Farmacêutico e Biotecnologia

Analitica: Feira reúne segmentos da área analítica e da nanotecnologia

Hamilton Almeida
20 de setembro de 2019
    -(reset)+

    Química e Derivados - Analitica Latin America: Diversificada, Feira reúne segmentos da área analítica e também da nanotecnologiaQuímica e Derivados - Analitica Latin America: Diversificada, Feira reúne segmentos da área analítica e também da nanotecnologia

    Analitica Latin America: Diversificada, Feira reúne segmentos da área analítica e também da nanotecnologia

    A Analitica Latin America chega à 15ª edição com o intuito de “tornar-se espelho para o mercado e proporcionar uma plataforma de negócios eficiente, que gere novas oportunidades e apresente o que há de mais atual no segmento, sendo a conexão entre a iniciativa privada, o setor público e a academia”, afirma Diego de Carvalho, diretor de portfólio da NürnbergMesse Brasil, a organizadora do evento.

    “Estamos empenhados em trazer o que há de mais moderno e tecnológico, assim como os melhores conteúdos para os profissionais do setor. Com isso, esperamos que o evento seja mais uma vez um grande sucesso”, acrescenta Carvalho.

    Química e Derivados - Carvalho: rotas setorizadas tornam visita mais produtiva

    Carvalho: rotas setorizadas tornam visita mais produtiva

    A Analitica é referência em inovações e tendências e representa uma categoria que se insere entre as dez maiores participações no PIB industrial brasileiro. Agendada para os dias 24 a 26 de setembro, no São Paulo Expo, das 13h às 21h, reúne fornecedores, distribuidores, fabricantes e pesquisadores dos setores de tecnologia laboratorial, biotecnologia, farmacêutica, cosmética, alimentícia e de agronegócios, entre outros.

    O evento conta com mais de 14 mil m2 de exposição, mais de 500 marcas e espera receber mais de 7.500 profissionais. Um dos grandes destaques é o conteúdo qualificado e diversificado do Congresso. A edição anterior, em 2017, reuniu 300 congressistas. “Já é um sucesso absoluto na área acadêmica e acreditamos que deva crescer neste ano, principalmente com a grade que estamos preparando”, salienta Carvalho.

    O Congresso Analitica chega em sua 6ª edição trazendo tendências e assuntos de relevância para o setor acadêmico da química analítica. Para que o congresso continue superando as expectativas e alcance altíssima qualidade técnica, a organização conta com um comitê responsável pela idealização e organização de temas, formatos, programação e estrutura. O comitê é formado por integrantes que se dividem, cada um em sua área de domínio, para contatar profissionais de peso que trarão tendências e novidades em âmbito nacional e internacional.

    “O principal objetivo do congresso é unir a academia com as indústrias, colocando em sinergia o teórico com o prático. Os pesquisadores brasileiros ainda estão muito distantes da realidade que o setor vivencia e reunir esses dois lados é muito importante, pois eles podem conquistar melhores resultados juntos; além disso, os centros de pesquisa ainda podem conseguir investimentos. É um ótimo encontro”, destaca Carvalho.

    “A Analitica é a oportunidade deles se encontrarem e debaterem sobre as melhores condições para o seu ramo de atuação. Em momentos de crise, é de grande importância continuar se dedicando à pesquisa, projetos, parcerias e tudo o que possa contribuir para atravessá-la e colher frutos a longo prazo”, afirmou.

    Há alterações em relação ao formato anterior. Rotas setorizadas de biotecnologia e nanotecnologia guiarão os visitantes pelos nichos de interesse, tornando a visitação mais inteligente e produtiva, na opinião de Carvalho. Na área de conteúdo, haverá a estreia do Talk Science, “um spot moderno e inovador com palestras dinâmicas e diferentes de tudo o que já foi apresentado no mercado, com conteúdos de ciências da vida que foram trabalhados ao longo do ano no blog, unindo o digital e o físico”.

    Segundo Carvalho, o Talk Science promove conhecimento, gera valor à jornada profissional, e cria a oportunidade de trocar experiências com grandes especialistas do mercado, ganhar novos insights e viver uma experiência inédita de conteúdo.

    No final de agosto, a organização contabilizava mais de 80% das áreas de exposição vendidas. Considerando todos os seus segmentos, a indústria química teve, em 2018, um faturamento líquido estimado de US$ 127,9 bilhões. “Por isso, ressaltamos que a Analitica é um evento de extrema importância para receber clientes do Brasil inteiro e também da América Latina”, justifica.

    A crise econômica brasileira não abalou o ânimo dos organizadores e nem dos expositores. “Em um momento tão delicado, a feira torna-se um importante aliado dos participantes, que podem encontrar todas as soluções e conceitos para a sua empresa em apenas uma visita, além de manter contato com os principais players do mercado e ter uma importante atualização profissional”, comenta Carvalho.



    Recomendamos também:








    0 Comentários


    Seja o primeiro a comentar!


    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *