Meio Ambiente (água, ar e solo)

Achema: Versatilidade e eficiência marcam novos produtos

Quimica e Derivados
26 de junho de 2003
    -(reset)+

    Química e Derivados: Achema: Misturador da Ruberg tem rotores adicionais, diz Vogt. ©

    Misturador da Ruberg tem rotores adicionais, diz Vogt.

    Popularização – A alemã Netzch compareceu à Achema 2003 com o objetivo, entre outros, de tornar os filtros tipo prensa da Ishigaki Company tão conhecidos no Ocidente quanto na Ásia. Fabricados em parceria há cerca de cinco anos, os filtros da marca Lasta nunca foram comercializados apropriadamente no hemisfério ocidental, afirmou o gerente regional Robert Hughes. Existem mais de cem máquinas do tipo funcionando ao redor do mundo, a maior parte em solo japonês.

    Uma das principais dificuldades da filtração é a retirada do filtrado, comumente denominado bolo na indústria química. De acordo com Hughes, os filtros, adequados para a operação nas indústrias química, farmacêutica e de tratamento de água e de rejeitos, possuem operação totalmente automática, realizando as operações de abertura, lavagem, descarga e fechamento tipicamente em dois minutos. A redução dos tempos de ciclo é possível devido ao sistema único de pratos móveis, que permite a retirada automática do bolo acumulado em cada prato em um único passo, e a lavagem das telas também em uma única operação. Além disso, o equipamento compete com similar vertical, cuja fabricação é mais cara. Com uma subsidiária em Pomerode-SC, a Netzch sugere que o filtro pode vir a ser fabricado no Brasil, mas, por enquanto, não confirma a possibilidade.

    Química e Derivados: Achema: Combijet eleva transporte de massa, segundo Houy.

    Combijet eleva transporte de massa, segundo Houy.

    O premiado filtro prensa KFP 630/11 da Strassburger também foi visto na feira. A empresa foi premiada por inovação no design do elemento filtrante, preso e selado às próprias placas. Normalmente, esse elemento apenas recobre a placa, sem nenhum selamento especial. O sistema patenteado torna mais fácil e limpo o trabalho de manejo do bolo, segundo Sonja Krämer, gerente de exportações da Strassburger.

    A Amandus Kahl, também da Alemanha, exibiu duas novidades. A OE 8 é uma extrusora monorrosca flexível que possibilita a troca do cabeçote e da rosca rapidamente. Segundo o engenheiro de vendas Sebastian Wache, o foco do produto é a produção de pequenas capacidades em escala laboratorial, até 200 kg. “É uma máquina muito mais barata que uma extrusora duplarrosca similar”, disse.

    Química e Derivados: Achema: Guardiola - misturador da Lleal tem poucos similares.

    Guardiola – misturador da Lleal tem poucos similares.

    O outro lançamento foi a peletizadora 14-175 com conversor de freqüência, agora com novo design. Feita apenas na Alemanha, a máquina também é destinada a pequenas capacidades, e tem bom desempenho com materiais de difícil processamento. O equipamento pode ser utilizado na produção de material de teste, ou na determinação de formulações otimizadas.

    Uma das tendências evidentes nessa edição da Achema foram os misturadores reativos com habilidades adicionais, como secagem, degasagem, condicionamento e a possibilidade de injeção de líquidos. A Gebr. Ruberg, de Niehem, Alemanha, lançou o misturador RCM-ZG 6000, de linha apta a executar operações como aquecimento, resfriamento, condicionamento, homogeneização gaseificação e cristalização.

    O misturador vem equipado com sistema de agitação em forma de espiral, que pode ser adaptado para a mistura de materiais com perigo de explosão. A carcaça é confeccionada em peça única, adequada tanto para processos em alta pressão ou à vácuo. Segundo Josef Vogt, da área técnica, o equipamento também dispõe de rotores que auxiliam o processo de mistura, particularmente no caso de materiais que produzem aglomerados, desintegrando-os. De acordo com o processo, as lâminas desses rotores podem ter desenho cortante, ou serem projetadas em função do sistema de agitação espiral. A combinação de ambos os efeitos de mistura (do espiral e dos rotores) permite a adição desde pequenas a grandes quantidades de líquidos a produtos sólidos, homogeneizando-os. O RCM-ZG 6000 suporta pressões de até 6 bar. Embora não tenha representantes no Brasil, a Gebr. Ruberg pode fornecer equipamentos para indústrias instaladas no País. “ Recentemente vendemos equipamento para a unidade da Fuchs instalada no Brasil”, afirmou Vogt.

    Química e Derivados: Achema: Pás desenhadas para alloys vitrificadas pela Pfaudler.

    Pás desenhadas para alloys vitrificadas pela Pfaudler.

    A alemã Ekato, que já atuou no Brasil em parceria com a Incase Equipamentos Industriais, expôs o Combijet, um novo sistema de agitação desenhado para a mistura de gases em líquidos. “ O Ekato Combijet possibilita elevadas taxas de transferência de massa, alto tempo de residência e uma alta distribuição do material disperso”, explicou o diretor de vendas Renaud Houy.

    O novo impeller destina-se à máquinas utilizadas em processos de fermentação e hidrogenação, mas Houy afirma que pode ser utilizado em qualquer processo da indústria em que haja reações com fase gasosa. O sistema combina dois tipos de agitação, denominados Phasejet (dispersão primária) e Gasjet (recirculação). No primeiro, ocorre a entrada do gás, e no segundo, a recirculação do gás reagente. O Combijet tem desempenho comprovado na redução de nitrocompostos aromáticos, dobrando a produtividade, e, em uma batelada para a produção de sorbitol, reduz a concentração residual de glicose para algo entre 1.000 e 2.000 ppm em uma hora e meia.

    A Ekato também apresentou o Solidmix, para a mistura e secagem de produtos. O misturador opera com pastas e lamas, aquecendo-as até que atinjam a condição de pós de fluxo livre. O Solidmix utiliza sistema de agitação cuja patente é exclusiva da Ekato, segundo Houy. Outro destaque foi o Lab Reactor, para laboratórios. Houy afirma que a Ekato garante o upscale (migração para escala industrial) a partir dessa máquina. O Lab Reactor utiliza sistema de aletas exclusivo da empresa.



    Recomendamos também:








    0 Comentários


    Seja o primeiro a comentar!


    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *