Manutenção Industrial

Corrosão – Melhor proteção catódica e revestimentos controlam ação corrosiva de dutos

Marcelo Furtado
14 de julho de 2011
    -(reset)+

    química e derivados, Tubos de plásticos com reforço de malha de aço

    Tubos de plásticos com reforço de malha de aço

    Toda a malha de dutos enterrados terrestres ou submarinos, segundo a diretoria da Transpetro, é preservada por proteção catódica por corrente impressa, usando leitos de ânodos de ferro-silício-cromo ou de titânio com óxido de metais nobres. Para controlar o sistema, são feitas inspeções periódicas para a verificação da funcionalidade dos componentes e medições de potenciais eletroquímicos, além de análises específicas para identificar interferências de correntes elétricas no solo. Outra ferramenta de controle muito utilizada é o equipamento PIG

    instrumentado, que segue cronograma de uso de acordo com falhas encontradas nas inspeções. Além da corrosão externa, a Transpetro precisa ter ainda um programa de monitoramento de corrosão interna nos seus dutos, o que abrange a instalação de sensores de corrosão em pontos previamente determinados e uma sistemática análise físico-química dos produtos e eventuais resíduos coletados nos dutos. As avaliações químicas e microbiológicas efetuadas nos resíduos, associadas com o resultado do monitoramento dos sensores (perda de massa e de resistência elétrica), fornecem informações que norteiam as ações corretivas a serem implementadas.

    química e derivados, transpetro, dutovia

    Transpetro conta com dutovia de 14 mil km

    A companhia movimenta em seus dutos petróleo com baixo teor de água salgada e sedimentos e derivados para a indústria petroquímica (nafta) e de combustíveis (gasolina, QAV, óleo combustível, diesel e etanol). Mesmo tendo uma quantidade bastante reduzida de água, caso seja constatada alguma necessidade no transporte desses produtos, a empresa utiliza inibidores de corrosão que, segundo a Transpetro, não alteram a especificação comercial dos derivados transportados.



    Recomendamos também:








    2 Comentários


    1. Excelente reportagem. O mundo da mecânica é algo fantástico, no qual se insere profissionais de alto gabarito no Brasil, de equipes que tenho conduzido em obras de manutenção industrial, em usinas hidrelétricas e de açúcar e álcool, a primazia de aumentar a vida útil dos metais, é algo enusitado para com nós especialistas em mecânica fina, não poderia deixar de citar nosso profissionalismos em todos os setores de fabricação, de montagens de estruturas metálicas e de emprego de equipamentos eletromecânicos, que possam ter manutenção periódica garantida, desde abril de 2000 que ingressei no mundo www, na minha home page com algo próximo de 200 páginas internas, sempre informando o mundo em como amenizar e melhorar a qualidade de vida das pessoas. Saiba mais no meu portal https://www.treisc.eng.br


    2. Cremildinho

      Muito bom artigo, ajudou bastante



    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *