ABIPLA auxilia microempresas a cumprir regulações do setor

A indústria de produtos de limpeza no Brasil é composta por cerca de 2,8 mil empresas. E um dado que chama a atenção é que 85% dessas companhias são microempresas, ou seja, instituições que faturam até R$ 360 mil por ano. São, em sua maior parte, empresas com até sete funcionários e que não dispõem de estruturas técnicas e jurídicas robustas, o que pode abrir caminho para o aumento da informalidade, além da dificuldade em cumprir os marcos sanitários e fiscais pertinentes ao setor. Por isso, a Abipla auxilia microempresas, realizando ações para ajudar essas companhias a manter suas atividades em conformidade com as normas brasileiras.

Abipla auxilia microempresas

Esse trabalho de assessoria é realizado de diferentes formas. Todos os nossos associados, por exemplo, dispõem de um canal direto de comunicação com a Abipla, podendo solucionar dúvidas sobre questões técnicas e a legislação aplicável ao setor. Além disso, temos organizado eventos públicos e gratuitos em que a Abipla auxilia microempresas e até profissionais da área sobre assuntos regulatórios. O último deles aconteceu no dia 19 de outubro e foi realizado em parceria com o CRQ-SP – Conselho Regional de Química de São Paulo.

O fórum on-line gratuito “Indústria de Saneantes – Dúvidas Frequentes Respondidas por Especialistas” teve a participação de profissionais técnicos das duas entidades e, entre os assuntos abordados, estiveram temas como os procedimentos e o tempo para regularização de um produto saneante no Brasil, a influência da qualidade da água na formulação de um produto saneante e adequações para atender à RDC – Resolução de Diretoria Colegiada 47, da Anvisa – Agência Nacional de Vigilância Sanitária. Como se pode notar, trata-se de uma discussão de alto nível e focada nas dúvidas técnicas que permeiam o setor.

Essas ações são fundamentais para a manutenção da saúde pública brasileira. Nos últimos anos, a informalidade na comercialização de saneantes cresceu no País e muitos brasileiros acabam usando produtos que não têm eficácia alguma na desinfecção de superfícies e ambientes, expondo seus familiares a possibilidades de diversos tipos de contaminação. Além disso, tais produtos possuem fórmulas desconhecidas e que podem ser perigosas no manuseio, podendo gerar queimaduras e intoxicações, por exemplo.

Há, ainda, a questão econômica e social, já que as micro e pequenas empresas no Brasil representam, hoje, quase 95% dos 480 mil estabelecimentos industriais brasileiros, segundo a CNI – Confederação Nacional da Indústria. De acordo com pesquisa realizada pelo Sebrae e pela FGV – Fundação Getúlio Vargas, as MPEs respondem por quase 52% das vagas com carteira assinada – lembrando que nosso setor é responsável por 92 mil postos de trabalho diretos. No PIB da Indústria, a participação (22,5%) já se aproxima da registrada pelas médias empresas (24,5%).

Ou seja, ao auxiliar os pequenos empreendedores brasileiros em seu processo de formalização das atividades, a Abipla contribui para a geração de riquezas do País e para o aumento dos postos de trabalho.

Domissanitários: O que esperar de 2023 ©QD Foto: iStockPhoto
Paulo Engler é diretor-executivo da Abipla

A informalidade gera enormes prejuízos à sociedade brasileira e, por isso, mantemos campanhas permanentes para que os consumidores busquem adquirir seus produtos de limpeza de empresas devidamente regularizadas. E, caso, alguém decida empreender neste ramo, reforço que a Abipla está sempre disponível para empreendedores e profissionais da área, a fim de auxiliá-los nesse complexo e contínuo processo de compliance do nosso setor.

Para quem já empreende no setor, mas ainda não é filiado à Abipla, os argumentos estão aqui expostos, demonstrando que vale a pena investir em quem defende os propósitos de um setor de tamanha importância para a saúde pública e economia do nosso País.

47 anos de história e dedicação ao País

No dia 12 de novembro, a Abipla completa 47 anos de sua fundação. É um grande orgulho fazer parte da história da entidade, que busca realizar um trabalho não só direcionado aos seus associados, como também à sociedade brasileira, dadas suas campanhas de saúde pública, alertas sobre riscos das misturas caseiras de produtos de limpeza, auxílio na formalização das empresas do setor e a busca de um ambiente de negócios com isonomia e oportunidades para todos. Parabéns, Abipla!

Vamos em frente!

Texto: Paulo Engler

Paulo Engler é diretor-executivo da Associação Brasileira das Indústrias de Produtos de Higiene, Limpeza e Saneantes de Uso Doméstico e de Uso Profissional (Abipla).

Fundada em 1976, a Abipla representa os fabricantes de sabões, detergentes, produtos de limpeza, polimento e inseticidas, promovendo discussões sobre competitividade, inovação, saúde pública e consumo sustentável. Seus associados representam o mercado de higiene, limpeza e saneantes do Brasil, setor que movimenta R$ 32 bilhões anuais e responde por cerca de 92 mil empregos diretos.

Oportunidades para empreender com saneantes - ABIPLA ©QD Foto: iStockPhoto

ABIPLA

A Associação Brasileira das Indústrias de Produtos de Higiene, Limpeza e Saneantes de Uso Doméstico e de Uso Profissional (ABIPLA) foi fundada em 12 de Novembro 1976 com o propósito de representar o setor perante os agentes públicos; promovendo discussões sobre competitividade, inovações, saúde pública e consumo sustentável.

Atualmente, a entidade é referência nacional em assuntos regulatórios e tributários, combate à contrafação (clandestinidade) e adequação às normas de proteção ao meio ambiente. Para a sua elaboração, a Abipla se inspirou nas mais modernas tendências globais sobre o tema, com destaque para as seguintes áreas: redução de produtos químicos em geral, redução da geração de embalagens, redução da emissão de gases de efeito estufa, diminuição do consumo de energia e otimização do uso da água.

Em 1995, a entidade também passou a representar o setor junto ao Comitê de Indústrias de Productos de Limpieza Personal, Hogar y Afines Del Mercosur (Coinplan) e, em 2005, junto à Asociación Latino-Americana de Artículos Domisanitários y Afines (Aliada).

Leia Mais:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.