“Copa do mundo cosmética” será no Brasil em 2024 – ABC

Não há dúvidas de que este cenário ocasionado pela Covid-19 impactou no crescimento de vários segmentos.

Assim como os mais diversos setores, a área cosmética teve uma retração em um primeiro momento, porém foi um dos setores que se recuperou rapidamente, pois atua diretamente em nossa autoestima, bem-estar, beleza, saúde e higiene.

O mercado cosmético sempre apresentou crescimento, mas teve em 2020 uma interrupção nesta crescente, o que é totalmente compreensível pelo isolamento social que tivemos que praticar para o controle da pandemia.

Uma das categorias que mais sofreu impacto foi a de fotoprotetores, com menor exposição e com o uso de máscaras o seu uso foi reduzido, porém este setor da beleza apresenta uma grande resiliência.

Rapidamente as empresas se adequaram às necessidades dos consumidores, desenvolveram produtos com ação antisséptica, mas com benefícios de hidratação, as reuniões virtuais sem máscaras permitiram o uso de maquiagens, o tempo de home office fez com que as consumidoras cuidassem mais de seu corpo, cabelos, unhas, enfim, um autocuidado e, consequentemente, hábitos que possibilitaram a retomada do crescimento do mercado cosmético.

Hoje, o Brasil se destaca no cenário mundial quando o assunto é produto com performance, de qualidade, com segurança e eficácia, criamos tendências e nossos produtos são referências para o mundo, sendo utilizados muitas vezes como benchmark.

Nem sempre foi assim, nos anos 70 e 80 era comum as empresas serem fast followers, apesar de termos pesquisadores competentes na área cosmética, as inspirações de criações de produtos vinham do exterior. Buscavam-se lançamentos da Europa, EUA, Japão, França e se tentava desenvolver algo com a mesma qualidade e performance.

Por mais que os formuladores se esforçassem, nem sempre os resultados apresentavam a mesma performance, pois não havia naquele período, os ingredientes cosméticos adequados para os desenvolvimentos.

Química e Derivados - "Copa do mundo cosmética" será no Brasil em 2024 - ABC ©QD Foto: iStockPhoto
Alberto Keidi Kurebayashi é vice-presidente técnico da Associação Brasileira de Cosmetologia (ABC)

Atualmente esta situação é completamente diferente, hoje os lançamentos de ingredientes cosméticos são realizados simultaneamente nos mais diversos países, assim, temos à nossa disposição os mesmos itens que são lançados na Europa, EUA, França, Japão…

Com estes ingredientes disponíveis para os pesquisadores brasileiros, aliados ao seu conhecimento e criatividade, o resultado só poderia ser produtos e conceitos que são admirados e referenciados no mundo.

Um fator fundamental para que o nosso mercado cosmético tenha crescido e se fortalecido se deve às empresas de ingredientes que aqui se estabeleceram.

Temos atualmente as melhores e maiores empresas de ingredientes cosméticos nos atendendo, com eficácia e agilidade no atendimento, estoque local, serviços técnicos e de marketing, enfim, uma combinação de fatores que nos permite desenvolver produtos diferenciados.

A forma de atuação das empresas fornecedoras de insumos cosméticos no Brasil é bem diferenciada se comparada a de outros países, temos uma forma especial de relacionamento. O sucesso de muitos lançamentos e produtos se deve a esta forte parceria.

A Associação Brasileira de Cosmetologia atua desde sua criação, em 1973, capacitando o setor e promovendo esta interação entre empresas de produto acabado, empresas de ingredientes e serviços, academia e futuros profissionais que atuarão neste segmento.

Estas maiores e melhores empresas de ingredientes estão juntas à ABC, promovendo constantemente eventos de capacitação e informação ao mercado.

Através do Congresso Brasileiro de Cosmetologia, a ABC promove o encontro de toda a cadeia produtiva para discussão e alinhamentos que contribuem para que o nosso mercado seja um dos mais inovadores.

Ao longo do ano, eventos de alto nível abordam não somente desenvolvimento de produtos, mas também a parte regulatória, embalagens, temas como Green e Blue Beauty, logística reversa, o que torna a ABC uma referência dentre as entidades pertencentes ao IFSCC (International Federation of Societies of Cosmetic Chemists).

Tal reconhecimento se materializa na cessão da IFSCC em selecionar o Brasil como sede do 34º. Congresso Internacional da IFSCC, em 2024, a “Copa do Mundo Cosmética”.

Este ano, o evento internacional ocorreu em Cancun (México); em 2022, será em Londres (Inglaterra); em 2023, em Barcelona (Espanha); e finalmente em 2024 será em Foz do Iguaçu (Brasil).

E a ABC já está trabalhando para que seja um evento inesquecível e de alto nível técnico, estamos trabalhando para além de uma organização impecável, um programa de turismo mostrando as belezas do nosso país e, principalmente, capacitando o setor e meio acadêmico para apresentarem trabalhos orais e em forma de pôsteres, mostrando o alto nível dos nossos pesquisadores.

Que todos tenham um excelente ano que se inicia, acompanhem e estejam juntos dos eventos que a ABC realizará em 2022. Um abraço.

Alberto Keidi Kurebayashi é vice-presidente técnico da Associação Brasileira de Cosmetologia (ABC)

Química e Derivados - Envelhecimento Capilar - ABC Cosmetologia

ABC Cosmetologia

A Associação Brasileira de Cosmetologia (ABC Cosmetologia), é uma entidade sem fins lucrativos, fundada em 10 de abril de 1973, com objetivo de promover o desenvolvimento da cosmetologia nacional.

Formada por um grupo de profissionais das áreas de Farmácia, Química e afins, ligados a universidades e empresas de produto acabado e matérias-primas para a indústria de higiene pessoal, cosméticos e perfumes, a ABC promove atividades tecnológicas, científicas e de regulamentação em prol do setor.

Mais informações: https://www.cosmetologiabrasil.com/

Leia Mais:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios