Tintas e Revestimentos

Congresso que estimula a inovação – Abrafati 2019

Quimica e Derivados
2 de outubro de 2019
    -(reset)+

    Química e Derivados - Abrafati: Tendências globais de saúde, qualidade e sustentabilidade apontam o futuro do setor

    Nos três primeiros dias de outubro, o setor de tintas terá acesso a um amplo acervo de pesquisas e desenvolvimentos recentes, que impulsionarão o seu avanço tecnológico. É nesse período que se realiza em São Paulo o Congresso Internacional de Tintas, cuja 16ª edição faz parte da ABRAFATI 2019. Com a participação de especialistas conceituados, do Brasil e do exterior, o evento terá como epicentro a inovação. Estarão em forte evidência, nos trabalhos, apresentados oralmente ou por escrito na Sessão Pôster, os três pilares nos quais se concentra hoje a atividade voltada para a inovação: sustentabilidade, desempenho/qualidade e funcionalidades.

    Desenvolvidos por estudiosos de todo o mundo, ligados à indústria de tintas, aos seus fornecedores e ao meio acadêmico, os estudos em destaque no Congresso buscam responder às demandas atuais e futuras do consumidor, da sociedade e do mercado.

    Fazem parte da programação, por exemplo, diversos trabalhos que analisam e propõem novas soluções para aspectos ligados aos processos de produção e à performance das tintas. Entre os temas a serem tratados incluem-se novas moléculas, as mais recentes gerações de aditivos mais eficientes e de pigmentos de alta performance, assim como as variadas formas de propiciar melhorias nas propriedades das tintas (incluindo durabilidade, resistência, cobertura e secagem) ou de adicionar novas funcionalidades a elas.

    Química e Derivados -

    Antonio Carlos de Oliveira é presidente-executivo da ABRAFATI – Associação Brasileira dos Fabricantes de Tintas

    Temas como o uso racional de matérias-primas, a economia de água e energia, a minimização da geração de resíduos – incluindo o seu reaproveitamento e reciclagem –, a utilização de matérias-primas mais sustentáveis e de fontes renováveis ou a redução das emissões de VOCs (compostos orgânicos voláteis) também estarão em evidência, da mesma forma que relevantes contribuições para avanços em áreas como a qualidade do ar interior e da eficiência energética de edificações. Tudo isso reafirma a importância da sustentabilidade como driver da pesquisa relacionada às tintas. Outros assuntos se conectam a essa busca por produtos mais sustentáveis e aplicações que tragam benefícios do ponto de vista ambiental. Entre eles, estão as novidades associados ao papel das tintas no combate à corrosão, à evolução dos sistemas à base de água e à utilização de alto teor de sólidos nas tintas.

    Nesse amplo conjunto, há espaço para inovações relacionadas aos mais variados tipos de tintas: das decorativas às de uso na indústria. Há, também, muito conteúdo conectado a um aspecto crucial para o produto, especialmente – mas não exclusivamente – para as linhas imobiliária e automotiva: as cores. Das tendências à sua formulação, o tema estará na grade do Congresso, trazendo mais elementos para a análise de quem lida com as tintas.

    Merecem uma menção especial, por ser uma das vertentes em que a inovação se verifica na indústria, os vários estudos relacionados à tecnologia de cura por radiação, que serão apresentados no seminário específico sobre o tema, promovido dentro do Congresso, em conjunto com a RadTech South America.

    Naturalmente, não faltarão abordagens diretas e laterais a temas que estão na ordem do dia deste mundo em constante transformação em que vivemos: digitalização, realidade virtual, big data, indústria 4.0 e outros estarão presentes em várias apresentações.

    Essa é uma visão geral da programação, que envolve outras temáticas e aspectos específicos de algumas da que menciono aqui. O que é fundamental ressaltar é a alta qualidade dos trabalhos, a sua amplitude e o seu caráter inovador, que a tornam extremamente útil e, ouso dizer, indispensável para todos aqueles que atuam no setor. Não só os profissionais de áreas técnicas devem assistir às apresentações, mas também os gestores, que delas sairão com elementos que permitam pensar e planejar novas estratégias. Para esses dois grupos, posso afirmar que essa é a melhor oportunidade para aprofundarem seus conhecimentos e terem uma visão panorâmica das megatendências que ditam os rumos da indústria de tintas e das inovações desenvolvidas para fazer frente a elas. A próxima oportunidade será só daqui a dois anos: tempo demais para ficar sem atualização de conhecimentos (sem falar nos benefícios agregados pela interação com os maiores especialistas da indústria).

    Venha para a ABRAFATI 2019! O Congresso e a Exposição têm muito a oferecer a você!

    Texto: Antonio Carlos de Oliveira



    Recomendamos também:








    0 Comentários


    Seja o primeiro a comentar!


    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *