Adesivos, Colas e Selantes

Adesivos – Inovações permitem disputar aplicações técnicas exigentes

Marcelo Fairbanks
12 de setembro de 2017
    -(reset)+

    Como afirmou Wruck, a segmentação tecnológica no mercado é bastante ampla, seja global ou local, porém os maiores direcionadores de demanda tecnológica se distinguem pelo grau de sofisticação do produto a ser aderido, bem como pela necessidade em cada uma das aplicações adesivas. “O Brasil sofre um efeito de estagnação em novas aplicações pela atual situação do setor industrial, porém à medida que o nível de sofisticação dos produtos aumente, novas aplicações e tecnologias acompanharão esta demanda”, comentou. A Arkema possui como critério estar entre as líderes nos segmentos em que atua, mantendo neles a liderança nas tecnologias-alvo.

    Dentre as diversas tecnologias, a Arkema/Bostik possui expertise nas linhas solvent free para PSA (adesivos sensíveis à pressão), tais como hot-melt e hot-melt reativo. “Como uma empresa formuladora de soluções, contamos com produção regionalizada de todas as tecnologias, as quais trazem valor e garantia de desempenho aos exigentes requerimentos de nossos clientes, por isso desenvolvemos uma matriz tecnológica ampla para atender todas as necessidades dos mercados sul-americanos”, afirmou. A regionalização produtiva traz consequências para toda a cadeia de fornecimento, sendo necessário desenvolver localmente opções para os insumos consumidos em todas as famílias de adesivos.

    “As principais tendências de mercado são sempre ligadas à inovação, já que os clientes buscam, continuamente, melhorar sua operação”, comentou Sarah Valle, da Dow. Assim, soluções que otimizem processos, aumentem a durabilidade, reduzam etapas e melhorem a produtividade são prioridades para qualquer segmento. Nas soluções com base em poliuretanos, os clientes buscam por menor tempo de cura e adesivos resistentes ao fogo para painéis de PU para construção.

    Como explicou Sarah, na indústria automobilística há também uma tendência de busca ou melhoria em eficiência energética, com redução de peso e emissões. “O adesivo Betamate permite à indústria atingir patamares de redução de peso por meio da fixação de estruturas e ligas metálicas de diferentes componentes, mais leves e de menor espessura, em substituição à aplicação de solda e outros fixadores como parafusos e rebites que não conseguiriam atender a mesma necessidade ou condição de processo”, disse.

    No segmento de autoadesivos, o uso de adesivos de silicone tem crescido ao longo dos anos, especialmente com os avanços e o crescimento na indústria eletrônica. De modo geral, a gerente de marketing da Dow aponta uma crescente demanda por mais eficiência, aplicações cada vez mais exigentes tecnicamente e controle sobre os custos.

    Sustentabilidade – Embora relevantes, para a Henkel, os custos nunca foram considerados como dificuldade para manter a sustentabilidade dos negócios da companhia. “Quando um produto apresenta alto potencial de vendas, mas não é sustentável, para nós isso significa que ele não é inovador e, então, não entra em desenvolvimento”, informou.

    Além disso, o custo final no produto acabado é infinitamente menor do que o custo associado à ineficiência de um equipamento de produção. O fator tempo é mais decisivo para o uso de adesivos no reparo de máquinas, por exemplo. “E quando se fala em segurança operacional, o custo não será o fato decisivo, pois as regulamentações ditam as regras a seguir”, afirmou.

    A companhia mantém esforços constantes para desenvolver soluções mais sustentáveis, inclusive com a substituição de derivados de petróleo em sua composição. “No ano passado, desenvolvemos no Brasil a linha Loctite Liofol, voltada para embalagens flexíveis de alimentos, que atende às regulamentações nacionais e internacionais e conta com 85% de suas matérias-primas com origem renovável e nacional”, comentou Macedo. Esses produtos foram desenvolvidos no Centro de Pesquisa e Desenvolvimento de Produtos da Henkel em Jundiaí-SP.

    A partir de uma visão global, as adequações regionais permitem compreender e atender as necessidades locais. A Arkema/Bostik busca atender essas demandas, oferecendo soluções nas quais a sustentabilidade se torna elemento importante no desenvolvimento da tecnologia, seja pelo uso de recursos renováveis, análise de impacto na sociedade ou por análise de ciclo de vida (LCA). “As demandas regionais são os principais drivers para uma adequação ou desenvolvimento de uma nova tecnologia, alinhando as políticas globais de meio ambiente e de plataforma de produtos”, disse Wruck.



    Recomendamos também:








    0 Comentários


    Seja o primeiro a comentar!


    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *