Química

Sociedade Sustentável – Congresso Atuação Responsável debate soluções

Quimica e Derivados
5 de dezembro de 2016
    -(reset)+

    O Estudo Estratégico de Logística – II Fase será apresentado no dia 19 de outubro, na sala Inteligência Logística para uma Indústria Química mais Competitiva. O trabalho, que está em fase de desenvolvimento, demonstrará os entraves logísticos para o setor químico, bem como propostas para melhorias dos fluxos. O trabalho é coordenado pela Abiquim, com apoio governamental e de suas associadas e integrará o Plano Operacional de Transporte (POT) a ser elaborado pela Empresa de Planejamento e Logística do Governo Federal – EPL. A sala ainda promoverá um debate sobre as reais necessidades logísticas da indústria química, propondo soluções relacionadas à infraestrutura e regulação em prol do desenvolvimento do setor.

    A Comissão Setorial Solventes de Uso Industrial também será lançada no dia 19 de outubro, na sala Solventes de Uso Industrial. A comissão formada pelas empresas Oxiteno, Braskem, Elekeiroz, Rhodia Solvay e Eastman foi criada com o objetivo de melhorar a imagem e reputação dos solventes, ampliar a informação sobre sua correta utilização, apoiar iniciativas de distribuição responsável e alavancar a profissionalização do mercado. “A imagem do produto foi ligada ao uso incorreto”, explica o coordenador da comissão, Eduardo Perez. “Se for usado da forma correta, seguindo as melhores práticas e as políticas de sustentabilidade, os solventes são uma ótima solução de matéria-prima”, conta a vice-coordenadora da Comissão, Daniela Manique.

    Saúde, segurança e meio ambiente – As sugestões apresentadas pelos membros dos Conselhos Comunitários Consultivos (CCCs), no VI Encontro Nacional de CCCs, realizado em agosto, serão abordadas na sala Diálogo com a Comunidade, que acontece no dia 18 de outubro. “Nossa ideia é que a apresentação não seja expositiva, mas participativa e que cada empresa acompanhada de seu CCC cumpra a meta de implantar o projeto”, conta a coordenadora da Comissão Diálogo com a Comunidade, Sylvia Tabarin Vieira.

    Além dos temas apresentados para o desenvolvimento de um projeto único, a sala contará com uma mesa redonda com três diretores de empresas que possuem conselhos, os quais abordarão os benefícios adquiridos ao manter o relacionamento com a comunidade. O debate será intermediado pela professora e doutora em Educação Ana Paula Arbache, docente da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e dos cursos de MBA da Fundação Getúlio Vargas e da Business School São Paulo.

    A sala Segurança de Processo (Sepro), que será realizada no dia 18 de outubro, abordará a gestão da segurança de processos e gerenciamento de riscos na indústria. A programação inclui a apresentação: “Gestão de riscos para o mercado de seguros” da FM Global. A sala também contará com uma apresentação do especialista em Segurança de Processo da Braskem, Sandro França; e do coordenador da Comissão de Segurança de Processo da Abiquim, João Carlos Gregoris, da empresa Dow, que abordarão a segurança de processos, governança corporativa e o gerenciamento de riscos. O engenheiro de Segurança da DuPont, Eduardo Francisco e Sandro França da Braskem explicarão como é a implantação da Sepro na indústria.

    A sala ainda terá a mesa redonda: “A gestão de Sepro para empresas de diversos portes – aplicação da legislação vigente”, com a participação do químico da Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (Cetesb), Sandro Roberto Tomaz; do representante do Comitê de Fomento Industrial de Camaçari (Cofic) no Conselho Estadual do Meio Ambiente da Bahia (Cepram), Aurinézio Calheira; e da analista da Fundação Estadual de Proteção Ambiental Henrique Luiz Roessler – RS (Fepam), Fabiani Ponciano Vitt Tomaz. A programação contará com mais duas apresentações relacionadas à armazenagem segura de produtos químicos com a apresentação da Petrobras, realizada pelo consultor Milton Lacerda Filho, e pelo consultor sênior de Segurança de Processos e Plantas Químicas da Bayer para América Latina, Antonio Carlos de Oliveira Ribeiro.

    Na sala Preparação e Atendimento a Emergências, que será realizada no dia 18 de outubro, o coordenador da Comissão de Estudos de Líquido Gerador de Espuma do CB-24 da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT), Maurício Feres, explicará os critérios de homologação e testes, conforme as normas vigentes, do líquido gerador de espuma. O consultor e tenente da reserva do Corpo de Bombeiros da Polícia Militar do Estado de São Paulo, Eduardo Koizumi, abordará o sistema de combate a incêndio por espuma.

    O coordenador do Departamento de Qualidade da Kidde Brasil, empresa fabricante de mangueiras de incêndio, espuma, extintores portáteis e automotivos e pó químico, Humberto Brotto Lopes, abordará a aplicação, estocagem, o mercado brasileiro e as novas tecnologias disponíveis no mercado para o combate a incêndios. O coronel subcomandante do Corpo de Bombeiros da Polícia Militar do Estado de São Paulo, Cássio Roberto Armani, contará sobre os principais desafios encontrados no uso do líquido gerador de espuma nos eventos, que ocorreram na cidade de Cubatão e demais municípios.

    A sala Stress no Trabalho e a Caracterização de Doenças Psicossociais acontece no dia 19 de outubro e abordará esse problema, que pode atingir qualquer trabalhador, independentemente de sua ocupação. Os palestrantes apresentarão uma visão ampla das enfermidades ligadas a riscos psicossociais, as situações que podem gerar o estresse e como as pessoas e as empresas podem minimizar esses fatores de risco.



    Recomendamos também:








    0 Comentários


    Seja o primeiro a comentar!


    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *