Para que serve o ácido acético?

O ácido acético é um ácido carboxílico, incolor, com fórmula CH3COOH e solúvel em água. Veja mais informações!

O ácido acético na sua forma pura é conhecido como ácido acético glacial e apresenta uma enorme variedade de aplicações, principalmente nas indústrias química e alimentícia. Conheça a seguir sua fórmula, características, fornecedores e outros detalhes!

Conceito de ácido acético

O ácido acético, chamado oficialmente como ácido etanoico, é um composto pertencente ao grupo dos ácidos carboxílicos. É dos mais comuns ácidos carboxílicos e o principal componente do vinagre, sendo inclusive muito utilizado no cotidiano. Sua abreviatura é AcOH ou HOAc.

Em condições ambiente, é popularmente chamado de vinagre, uma solução aquosa com aproximadamente de 4.0% a 10.0% de ácido acético. Seu ponto de fusão nestas condições é igual a 16,6 ºC e seu ponto de ebulição é igual a 118 ºC.

O vinagre apresenta cheio forte e irritante e sabor azedo. É incolor, reativo e solúvel em água, éter e álcool.

Na sua forma pura, isto é, livre de água, é chamado, como foi dito, de ácido acético glacial. Sua denominação deve-se ao fato de se solidificar a temperatura de 16,7ºC, o que lhe dá uma aparência de gelo.

    Orçamento Rápido

    GuiaQD.com.br

    Informe os produtos que deseja receber cotação.

     

    Fórmula química

    Sua fórmula química é CH3COOH.

    A primeira forma de obtenção do ácido acético, ou em outras palavras, do vinagre, é a partir da oxidação do álcool (etanol) do vinho frente a presença de bactérias. Há leis que determinam que o vinagre destinado para consumo seja de origem biológica.

    Atualmente, pode ser obtido pela fermentação bacteriana ou sinteticamente, através de diversos meios como oxidação do metanol, destilação e carbonização da madeira, fermentação acética, oxidação do acetaldeído, carbonilação do metanol, hidratação do acetileno, a partir de derivados do petróleo, entre outros.

    Para que serve o ácido acético?

    Ele é um reagente químico muito importante, utilizado amplamente pela indústria química, especialmente o ácido acético glacial, que apresenta pureza de aproximadamente 99,5%.

    É frequentemente utilizado na produção de plástico, adesivos, papéis e uma série de outros produtos e substâncias. Confira algumas de suas aplicações:

    • Usado como tempero em saladas e outros alimentos.
      Utilizado como aditivos (inclusive, como conservante) em alimentos.
    • Produção de acetatos orgânicos e inorgânicos.
    • Produção de acetato de vinila: para se produzir polímeros como PVA (poliacetato de Vinila).
    • Produção de acetato de celulose: usado para produção de fibras têxteis e película fotográfica.
    • Produção de anidrido acético e cloreto de acetila.
    • Produção de acetato de polivinil: usado na cola de madeira, para limpeza e desinfecção.
    • Desenvolvimento de ésteres: solventes, perfumes, essências, entre outros.
    • Produção de politereftalato de etileno: utilizado na confecção de garrafas PET.
    • Essências artificiais para a perfumaria, tintas, corantes.
    • Solventes para gomas, resinas e óleos voláteis.
    • Limpeza e desinfecção de ambientes.
    • Coagulação de látex.
    • Para medicamentos como ácido acetilsalicílico (AAS – aspirina).
      ácido acético
      ácido acético

    Características do ácido acético

    • CAS 64-19-7;
    • Ácido fraco;
    • Corrosivo;
    • Líquido com cheiro penetrante;
    • Incolor;
    • Solúvel em água, éter e álcool;
    • Solidifica-se a temperatura de 16,7ºC. Quando ele se solidifica, transforma-se em cristais com aparência de gelo, razão pela qual, neste estado, chama-se ácido acético glacial;
    • Entra em ebulição a 118,1 °C;
    • Reativo.

    É segura sua utilização?

    Tendo em vista que se trata de um produto corrosivo, seus vapores podem formar mistura explosiva com o ar. Dessa forma, recomenda-se que seja manuseado de acordo com as regras de segurança, de preferência com o uso de equipamento individual de proteção (máscara com filtro, óculos de segurança, luvas de neoprene ou nitrílica, vestuário apropriado, entre outros).

    A armazenagem deve ocorrer em local ventilado e seguro, distante de outros produtos químicos incompatíveis.

    Além disso, os vapores do ácido acético podem causar irritação nos olhos, garanta e trato respiratório. Veja algumas medidas de primeiros socorros:

    • Em caso de inalação: remover o manipulador para um local ao ar livre. Caso a respiração fique irregular procure um médico imediatamente. Também pode ocasionar náuseas, vômitos, fraqueza, dor de cabeça, entre outros sintomas.
    • Em caso de contato com a pele: Deve-se lavar a região por aproximadamente 15 minutos e remover a vestimenta contaminada. Pode ocasionar queimaduras.
    • Em contato com os olhos: Lavar bem os olhos por, pelo menos, 15 minutos com água abundante. Vale consultar um oftalmologista.
    • Em caso de ingestão: não provocar o vômito, procurar o médico imediatamente.

    Em todos os casos acima, a consulta médica é extremamente importante para avaliação e melhor conduta.

    Curiosidades do ácido acético

    • O vinagre existe desde a idade antiga. Foi observado em todas as culturas que praticaram a fermentação de cerveja e vinho. Surgiu como resultado natural da exposição dessas bebidas ao ar ambiente.
    • Acredita-se que o alquimista persa Jabir Hayyan (Geber) tenha conseguido obter o ácido acético pela primeira vez no século VIII através da destilação.
    • O químico francês Pierre Adet foi quem provou que o vinagre e o ácido acético glacial eram as mesmas substâncias.
    • O químico alemão Adolf Hermann Kolbe foi o responsável por sintetizar o ácido acético através de um processo de destilação industrial. Isso ocorreu em 1845.

    ácido acético

    Onde achar os fornecedores do ácido acético?

    Nem precisa perder tempo, você pode achar rapidamente os principais fornecedores de ácido acético no Guia QD, o mais completo guia eletrônico de compras e vendas do setor químico.

      Orçamento Rápido

      GuiaQD.com.br

      Informe os produtos que deseja receber cotação.

       

      Deixe um comentário

      O seu endereço de e-mail não será publicado.