Farmacêutico e Biotecnologia

Analítica 2019: Inovações de equipamentos para análises

Quimica e Derivados
24 de outubro de 2019
    -(reset)+

    Mais inovações – A Anton-Paar expôs o novo microscópio de força atômica Tosca 400. “A novidade deste equipamento é a resolução nanométrica, que melhora a resolução das medidas”, afirmou o diretor Erick Santos. “Além disso, o equipamento apresenta um software de fácil operação”. Outra novidade da empresa é a linha de reômetros MCR, em especial os MCRs 72 e 502, ambos permitem fazer a análise de sólidos e líquidos e também permitem ao usuário importar dados por uma conexão Ethernet. O MCR 502 contém mais módulos e ensaios com celas rotatórias e oscilatórias.

    Química e Derivados - Erik Santos mostrou o microscópio de força atômica Tosca 400

    Erik Santos mostrou o microscópio de força atômica Tosca 400

    A Sympatec apresentou o novo analisador de partículas QicPic, indicado para analisar amostras sólidas e líquidas. “O QicPic conta com uma câmera de quatro megapixels capaz de analisar algo próximo de 500 imagens por segundo”, detalhou Kay Mootz, diretor de vendas para as Américas. “O software permite ao usuário fazer a análise estatística e verificar a estrutura das partículas analisadas”.

    Química e Derivados - Analisador de partículas QicPic processa 500 imagens/segundo

    Analisador de partículas QicPic processa 500 imagens/segundo

    A Schimdt Haensch expôs sua nova linha de polarímetros VariPol, refratômetro VariRef e o densímetro EDM. “A ideia desta nova linha de equipamentos é se alinhar às exigências do conceito de Indústria 4.0”, explica Mathias Gehl, diretor de vendas da empresa. “Buscamos reduzir tanto o tempo de bancada do analista, como os seus eventuais erros”.

    Texto: João Pedro Alves Fairbanks



    Recomendamos também:








    0 Comentários


    Seja o primeiro a comentar!


    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *