Equipamentos e Máquinas Industriais

25ª Feira Internacional da Mecânica: Estrangeiros somam metade da exposição

Rose de Moraes
16 de maio de 2004
    -(reset)+

    Química e Derivados: Feira: Motor de passo HGDS - rotativa. ©QD Foto - Divulgação

    Motor de passo HGDS – rotativa.

    FESTO

    O motor de passo MTR-ST e o controlador SEC-ST, em exibição ao público, representam solução única e completa para a execução de movimentos com velocidades controladas, paradas intermediárias de precisão e controles de rampas de aceleração/desaceleração.O MTR-ST opera em duas fases, com alimentação de 24Vcc a 48Vcc, permitindo ajustes na resolução do passo, envolvendo desde passos completos até décimos de passo. Já o controlador SEC-ST é acionado por sinal, que pode ser gerado por um SPC-200, com cartão de motor de passo, ou qualquer outro CLP com cartão de motor de passo disponível no mercado. Com tecnologia Festo também foi desenvolvido o HGDS, com garra e atuador rotativo em uma única unidade, e sistema de sensores magnéticos do tipo SME-10 ou SMT-10, permitindo fácil acesso às peças manipuladas e ajustes de rotação de 0o a 210º.

    GEFRAN

    O grupo Gefran, detentor da marca italiana amplamente conhecida no segmento de automação industrial, oficializou o início em maio do processo de nacionalização do novo modelo de controlador de temperatura: Gefran 600. O indicador controlador digital microprocessado Gefran 600 é

    Química e Derivados: Feira: Controlador Gefran - em nacionalização. ©QD Foto - Divulgação

    Controlador Gefran – em nacionalização.

    totalmente configurável, tem ação de controle PID, sintonia automática e adaptativa, possuindo funções para controle automático/manual com transferência amortecida, além de funções off-set, alarme LBA de quebra de loop com ajuste da potência de saída, duplo display de 4 dígitos para indicação de set-point e variáveis de medição, além de sonda aberta e ligação invertida, indicação do estado da saída e alarme através de led, bem como entrada configurável para sinais de termopar tipo J/K/N/S/R/T, termoresistência PT100 a 2/3 fios, 0-10Vdc, 0-20/4-20mA, e 4 saídas, podendo ser a relé, com capacidade de 5A/220Vac, lógica (24Vdc), e analógica (4-20/0-20mA). Possui também configuração para aquecimento/ resfriamento, frontal para painel de 48mm x 48mm (1/16DIN), com grau de proteção IP65, profundidade de 100 mm e alimentação de 90-260Vac, 50/60Hz.

    LUPATECH

    Entre os destaques selecionados pela divisão Microinox e Steelinject esteve a válvula de esfera da Metalúrgica Nova Americana. Com passagem plena, duplo bloqueio com dreno, corpo tripartido, é flangeada e possui padrão API 6D, nas classes 150, 300, 600, além de corpo, tampas e esfera confeccionados em aço forjado ASTM A 105, esfera (obturador) ASdouble piston efTM A 182 Gr F6 A, com opcionais “fire safe” e construção “double piston efect”, com várias opções de acionamento pneumático, elétrico e redutor de engrenagem, nos diâmetros de 6″ até 32″.

    Química e Derivados: Feira: Bomba Nemo da Netzch. ©QD Foto - Divulgação

    Bomba Nemo da Netzch.

    NETZSCH DO BRASIL

    Pertencente ao grupo familiar alemão Netzsch, a unidade brasileira constitui a maior filial fora da Alemanha, sendo responsável pelo atendimento das Américas, incluindo a América do Norte, Central e do Sul. Sua presença na feira evidenciou bombas e filtros prensas, além de fortalecer sua liderança no mercado de bombas helicoidais, com cavidades progressivas, bem como de fusos. A participação também abrangeu a linha de bombas dosadoras de diafragma e pistão, bombas centrífugas sanitárias, bombas de lóbulos e pneumáticas.

    NIAGARA

    Em meio à ampla variedade de válvulas e equipamentos expostos e divulgados na feira, a empresa acrescentou à sua linha purgadores, filtros, válvulas de redução de pressão, válvulas termostáticas, eliminadores de ar, separadores de condensado, visores, entre outros, fabricados peal Spirax Sarco, com a qual firmou recente parceria. Além destes, foram destacados no estande equipamentos da Dinatécnica, FKB, Asco, Firestone, Fluid Dynamics, Dresser, Samson, Valloy, W.Burger, bem como a linha de válvulas de controle auto-operadas, redutores de pressão, reguladores de vácuo e filtros, desenvolvidos pela própria empresa.

    OMEL

    Pioneira em tecnologias de bombeamento e medição de fluxo em líquidos e gases, a empresa destacou a linha de bombas especiais para as mais variadas condições de trabalho, produzidas de acordo com a NBR-ISO 9001:2000, conforme critérios BVQI. Também foram apresentadas soluções inovadoras e produtos como bombas de vácuo de anel líquido, dosadoras, com critérios HI e API, centrífugas de processo para serviços leves, em conformidade com a norma ANSI, centrífugas de processo para serviços pesados ( norma API 9ª edição), centrífugas herméticas, além de sopradores do tipo roots, rotâmetros para medição de fluxo e válvulas de diafragma para aplicações especiais.

    Química e Derivados: Feira: Bomba PE - com pistões. ©QD Foto - Divulgação

    Bomba PE – com pistões.

    PARKER

    Os destaques ficaram por conta das válvulas de controle da série 63, operadas pneumaticamente, para aplicações envolvendo fluidos viscosos e com impurezas, encontradas em processos de refino de petróleo e usinas de açúcar e álcool, bem como das válvulas de expansão termostática da série B5, dimensionadas para facilitar a seleção do melhor fluxo para os sistemas. No segmento de contadores de partículas, o equipamento portátil a laser LCM20, com capacidade para monitorar em tempo real os níveis de limpeza do fluido e a unidade portátil de purificação de óleo, conhecida como PVS, ao ser aplicado em sistemas hidráulicos e lubrificantes, gera grandes reduções de custos devidas à ausência de descartes. Para aplicações hidráulicas, envolvendo elevadas pressões de trabalho, o destaque coube à mangueira 792TC.

    No segmento de bombas, a série PE, desenvolvida com pistões, tem tecnologia diferenciada e possui sistema de compensação de pressão, para reduzir o efeito ripple (pulsação na linha de pressão). Outro equipamento em evidência foi o controlador portátil de partículas a laser. Desenvolvido para monitoramento em tempo real, o LCM20 conta partículas através de ondas de diodo a laser infravermelho, possuindo processador de 16 bits, para monitorar os níveis de limpeza dos fluidos e checar a eficácia dos sistemas hidráulicos e/ou lubrificantes.



    Recomendamos também:








    0 Comentários


    Seja o primeiro a comentar!


    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *