Tintas e Revestimentos

2 de outubro de 2017

Abrafati 2017: Visitantes terão mais conforto para conhecer as mais recentes inovações

Mais artigos por »
Publicado por: Marcelo Fairbanks
+(reset)-
Compartilhe esta página

    Química e Derivados, Abrafati 2017: Visitantes terão mais conforto para conhecer as mais recentes inovações

    SERVIÇO:

    Abrafati 2017 – 3 a 5 de outubro
    São Paulo Expo – Exhibition & Convention Center – Rodovia dos Imigrantes, km 1,5 (Jabaquara)

    • 150 estudos, sendo 90 conferências técnicas, incluindo sessão pôster e seminários RadTech South America e Consumo Responsável de Solventes
    • 3 sessões plenárias
    • 50% dos palestrantes são estrangeiros, para mais de 800 congressistas
    • 180 expositores nacionais e internacionais
    • Mais de 10 mil visitantes esperados, nacionais e estrangeiros
    • Site oficial: www.abrafati2017.com.br
    Química e Derivados, Oliveira: consumidor evolui e exige quebrar paradigmas

    Oliveira: consumidor evolui e exige quebrar paradigmas

    A cadeia de produção e consumo de tintas tem encontro marcado em São Paulo, de 3 a 5 de outubro, no centro de eventos São Paulo Expo. Depois de dois anos, a Abrafati 2017 volta a reunir o setor para apesentar o que há de mais avançado em ciência e tecnologia de tintas. Pela décima-quinta vez, o congresso internacional atrai os olhares mundiais dos pesquisadores e técnicos especializados e a exposição de produtos e serviços ajuda a consolidar a transferência de conhecimento dos fornecedores para os usuários, contribuindo para a evolução do setor.

    Desde 1989, quando os associados da Associação Brasileira da Indústria de Tintas (Abrafati) realizaram o primeiro congresso internacional do setor no país, esse encontro ganhou corpo e relevância, sempre tendo por objetivo a qualificação da indústria e também de todo o mercado. Ao longo dos anos, os temas foram sendo adaptados à realidade de cada período. Nos encontros mais recentes, aspectos ligados à proteção ambiental e à saúde ocupacional ampliaram sua participação, refletindo as preocupações da sociedade atual. Ao mesmo tempo, permaneceu o interesse setorial por ingredientes que contribuem para melhorar o desempenho das tintas sem sobrecarregar o preço de venda.

    O aspecto econômico das formulações ganhou ainda mais força com a crise nacional, iniciada em 2014, período que começa a ser superado. Ainda assim, o bolso e a confiança dos consumidores permanecem vazios, impondo restrições aos negócios.

    “Ainda não conseguimos ser muito otimistas, mas já esperamos resultados melhores para 2017”, afirmou Antonio Carlos de Oliveira, presidente-executivo da Abrafati desde abril deste ano. “Projetamos um crescimento de vendas de um ponto percentual acima da variação do PIB, hoje estimada pelo governo em 1%, ou seja, esperamos aumentar em 2% as nossas vendas totais.” Os saques das contas inativas do FGTS e a exportação crescente de automóveis contribuem para melhorar as expectativas.

    Química e Derivados, Abrafati 2017: Visitantes terão mais conforto para conhecer as mais recentes inovações

    Química e Derivados, Telma: congresso terá espaço adequado para as palestras

    Telma: congresso terá espaço adequado para as palestras

    Oliveira aponta um rol extenso de oportunidades para o desenvolvimento setorial. Após três anos consecutivos de retração econômica, o Brasil precisa voltar a investir com urgência em infraestrutura e habitação, ambas grandes consumidoras de tintas. “Além disso, não se pode esquecer que há 60 milhões de domicílios no país que precisam ser repintados periodicamente para não sofrerem deterioração acelerada, é um mercado muito importante”, observou.

    A Abrafati 2017 ocupará 20 mil m² (pavilhões 3 e 4) do total de 100 mil m² disponíveis do São Paulo Expo, além de seis auditórios situados no mezanino. “Ter um espaço próprio para o congresso é muito melhor para todos os participantes”, comentou Telma Florêncio, diretora de eventos corporativos da Abrafati.

    Como relatou, o encontro setorial tem forte receptividade na cadeia produtiva, fato verificável pelo elevado percentual de renovação de reserva de espaço logo após o término de cada edição. “Quase 80% dos expositores participam frequentemente do evento, já sabem qual o espaço que melhor atende às suas expectativas e não registramos nenhuma redução de área ocupada, nem cancelamento de participação”, enfatizou Telma.

    Embora tenha mudado de local, a Abrafati 2017 deverá ter o mesmo tamanho do encontro de 2015. “Os visitantes e participantes encontrarão instalações mais confortáveis e mais modernas, permitindo desempenhar melhor seu trabalho”, considerou. Ela verificou que os preços de aluguel de espaços, alimentação e serviços foram inflacionados pela realização da Copa do Mundo de Futebol, em 2014, mas agora tendem a se acomodar em um patamar mais baixo, próximo da realidade econômica do país.


    Página 1 de 41234

    Compartilhe esta página







      0 Comentários


      Seja o primeiro a comentar!


      Deixe uma resposta

      O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *