Farmacêutico e Biotecnologia

Biotecnologia: Bosch entrega linha de envase de insulina para a BIOMM

Quimica e Derivados
11 de julho de 2018
    -(reset)+

    Linha inclui geradores de água farmacêutica para injetáveis

    Linha inclui geradores de água farmacêutica para injetáveis

    A Bosch Packaging Technology entregou uma solução turnkey para a produção, envase e embalagem de insulina na nova fábrica da Biomm S.A., uma startup farmacêutica nacional, com origem na antiga Biobrás, em Nova Lima-MG. A fábrica está pronta, mas a Anvisa indeferiu em março o registro da insulina recombinante, obstando sua fabricação. A empresa entrou com recurso contra a decisão do órgão e aguarda a liberação oficial ainda para este ano.

    A Biomm S.A. é a primeira empresa biofarmacêutica brasileira, e a única do seu tipo listada na B3B, a Bolsa de Valores Brasileira. A empresa possui uma lista de direitos de propriedade intelectual para a produção de proteínas recombinantes humanas em mais de 20 países. Entre outras, a Biomm é a pioneira brasileira na produção de insulina humana. Estabelecida em 2001 como a primeira startup de biotecnologia no Brasil, a empresa já trilhou um longo caminho, e pretende expandir seu portfólio com medicamentos biológicos adicionais nos próximos anos. Para a produção de insulina humana e seus análogos para o mercado brasileiro, a Biomm criou uma nova unidade industrial, equipada com duas linhas de produção e envase.

    Rapidez na comercialização – O local para este novo projeto em Nova Lima, grande Belo Horizonte, foi selecionado de acordo com a boa infraestrutura disponível na região. “Como uma startup, é da natureza do negócio que nossa prioridade número um seja uma entrada rápida dos nossos produtos no mercado”, diz Francisco Freitas, Diretor de Operações da Biomm. A nova planta deve estar em funcionamento até 2018, após a qualificação e autorização da planta pelas autoridades brasileiras. “Os requisitos regulamentares atuais exigem um projeto robusto e confiável. Para ter sucesso em um ambiente altamente competitivo, precisamos trabalhar com as tecnologias mais recentes”, explica Freitas. Por todas essas razões, a Biomm exigiu uma parceira com muitos anos de experiência, que pudesse fornecer tudo a partir de uma única fonte.

    “Em linha com nossas metas comerciais, regulamentares e de qualidade, estávamos buscando uma linha de produção automatizada, customizada e altamente confiável para injetáveis”, descreve Freitas quanto o escopo do projeto. “A Bosch Packaging Technology possui muita experiência no mercado e uma boa reputação. Mas, mais importante que isso, eles apresentaram a melhor solução para a produção completa com riscos de interface minimizados, menos treinamento de pessoal, investimentos reduzidos em peças de reposição e uma abordagem holística aos serviços.”

    Foram três anos de trabalho duro para as equipes da Biomm e da Bosch, finalizados com sucesso. A Biomm está agora equipada para produzir soluções e suspensões injetáveis e envasá-las em frascos e carpules. Várias unidades e diferentes instalações da Bosch foram envolvidas no design e implantação da linha de produção. Ao atribuir um gestor de projeto para o trabalho e ao unir todas as disciplinas sob uma única estrutura, foi possível uma execução tranquila desde o início. “A coordenação geral do projeto, juntamente com a experiência e o entendimento das nossas necessidades específicas, foram cruciais para esse sucesso”, ressalta Freitas.

    A solução oferecida pela Bosch foi totalmente customizada de acordo com os requisitos da Biomm. A empresa não só entregou todas as diversas máquinas para compor duas linhas distintas para frascos e carpules, mas também garantiu que as interfaces entre o pure media system, os dois sistemas de formulação e também as duas linhas de envase façam os processos correrem da forma mais suave possível. Além disso, a Bosch também cuidou da instalação e tubulação, executadas pela subsdiária brasileira.


    Página 1 de 212

    Recomendamos também:








    0 Comentários


    Seja o primeiro a comentar!


    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *