Cloreto Férrico: essencial no tratamento de água

Cloreto Férrico: veja suas principais aplicações na indústria, onde comprá-lo e outras disposições importantes

O cloreto férrico é um produto químico muito relevante para vários setores da indústria, sendo utilizado em grande parte como agente coagulante e floculante no tratamento de água, afluentes e efluentes. Embora sua principal aplicação seja para remoção de partículas, impurezas e microrganismos, ele ainda pode atender outros segmentos, como de tintas, rotogravura, siderurgico, têxtil e muito mais. Confira a seguir mais detalhes. Boa leitura!

Acesso Rápido no post

O que é cloreto férrico?
Qual é sua fórmula?
Quais são suas principais características?
PPara que serve o cloreto férrico?
Manipulação do cloreto férrico
Onde comprar o cloreto férrico??

O que é cloreto férrico?

Trata-se de um composto químico líquido, de cor castanha, caráter ácido e muito solúvel em água. Além do termo cloreto férrico,  é reconhecido no mercado por outros sinônimos, como cloreto de ferro III, percloreto de ferro e tricloreto férrico.

    Orçamento Rápido

    Informe os produtos que deseja receber cotação.

     

    Qual é sua fórmula?

    Sua fórmula molecular é FeCl3. Dessa forma, o cloreto férrico é composto por dois elementos, o ferro (Fe) e cloro (Cl).

    Quais são suas principais características?

    • Composto inorgânico.
    • Tipo: solução. apresenta-se como uma solução aquosa.
    • CAS 7705-08-0.
    • Aspecto: líquido.
    • Cor: marrom escuro à avermelhado.
    • Odor: pungente.
    • Tem caráter ácido.
    • Peso molecular: 162,2 g/mol.
    • Solubilidade(0 °C): 100% em água.
    •  Insolúvel em solventes orgânicos.
    • Densidade: >1,30 g/cm3.
    • pH (sol 10%): < 2,00 (25 °C). Ele atua numa vasta gama de pH.
    • Estabilidade: ele é estável em condições normais de temperatura e pressão.
    • Agente coagulante: ele é um coagulante à base de ferro, ou seja, um produto eficaz para que as partículas sólidas, chamadas de coloides, e outras impurezas, suspensas na água, se aglutinem (unam) aos flocos do composto de ferro.
    • Agente floculante: o cloreto férrico é muito importante na potabilização, ou seja, ele serve para remover partículas e impurezas em suspensão, as quais normalmente não decantam facilmente.
    • Produto incompatível: o cloreto férrico não é compatível com potássio, sódio, óxido de etileno, nylon, álcalis e outros oxidantes.

    Leia Mais
    Meio ambiente: Crescimento da demanda por químicos
    BAUMINAS Química anuncia nova unidade fabril no Espírito Santo e ampliação da unidade fabril do Rio de Janeiro
    Floculação – Poliacrilamidas aceleram remoção de sólidos suspensos dos efluentes tratados
    Crise Hídrica – indústria química lança guia para plano de contingência
    Artigo Técnico: Tecnologias para reúso de efluentes e dessalinização de água do mar
    Fenasan – Feira mostra saídas tecnológicas para melhorar o ambiente
    Reúso de Água – Algumas indústrias evitam desperdício com recirculação, mas poucas reúsam de fato
    Água – Companhias de saneamento deixam sem controle os cancerígenos trihalometanos
    Água: Cresce uso da tecnologia de MBR no Brasil
    Água – Coagulantes modificados e mais eficazes reforçam o poder da clarificação

     

    Para que serve o cloreto férrico?

    Como vimos acima, esta substância pode ser aplicada para diversas funções e nos mais variados segmentos, sendo a sua principal utilização no tratamento de água, esgoto, efluentes de processos industrias. Veja a seguir outras aplicações importantes para este produto:

    • Tratamento de água potável e residual.
    • Tratamento de esgoto.
    • Tratamento de afuentes.
    • Tratamento superficial dos metais.
    • Tratamento de efluentes em processos industriais: o cloreto férrico é aplicado em tratamentos de efluentes com alto teor de metais pesados e que necessistem de pH alto para floculação. Poe exemplo, ele é usado em efluentes das fábricas de PVC.
    • Redução da DBO (Demanda Bioquímica de Oxigênio) e DQO (Demanda Química de Oxigênio).
    •  Eliminação de fosfatos e fósforo.
    • Usado como inibidor de emulsões em betumes e para elevar a resistência na aplicação em superfícies betuminosas.
    • Tratamento de superfícies ou gravuras de metais: produção de circuitos impressos e rotogravura.
    • Setor de tintas (pigmentos).
    • Na purificação de glicerina bruta.
    • Desidratação de lodos industriais.
    • Atua como coadjuvante na desidratação de lamas.
    • Dissolução de metais (cobre,  níquel, estanho, manganês, ferro, cobalto).
    • Indústria de alimentos e bebidas.
    • Siderúrgica.
    • Indústria têxtil.
    • Indústria petroquímica.
    • Indústria automotiva.
    • Mineradoras.
    • Lavanderias industriais.
    • Fabricação de peças metálicas que exigem alto nível de precisão.

    Manipulação do cloreto férrico

    Para o manuseio do cloreto férrico é necessário que exista um sistema de ventilação/exaustão no local de trabalho, além da utilização, por parte do colaborador, de equipamento de proteção individual,  (EPI), como óculos de segurança, luvas de PVC, botas de couro ou borracha, máscara com filtro, roupa de proteção e avental de PVC. Estas medidas são imprescindíveis para o desenvolvimento da atividade, de modo a evitar o contato do produto químico com a pele, olhos, trato digestivo e respiratório, garantindo assim a segurança de todos.

    Mais detalhes sobre o cloreto férrico você encontra na Ficha de Segurança deste produto químico (FISPQ), um documento muito importante que contém identificação do produto, perigos, riscos, medidas de primeiros socorros, medidas de combate a incêndio, manuseio e armazenamento, propriedades físicas e químicas e outras disposições.

    Medidas de primeiros socorros

    – Em caso de contato com os olhos: lavar os olhos, mantendo as pálpebras levantadas, com  bastante água por aproximadamente 15 minutos. Vale consultar um oftalmologista.

    – Em caso de contato com a pele: remova as roupas e sapatos contaminados e lave o local com água abundante e sabão. Procurar atendimento médico para melhor avaliação.

    – Em caso de inalação: retirar a vítima para local ventilado. Se necssário, aplique respiração artificial.

    – Em caso de ingestão: este produto pode causar irritação da boca e estômago, além de dores abdominais, vômito, diarréia entre outros. Nunca ofereça nada à pessoa inconsciente. Se ela estiver consciente, ofereça de 1 a 2 copos de água. Não induza o vômito.  Procure atendimento médico imediatamente.

    Quanto ao armazenamento, o cloreto férrico deve ser guardado em tanques de estocagem, tubulações e bombas de material resistente, por exemplo, aço revestido com ebonite, PRFV, PVC, PP, PE, EPOXI, borracha anti-ácida, entre outros. Além disso, sua embalagem precisa ser armazenada em local seco, arejado, fechado,  protegido da luz e distante de substâncias incompatíveis.

    Onde comprar o cloreto férrico?

    Para encontrar os principais fornecedores de cloreto férrico no Brasil, acesse o Guia QD, o mais completo guia eletrônico de compras e vendas do setor químico e importante ferramenta da editora QD para o desenvolvimento de negócios entre fornecedores e compradores.

    Nele, você tem acesso rápido a diversos fornecedores e ainda conta com a facilidade de realizar vários orçamentos de uma só vez para diversas empresas.

    Nenhuma ferramenta do mercado oferece um suporte tão grande como o Guia QD. Experimente essa incrível facilidade e veja como é possível ganhar tempo em suas cotações e agilizar suas compras.

      Orçamento Rápido

      Informe os produtos que deseja receber cotação.

       

       

      Deixe um comentário

      O seu endereço de e-mail não será publicado.