Química

Abiquim 50 anos: Êxitos do passado estimulam a preparar o futuro do setor

Hamilton Almeida
31 de dezembro de 2014
    -(reset)+

    Química e Derivados, Faturamento líquido da indústria química mundial (2012)

    Faturamento líquido da indústria química mundial (2012)

    Atuação Responsável – O Programa Atuação Responsável é uma iniciativa da Abiquim destinada a apoiar a indústria química na gestão de suas atividades em saúde, segurança e meio ambiente, considerando os processos, produtos, instalações e serviços. Contribui para a promoção da competitividade e do desenvolvimento sustentável. O sistema reafirma o compromisso assumido pela indústria química brasileira, em abril de 1992, de atender os elementos-chave do Responsible Care Global Charter do ICCA.

    O programa Olho Vivo na Estrada, em parceria com a Associação Brasileira da Indústria de Álcalis, Cloro e Derivados (Abiclor), tem por meta reduzir o número de acidentes nas estradas com produtos químicos. O conceito básico é de que, antes de um grande acidente, ocorrem várias pequenas falhas nos equipamentos ou nas operações de transporte que não foram comunicadas à empresa. O Olho Vivo na Estrada incentiva o motorista a relatar essas ocorrências, possibilitando a adoção de ações preventivas ou corretivas. O treinamento é dado pelo Sest/Senat (Serviço social do Transporte e Serviço nacional de Aprendizagem do Transporte).

    Criado em 2001, o Sassmaq tem o objetivo de reduzir ao mínimo os riscos inerentes das operações de transporte, estocagem e distribuição de produtos químicos. As prestadoras de serviços logísticos para produtos químicos são avaliadas por organismos certificadores independentes, para garantir o atendimento aos padrões técnicos estabelecidos pela indústria química. A avaliação pelo Sassmaq não é obrigatória, mas se considera que a sua aplicação gera um importante diferencial para as empresas certificadas, pela comprovação de que oferecem serviços qualificados nas operações de logística.

    Para reduzir o risco de acidentes envolvendo o processo de descontaminação de tanques, a Abiquim publicou, em agosto de 2007, o Módulo Estação de Limpeza, desenvolvido para assegurar os melhores padrões nas operações de limpeza e descontaminação de tanques, isotanques, vagões-tanque e embalagens utilizados no transporte ou armazenagem de produtos químicos.

    O Pró-Química, serviço de utilidade pública mantido desde 1989, opera 24 horas por dia, inclusive aos sábados, domingos e feriados. Oferece orientações sobre precauções e ações de socorro em casos de emergência com produtos químicos e pode acionar, na ocorrência de acidentes graves, órgãos de Defesa Civil, Corpo de Bombeiros e Polícia Rodoviária em qualquer parte do país. Fornece também informações relacionadas ao transporte, manuseio e armazenamento de produtos químicos. O telefone de discagem direta gratuita é 0800-11-8270.

    A associação também organiza cursos, palestras, seminários e workshops com conteúdo prático, para atualização dos profissionais. O programa abrange as áreas técnica, jurídica, de comércio exterior e de economia, além de temas ligados ao Programa Atuação Responsável, como análise de riscos e segurança de processos. Entre os serviços especializados que a entidade oferece, destacam-se: acompanhamento legislativo; acordos internacionais de comércio; assessoria em comércio exterior; assessoramento jurídico; e assuntos regulatórios e sustentabilidade.

    Química e Derivados, Investimentos concluídos e planejados de 1995 a 2018

    Investimentos concluídos e planejados de 1995 a 2018

    A entidade possui um cadastro com mais de 800 empresas químicas e vem acompanhando o perfil da produção dessas companhias, com informações sobre produtos fabricados, matérias-primas utilizadas, segmentos de aplicação, localização de fábricas, dados econômicos etc. É possível saber o que se produz e onde, em cada Estado da Federação. Entre os estudos especiais já desenvolvidos, destaque para “O futuro da indústria química no Brasil”, realizado em parceria com a Booz Allen Hamilton, o “Pacto Nacional da Indústria Química”, a “Demanda de matérias-primas petroquímicas e provável origem até 2025”, o “Estudo sobre logística”, a “Produtividade da mão de obra”, o “Uso do gás natural como matéria-prima” e “Energia elétrica”.

    As principais publicações da Abiquim são as seguintes: Análise de balanços, Anuário da Indústria Química Brasileira, Guia da Indústria Química Brasileira, Relatório de Acompanhamento Conjuntural, Manual para emergências, Relatório de Estatísticas de Comércio Exterior, Relatório do SDI (reúne dados consolidados por semestre da produção, vendas internas, exportações e capacidade de produção por produtos e grupo de produtos químicos de uso industrial), Valor adicionado: setor químico brasileiro, Projetos de investimentos: produtos químicos de uso industrial, Custo da mão de obra na indústria química brasileira, Índice de quantum das vendas internas e índice de preços reais por grupos de produtos e Utilização da capacidade instalada por grupo de produtos.

    • Texto de Hamilton Almeida e fotos do arquivo da Abiquim


    Recomendamos também:








    0 Comentários


    Seja o primeiro a comentar!


    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *