Laboratório e Análises

Acordo desenvolve produção de MEG a partir de açucar – Biotecnologia

Rodrigo Mantovani
13 de junho de 2018
    -(reset)+

    Química e Derivados, Acordo desenvolve produção de MEG a partir de açucar - Biotecnologia

    A Braskem assinou com a dinamarquesa Haldor Tpsoe um acordo de cooperação tecnológica para desenvolver a produção de monoetileno glicol (MEG) a partir de açúcar. Assinado em novembro passado, o acordo prevê a implantação de unidade de demonstração com partida prevista para 2019, na Dinamarca.

    Especializada e reconhecida no desenvolvimento de catalisadores e ciência de superfícies, a Haldor Topsoe criou a tecnologia Mosaik (de monossaccharide industrial cracker), que poderá ser usada para promover a hidrogenação de glicose para originar o MEG. Essa rota é mais eficiente e econômica que a atual, que parte de bioetanol para obter bioetileno e daí o MEG. Esse glicol é fundamental para a síntese de resina PET.

    Química e Derivados, Sergi: plataforma tecnológica permite pensar em outros itens

    Sergi: plataforma tecnológica permite pensar em outros itens

    “Existem outras empresas globais estudando rotas alternativas, mas, a nosso ver, o processo da Haldor Topsoe é mais seletivo na produção de MEG, portanto mais eficiente”, explicou Gustavo Sergi, diretor de químicos renováveis da Braskem. Ele também ressaltou que a parceira dinamarquesa mantém uma visão estratégica em relação aos biorrenováveis muito compatível com a da Braskem, facilitando o entendimento. “Também é a primeira unidade deles com processo renovável que se aproxima da escala industrial, mas eles desenvolvem pesquisa básica na área há anos.”

    Aliás, como destacou, as duas empresas vinham conversando há muito tempo. Por contar com equipe própria para prospecção e monitoramento de novas tecnologias, ao lado da ampla capacitação em petroquímica e renováveis (como o polietileno verde), a companhia brasileira estabeleceu contato proveitoso com os dinamarqueses. O desenvolvimento da unidade de demonstração, por exemplo, está sendo acompanhado in loco por Alan Assad, especialista em tecnologia de renováveis. Ele informou que, no início de 2019, deverá entrar em operação a primeira seção da planta, em um projeto que prevê cinco seções. “A unidade demo será a mais flexível delas, para testar todas as possibilidades operacionais do processo”, comentou Assad. Além disso, ela validará a tecnologia e confirmará a viabilidade técnico-econômica, apoiando uma futura unidade em escala industrial.

    O projeto será alimentado com açúcar (sacarose) brasileiro, hidrolisado em glicose e frutose. Segundo os especialistas, a presença de frutose não atrapalha o processo, que aplicará um catalisador desenvolvido especificamente para isso pela Haldor Topsoe. “O processo já foi testado com açúcares de celulose e amido de milho, com bons resultados”.

    Depois de concluído o projeto de demonstração, a Braskem pretende aproveitar o conhecimento adquirido como plataforma tecnológica para outros produtos renováveis, com apoio da parceira. “Há quinze anos, houve uma euforia com vários investimentos em biotecnologia, que acabaram sucumbindo com a queda dos preços do petróleo e do gás”, comentou Sergi. “Atualmente, os investimentos estão voltando, porém de forma mais profissional, com mercado garantido para os produtos, cada vez mais competitivos”.

    A Braskem vem investindo há anos em tecnologias renováveis, desde o estabelecimento da produção de etileno e polietileno verdes (derivados de etanol). Há alguns anos, firmou parceria com a empresa americana Genomatica para desenvolver a produção de butadieno a partir de açúcares. O projeto ficou estacionado com a desistência de um possível cliente em, construir uma unidade de borracha sintética com essa bio-olefina. Segundo Sergi, há outras linhas de pesquisa sendo estudadas pela companhia.



    Recomendamos também:








    0 Comentários


    Seja o primeiro a comentar!


    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *