Cloro: confira suas principais aplicações

Cloro: além dos usos mais comuns, não deixe de conferir suas propriedades, medidas de segurança para o manuseio e fornecedores no Brasil

O cloro é uma das substâncias químicas mais utilizadas pelas indústrias. Popularmente, ele é conhecido por sua aplicação no tratamento de água, principalmente de piscinas, no entanto, seu maior uso ocorre nas indústrias de PVC e poliuretanos.

Também vale destacar que é esperado um avanço no mercado de cloro em razão do Marco Legal do Saneamento (Lei 14.026/20), que tem por objetivo promover o saneamento básico a toda população brasileira no prazo de 10 anos, com possibilidade de extensão de mais sete. Atualmente, 44% dos brasileiros não tem acesso à coleta e tratamento de esgoto e por volta de 15% não recebem água tratada.

Acesso Rápido no post

O que é cloro?
Qual é sua fórmula
Quais são suas principais características?
Para que serve?
Como o cloro deve ser manipulado?
Onde comprar o cloro?

O que é cloro?

O cloro é um elemento químico da tabela periódica, representado pelo símbolo Cl e identificado pelo número atômico 17. Dessa forma, podemos dizer que ele pertence ao grupo dos halogênios.

Na natureza, pode ser encontrado em rochas, incluindo o sal-gema e a silvita, e em oceanos. O sal-gema, também chamado de sal de rocha, é um mineral composto por cloreto de sódio (NaCl), cloreto de potássio (KCl) e cloreto de magnésio (MgCl2). É mais fácil encontrá-lo como cloreto e cloratos do que em sua forma pura.

Em escala industrial, o cloro é obtido pela eletrólise do sal de uma solução aquosa de cloreto de sódio, proveniente da sal-gema. Desta reação, resultam o cloro gás (Cl2) acompanhadas de hidrogênio e, normalmente, o hidróxido de sódio (soda cáustica).

    Orçamento Rápido

    Informe os produtos que deseja receber cotação.

     

     

    Qual é sua fórmula?

    O elemento químico do cloro é Cl, mas como vimos, naturalmente ele é encontrado em forma de gás, com a fórmula Cl2, e é chamado de cloro molecular ou gás cloro.

    Quais são suas principais características?

    • Estado físico: Gás à pressão atmosférica/ Líquido sob pressão.
    • Cor: Amarelo a esverdeado. Esverdeado na forma de gás e âmbar na forma líquida.
    • Odor: Pungente, penetrante e irritante.
    • CAS: 7782 – 50 – 5.
    • Solubilidade em água: completamente miscível em água.
    • Altamente irritante.
    • Corrosividade: O cloro gás não é corrosivo, no entanto se transforma em um forte corrosivo quando entra em contato com a água.
    • Alta reatividade.
    • Estabilidade: Produto estável em condições normais de temperatura e pressão.
    • Densidade: O cloro gasoso é menos denso que o ar.

    História do Cloro

    O cloro foi descoberto pelo sueco Carl Wilhelm Scheele, em 1774, através da reação do dióxido de manganês com ácido clorídrico, em que ele percebeu que o produto desta reação era um gás desconhecido.

    A sua denominação e inclusão na tabela periódica só veio em 1811 com Humphry Davy, o qual conseguiu aprofundar o estudo sobre essa nova substância.

    Para que serve?

    Ele é um dos produtos químicos mais usados no tratamento da água e isso se deve ao seu poder residual, o qual assegura que a água não será contaminada no trajeto entre a saída da estação e o local de consumo, seja por problemas na tubulação, caixas d’água, entre outros.

    A produção de cloro em 2022 teve um crescimento em torno de 8%, atingindo 1.016 milhão de toneladas.

    Confira abaixo suas principais aplicações:

    • Tratamento de Água e tratamento de esgotos.
    • Tratamento de água de piscinas: ele é aplicado nas piscinas para a desinfecção de água, mantendo ela limpa e livre de bactérias, algas e outros microrganismos.
    • Tratamento de água de resíduos industriais.
    • Fabricação de PVC: este item é amplamente utilizado na produção de tubos, conexões, materiais de construção, embalagens e outros produtos.
    • Fabricação de produtos de limpeza: graças ao seu poder desinfetante e branqueador, cloro é normalmente utilizado em limpeza por meio de água sanitária e alvejantes.
    • Produção de agroquímicos.
    • Fabricação de produtos químicos clorados, como solventes, agentes de resfriamentos e muito mais.
    • Indústria de papel e celulose: o dióxido de cloro é utilizado no branqueamento de papel.
    • Indústria têxtil: o dióxido de cloro é aplicado no branqueamento de tecidos.
    • Produção de borracha sintética.
    • Produção de anticoagulantes
    • Fabricação de lubrificantes e fluidos para freios.
    • Usado na produção de outros compostos.

    Leia Mais
    Cloro e Álcalis: Indústria investe no aumento da produção
    Sabará Químicos inova com Sany-Plus Powder: saiba as vantagens do dióxido de cloro em pó
    Setor de cloro-álcalis realiza 15º exercício simulado de emergência
    Dióxido de Cloro é uma das mais eficazes soluções para democratização de água tratada e segura para todos
    Indústria de cloro-álcalis doa mais de 150 mil litros de hipoclorito de sódio para desinfecção de locais públicos – Abiclor
    Substitutos ganham espaço no saneamento – Meio ambiente
    Sem mercúrio no cloro, promete indústria – Meio Ambiente
    Tecnologia ambiental: Cloro-Soda melhora
    Soda reverte queda de produção, mas pede mudanças
    Setor pede energia com preço menor
    Percloroetileno ou Tetracloroetileno

    Como o cloro deve ser manipulado?

    Em razão da sua toxidade e corrosividade, é imprescindível que a manipulação do cloro seja realizada com segurança e utilização de equipamento de proteção individual (EPI). São exemplos de EPI: óculos de segurança modelo ampla visão; respirador com suprimento de ar; proteção facial total, sapatos de segurança; vestimentas protetoras.

    Medidas de primeiros socorros

    Em caso de inalação: remova a vítima para o ar fresco. Se ela estiver respirando com dificuldade, administre respiração artificial, se possível. Mantenha o paciente aquecido e procure atendimento médico.

    – Em caso de contato com a pele: retire roupas e sapatos contaminados e lave o local afetado com água corrente durante 15 minutos. Também é necessário buscar atendimento médico.

    – Em caso de contato com os olhos: lave imediatamente os olhos com água corrente durante 15 minutos, mantendo as pálpebras superiores e inferiores completamente abertas e separadas. É importante procurar um médico imediatamente, se possível, um oftalmologista.

    Quanto ao armazenamento, é essencial que ele seja realizado de acordo com os regulamentos e padrões existentes. As embalagens devem ser mantidas fechadas e guardadas em área ventilada, afastada de fontes de calor e de substâncias incompatíveis.

    Onde comprar o cloro?

    Para encontrar os principais fornecedores de cloro no Brasil, acesse o Guia QD, o mais completo guia eletrônico de compras e vendas do setor químico e importante ferramenta da editora QD para o desenvolvimento de negócios entre fornecedores e compradores.

    Nele, você tem acesso rápido a diversos fornecedores e ainda conta com a facilidade de realizar vários orçamentos de uma só vez para diversas empresas.

    Nenhuma ferramenta do mercado oferece um suporte tão grande como o Guia QD. Experimente essa incrível facilidade e veja como é possível ganhar tempo em suas cotações e agilizar suas compras.

      Orçamento Rápido

      Informe os produtos que deseja receber cotação.

       

      Deixe um comentário

      O seu endereço de e-mail não será publicado.