida por suas propriedades benéfi cas à pele e que inibe a glicação, atuando na prevenção do envelhecimento cutâneo e oferecendo propriedades adstringente, analgésica, antiinflamatória e antimicrobiana.

Química e Derivados, Rita Cavalcante, da área de pesquisa e desenvolvimento da Unichem, Cosméticos - Ativos funcionais ajudam maquiagens a proporcionar mais beleza e saúde
Rita Cavalcante: plantagosídeo reduz a profundidade das rugas

“Estudos in vitro demonstraram que o plantagosídeo inibe a glicação de proteínas como colágeno, queratina, superóxido dismutase e lisozimas, enquanto estudos in vivo realizados com voluntárias entre 30 e 40 anos de idade revelaram signifi cativa redução da profundidade das rugas e aumento da elasticidade da pele após doze semanas de uso de loção contendo 3% de Absorage”, informou Rita.

Cureberry, por sua vez, é um extrato obtido da folha de mirtilo, capaz de aumentar a produção de Gad67(derivado do ácido glutâmico decarboxylase), enzima que catalisa a formação do Gaba (derivado de gamma-amino ácido butírico), encontrada na derme, prevenindo o envelhecimento cutâneo.

O emprego de ceras vegetais em máscaras para cílios também constitui outra forte tendência do mercado de maquiagem em função das propriedades de espessamento, condicionamento e alongamento.

Em parceria com a companhia americana Strahl & Pitsch, a Unichem mantém oferta de ceras de carnaúba, bem como de ceras provenientes da casca do arroz e de candelila.

A cera da casca do arroz Oryza sativa (Rice Bran Wax SP-8000), segundo Rita, é uma excelente alternativa às parafinas de origem petroquímica, sendo compatível com todas as demais ceras, ácidos graxos, glicerídeos vegetais e hidrocarbonetos.

Já a cera da carnaúba, palmeira típica do Brasil, confere dureza e atua como agente plastifi cante e doador de brilho, enquanto a cera de candelila, obtida de planta encontrada no deserto de Chihuahua, ao norte do México, também confere dureza e brilho, proporcionando ainda resistência à água às máscaras.

Pigmentos tratados – Perolados dourados, alaranjados, vermelhos, violetas, azuis, verdes, entre tantos outros tons sutis. Na realidade, os múltiplos e belos efeitos ópticos gerados pela deposição de dióxido de titânio sobre as micas também resultaram em recentes inovações como os pigmentos de interferência (Prestige Soft Interference). Em lançamento pela alemã Eckart, estão sendo apresentados ao mercado brasileiro pela Unichem, para aplicação em pós, bases, corretivos faciais e sombras.

“O uso de pigmentos perolados em combinação com os ativos antiidade vem aumentando muito na Europa e nos Estados Unidos, principalmente em produtos para tratamento da pele e em maquiagem”, constatou a química Rita Cavalcante.

Em virtude das dimensões muito reduzidas de suas partículas, ao redor de um até quinze microns, os pigmentos de interferência proporcionam brilho sutil sobre a pele, conferindo-lhe luminosidade e sensorial macio.

Outras inovações que nascem para emprestar brilho às maquiagem estão nos pigmentos metálicos (Visionaire), área na qual a Eckart é reconhecida mundialmente por suas tecnologias, para aplicação em formulações em meio aquoso.

“Os pigmentos metálicos Visionaire podem agora ser usados pela primeira vez em emulsões e outras formulações contendo água, graças à tecnologia de microencapsulação desenvolvida pela Eckart”, destacou Rita.

Constituídos de lâminas metálicas ultrafinas de bronze ou alumínio, revestidas com sílica que promovem superfície microespelhada, esses pigmentos metálicos oferecem cobertura incomparável à pele e disfarçam as imperfeições.

“A linha Visionaire é única no mercado. Atende a todas as regulamentações globais e apresenta pigmentos cujas tonalidades variam dos prateados aos dourados e acobreados”, destacou Rita.

Química e Derivados, Brilho dos diamantes inspirou a nova linha de pigmentos especiais,Cosméticos - Ativos funcionais ajudam maquiagens a proporcionar mais beleza e saúde
Brilho dos diamantes inspirou a nova linha de pigmentos especiais

Conforme acrescentou a especialista, a combinação desses pigmentos metálicos com outros torna possível obter efeitos policromáticos diferenciados que vão desde ao mate sutil até os reflexos metálicos mais acentuados.

Outra inovação assinada pela Eckart, em fase de registro de patente, está na nova linha de pigmentos de efeito (Mirage), que se distingue dos pigmentos à base de mica natural devido à intensidade do brilho e à transparência.

Essas propriedades ocorrem, segundo Rita, devido à espessura homogênea da partícula de borossilicato de cálcio e sódio, em contraposição com a estrutura em camadas e com a superfície irregular da mica natural, fazendo com que o revestimento de dióxido de titânio sobre as partículas de borossilicato de cálcio e sódio confi ra elevada transparência e cores refl etidas de interferência muito puras.

Em pigmentos, a Eckart também desenvolveu uma gama de 36 perolados com certifi cação Ecocert, atendendo aos padrões ecológicos e orgânicos.

Por intermédio da Unichem, novas tecnologias da alemã Sachtleben Pigments também estão aportando no mercado brasileiro na área de dióxido de titânio do tipo anatase com grau pigmentário.

“O dióxido de titânio com grau pigmentário Anatase for Food, Drug and Cosmetic (AFDC) é considerado um produto de alta pureza e atende totalmente às especificações globais, sendo classificado como matéria-prima autorizada pela Ecocert e que também possui certificação Kosher, apresentando excelente ação de cobertura para batons, bases, pós soltos e compactos, sombras e esmaltes para unhas”, informou Rita.

Em virtude de atuar como filtro físico, formando barreira sobre a pele capaz de bloquear as radiações UVA e UVB, e ser quimicamente inerte, o mais recente dióxido de titânio micronizado do tipo rutilo, lançado pela Sachtleben Pigments (UV-Titan M265), neste ano, também oferece alta estabilidade fotoquímica. Isso ocorre, conforme Rita, devido ao seu revestimento com trietoxicaprilil silano, que reduz a propriedade fotocatalítica do dióxido de titânio em suas aplicações, prevenindo possíveis reações químicas com outros ingredientes utilizados nas formulações.

“Essa nova tecnologia de revestimento já foi patenteada e permite a união química do trietoxicaprilil silano com as partículas de dióxido de titânio, melhorando a dispersão do filtro em meio oleoso”, acrescentou a especialista.

Pigmentos inovadores – A nova safra de pigmentos para maquiagem buscou inspiração de brilho em diamantes. As cores e os efeitos assemelham-se aos de um arco-íris.

Os dourados refletem a riqueza do ouro… Assim, a nova geração de pigmentos produzidos pela Merck oferece ao mercado de maquiagem efeitos de cor e brilho ainda mais surpreendentes.

Uma das integrantes dessa nova tecnologia é a família de pigmentos Xirona Volcanic Sparks, resultante da combinação de borosilicato de alumínio e cálcio encapsulados e com camadas de óxidos metálicos.

Geni Torrente, gerente do segmento de cosmético da divisão química da Merck Brasil, Cosméticos - Ativos funcionais ajudam maquiagens a proporcionar mais beleza e saúde
Geni Torrente: uniformidade das partículas é

“Para aplicações em sombras, batons, glosses e esmaltes, essa nova tecnologia confere alto brilho, transparência e cores e tons que vão do vermelho ao bronze, seguindo até ao dourado, representando uma evolução na tendência de cor vermelha, iniciada em 2007”, informou a engenheira química Geni Torrente, gerente do segmento de cosmético da divisão química da Merck Brasil.

A nova gama também inclui pigmentos sintéticos reluzentes que refletem a cor prata com brilho intenso. Pertencentes à família Ronastar, os pigmentos Noble Sparks, por exemplo, tornaram-se um dos mais conhecidos.

Constituídos de lâminas de borosilicato de alumínio e cálcio, esses pigmentos, segundo Geni, foram desenvolvidos com o substrato ideal para alcançar novos e melhores efeitos de brilho, podendo até reproduzir os efeitos das cores de um arco-íris.

Os novos pigmentos Noble Sparks integram-se aos demais pigmentos disponíveis na família Ronastar, cujos efeitos abrangem os dourados (Gold Sparks), os acobreados (Copper Sparks), os avermelhados (Red Sparks), os azulados (Blue Sparks), os esverdeados (Green Sparks), o violeta (Purple Sparks) e o azul esverdeado (Aqua Sparks), desenvolvidos com partículas que vão de 20 microns até 200 microns.

Outras novidades recém-lançadas pela Merck são os pigmentos Timiron Synwhite 40, constituídos de micas sintéticas que conferem a cor branca intensamente pura.

As cores puras já vinham integrando tendência observada nos últimos anos. Dois anos atrás, a Merck lançou dois pigmentos que alcançaram grande sucesso no mercado de maquiagem como o Xirona Lê Rouge e o Colorona Precious Gold.

“Esses dois pigmentos foram desenvolvidos para atender às necessidades do mercado por efeitos de cores puras em vermelho e dourado, acompanhando as tendências de cores para o outono-inverno de 2007 e 2008 e que irão se estender para 2009 e 2010”, revelou Geni.

Os pigmentos de efeito Xirona Lê Rouge exaltam a cor vermelha e combinam sílica sintética com camadas controladas de óxidos metálicos, em partículas que vão de 5 microns até 50 microns.

Já os pigmentos Colorona Precious Gold reproduzem efeitos intensamente dourados, semelhantes aos do amarelo ouro puro, e são constituídos de micas com tamanhos de partículas desde 10 microns até 60 microns, recobertas com múltiplas camadas de óxidos metálicos.

As principais vantagens oferecidas pelos pigmentos sintéticos, comparativamente aos pigmentos orgânicos, segundo destacou Geni, estão na uniformidade e na reprodutibilidade das partículas e nas suas propriedades antialérgicas. “A uniformidade das partículas dos pigmentos sintéticos é um aspecto muito importante para se assegurar maior qualidade aos produtos finais”, comentou Geni.

Sob a marca Xirona, a empresa também lançou recentemente diferentes tecnologias que produzem novos efeitos interessantes para o mercado de maquiagem.

Uma delas combina lâminas de sílicas sintéticas revestidas de monóxidos de metal com dióxido de titânio ou monóxido de ferro, produzindo efeitos dourados e avermelhados.

“As lâminas de sílica têm sua própria cor de interferência determinada pela espessura dos pigmentos, enquanto as cores apresentarão variações a depender do ângulo de observação da superfície de aplicação”, informou Geni.

A outra inovação traz pigmentos perolados produzidos a partir de plaquetas extremamente finas da tradicional mica, revestida com uma única camada de monóxido de metal, apresentando alto índice de refração. “Tanto a cor quanto o brilho são criados pela reflexão dos feixes de luz nas superfícies das camadas e pela interferência desses feixes entre si”, explicou Geni.

“Em contraposição aos pigmentos de mica de camada única – continuou ela – , os pigmentos de transição de cor da linha Xirona Color incluem várias camadas de dióxido de titânio e de dióxido de silício. Constituídos de multicamadas, exibem extraordinária intensidade nas cores e variações, dependendo do ângulo pelo qual são vistos”

Além das tecnologias em pigmentos desenvolvidas com substratos como mica, mica recoberta com dióxido de titânio, mica recoberta com óxido de ferro etc., incluindo sílica, borosilicato de alumínio e cálcio, oxicloreto de bismuto entre outros, a Merck também oferece linha de pigmentos funcionais (fillers) que, conforme Geni, contribuem para a maciez das texturas e estão em sintonia com o conceito de maquiagem mineral como Silk Mica, Mica M e Microsnasphere M, incluindo pigmentos à base de oxicloreto de bismuto como Biron MTU e Biron LF 2000.

No mundo todo, e também no Brasil, a empresa oferece a seus parceiros kits de tendências, para orientar fabricantes. O último kit revelou tendências de maquiagem para os públicos pré e adolescente e recebeu o nome de “Teens Kit – Girls Only!”.

Nesse kit, são resgatados conceitos como a importância de uso de maquiagem de alta qualidade em peles jovens e peles com maior propensão a reações alérgicas, tendo em vista os problemas que podem causar à pele os produtos não regulamentados devidamente.

Outras importantes ferramentas para a indústria cosmética preocupada em pautar seus desenvolvimentos com base nas tendências mundiais são os estudos e kits “Color Forecast”, divulgados pela Merck junto a seus clientes com antecedência de oito meses a um ano.

Nesses kits, compostos de livro, vídeo e cartelas de cores para várias regiões do mundo como Europa, China, Estados Unidos e Brasil, a companhia apresenta sugestões de produtos e efeitos para as quatro estações do ano, juntamente com suas respectivas fórmulas e guias para o seu correto desenvolvimento.

No recém-instalado laboratório de pesquisa e desenvolvimento de aplicações da Basf, em São Bernardo do Campo, SP, já podem ser concebidas as primeiras amostras de maquiagem de acordo com as novas tendências.

Recursos pelo menos não faltam, pois o laboratório conta com moldes para a fabricação de batons, prensas a produção de pós compactos, agitadores de alto cisalhamento para a mais perfeita dispersão de pigmentos, entre outros equipamentos, e irá operar junto à unidade de tintas e vernizes da companhia, instalada em São Bernardo do Campo.

Química e Derivados, Patrícia Cavalheri, gerente de marketing regional de Personal Care Ingredients da Basf, Cosméticos - Ativos funcionais ajudam maquiagens a proporcionar mais beleza e saúde
Patrícia Cavalheri: brasileiras preferem tons suaves

“Os clientes escolhem com quais plataformas de tendências de cores gostariam de trabalhar e nós podemos concretizálas”, informou a administradora Patrícia Cavalheri, gerente de marketing regional de Personal Care Ingredients da Basf.

“Não é nosso core-business trabalhar com tendências para maquiagem, mas temos parceria com uma renomada casa de tendências de Nova York, que nos presta consultoria para que possamos orientar nossos clientes com antecedência de um ano”, completou Patrícia.

As tendências de cores para 2009, apresentadas em primeira mão aos clientes estratégicos da companhia, revelam quatro grandes plataformas de inspiração ousadas e inovadoras como Wild Magic, Luxe Organic, Crazy Garden e Lost Land.

A tendência Wild Magic representa a magia selvagem e traz resultados especialmente indicados para peles ne gras. A criação dos pigmentos foi inspirada em vários elementos como pedras preciosas, texturas diferenciadas e perceptíveis ao toque e aspecto oleoso, quase molhado, para sombras líquidas, batons cremosos pigmentados em tons de laranja vibrantes, sem brilho (mate), efeitos iridescentes sobre a pele e alto brilho (ultraverniz) em tom violeta também para batons.

Inspirada em cores monocromáticas em tons de bege, madeira, areia, mel e quartzo, a tendência Luxe Organic, originalmente criada para peles brancas, remete aos elementos da natureza e propicia a criação de bases, sombras em pó e batons com brilho suave, bem próximos do natural.

As texturas siliconadas são as que mais se destacam na tendência Crazy Garden, trazendo tons cítricos, rosas, vermelhos e florais. A última tendência Lost Land traz tons escuros, mais carregados, densos e suntuosos de roxo, cinza e também tons pastel.

As tendências são várias, mas, na América do Sul, à exceção das colombianas e venezuelanas, as mulheres preferem maquiagem mais suaves e os especialistas da Basf procuram adaptar as grandes tendências mundiais de acordo com a preferência das brasileiras, segundo destacou Patrícia.

Na opinião do químico Luis Julian, coordenador de serviços técnicos de Care Chemicals para Personal Ingredients da Basf, as tendências mais fortes no momento também apontam para a multifuncionalidade.

Química e Derivados, Luis Julian, coordenador de serviços técnicos de Care Chemicals para Personal Ingredients da Basf, Cosméticos - Ativos funcionais ajudam maquiagens a proporcionar mais beleza e saúde
Luis Julian: mercado tende à multifuncionalidade

“As maquiagem devem apresentar mais atribuições, além de sua principal função que é embelezar, observando-se cada vez mais claims de tratamento e proteção solar UVA e UVB, área para a qual a Basf oferece ao mercado ampla gama de filtros UV”, disse Julian.

As maiores exigências quanto à qualidade, a seu ver, também constituem forte tendência em maquiagem.

Quanto aos batons, devem proporcionar melhor fi xação e mínima transferência. As máscaras devem evitar ingredientes que possam irritar os olhos. As sombras devem propiciar melhor fixação e fácil aplicação; enquanto os principais atributos para as bases são: mais resistência à água e ao suor.

Em se tratando de pigmentos de efeito, a Basf oferece ao mercado grande variedade de tecnologias baseadas em substratos de mica das linhas Tímica, Flamenco e Cloisonne, de borossilicato (linha Reflecks) e oxicloreto de bismuto (linhas Biju, Pearl Glo e Chroma Lite), os quais podem ser revestidos com óxidos metálicos e/ou pigmentos de absorção.

“Os revestimentos possibilitam uma grande variedade de cores e efeitos e os produtos são apresentados em vários tamanhos de partículas para a obtenção de distintas intensidades de brilho, desde acetinados, aveludados, cintilantes até glitters; e esses são os diferenciais dos nossos pigmentos de efeito, que possibilitam combinações de cores, brilhos e texturas que não são obtidas apenas com pigmentos de absorção”, esclareceu Julian.

Uma das grandes novidades para maquiagem são os pigmentos da linha Reflecks MultiDimensions, que apresentam efeitos de cor diferentes e de acordo com o ângulo de visão do observador.

Assim, os pigmentos da linha Reflecks MultiDimensions Changing Cherry mudam do verde ao roxo, oferecendo grande impacto visual às maquiagem.

Os pigmentos também podem ser empregados para dar efeitos de maior impacto a produtos fi nais, como perolar xampus ou sabonetes líquidos.

Leia também: Maquiagens tendem a ficar mais leves

Leia Mais:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.