Ambiente: Teris compra incinerador da Ciba

Atualidades

A Teris do Brasil, joint venture entre a Rhodia Brasil (34%), a Vega (34%) e com 32% da Teris França (50% Rhodia/50% Sita) para prestação de serviços ambientais, quer se tornar um negócio de US$ 50 milhões em poucos anos.

A meta é compatível com o crescimento de mercado projetado para 2003, quando devem ser aterradas, incineradas ou co-processadas 500 mil t de resíduos, contra a média atual de 150 mil.

Entre os serviços oferecidos pela Teris do Brasil está a incineração de resíduos e o co-processamento em fornos de cimento, ambas com rígido controle ambiental, sempre feitas em instalações da própria empresa ou por ela gerenciadas.

A empresa, dirigida pelo engenheiro Yukishigue Okazaki, vai investir US$ 25 milhões neste ano, dos quais US$ 10 milhões em aquisições e construções.

A Teris já desenvolve projeto para iniciar no segundo semestre a queima de resíduos em fornos de cimento, além de negociar com a Rhodia o uso do incinerador da empresa em Paulínia-SP.

Química e Derivados, Okazaki: investimentos de US$ 25 mi
Okazaki: investimentos de US$ 25 mi

Entre as aquisições está a do incinerador da Ciba, em Taboão da Serra, na capital paulista, segundo informações de mercado não confirmadas oficialmente pela empresa.

Trata-se de instalação sofisticada, habilitada para queimar produtos de alto potencial de contaminação ambiental.

Leia Mais:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios