Equipamentos e Máquinas Industriais

25ª Feira Internacional da Mecânica: Estrangeiros somam metade da exposição

Rose de Moraes
16 de maio de 2004
    -(reset)+

    ANTARES

    Desenvolvida em versões standard, a nova linha de acoplamentos Antac foi a principal atração exposta pela empresa. Fabricados em borracha natural e com partes metálicas em aço carbono SAE-1020, os novos acoplamentos resistem a ácidos, inclusive ao ácido nítrico, óleos, graxas, derivados de petróleo, temperaturas até 120°C, óleos, graxas, derivados de petróleo, podendo trabalhar imersos em óleo, solventes polares como acetona, MEK, acetato de etila e intempéries.

    APEMA

    O tradicional fabricante de trocadores de calor exibiu ampla linha de produtos destinados às trocas térmicas, destacando modelos com placas desmontáveis e brasadas, além de radiadores industriais, cascos e tubos e resfriadores de óleo hidráulico, para aplicações nas indústrias de papel e celulose, alimentícia, química, petroquímica e de bens de capital.

    Participando de todos esses setores, a empresa incluiu entre os seus fornecimentos mais recentes a entrega de equipamentos para a Aracruz Papel e Celulose.

    BURGMANN

    Ampla variedade de juntas de expansão e selos para vedação foram os destaques apresentados por essa empresa, envolvendo desde juntas de expansão simples, fabricadas com uma única camada de tecido, elastômero ou plástico, até juntas multicamadas, para uso em dutos de ar e gases de combustão, instalados em termelétricas a carvão, cimenteiras, plantas petroquímicas, indústrias de papel e celulose, entre outros, onde as exigências de temperatura não ultrapassem 575°C. Para operações especiais, o fabricante deu ênfase às juntas em multicamadas com malha e reforço interno em aço inoxidável, garantindo estabilidade a temperaturas até 1.200°C.

    Química e Derivados: Feira: Conversor VLT - com fieldbus. ©QD Foto - Divulgação

    Conversor VLT – com fieldbus.

    DANFOSS

    O novo conversor de freqüência VLT Automation Drive FC300, com potência de 7,5 kW, já vem com comunicação fieldbus, sincronismo/posicionamento, PLC IEC 61131-3, antes opcionais, display gráfico otimizado, envolvendo ajuste automático de motor e menu em até seis idiomas. Desenvolvido para controlar vasta gama de aplicações padrão até servo-acionadas, em quaisquer linhas de produção, o equipamento promove gerenciamento inteligente de calor por dissipação por convecção forçada, onde um ventilador irá soprar o ar frio através de aletas da base de aluminío para remover o calor, ou por dissipação “cold-plate”, ou seja, dissipação externa, executada pela parte traseira da base de alumínio, onde um direcionador irá conduzir o ar para os componentes eletrônicos, garantindo dissipação adicional.

    DAY BRASIL

    A participação objetivou destacar visores e protetores fabricados em PETG, policarbonato e acrílicos, para emprego em vários tipos de máquina. Para poder fabricar e desenvolver peças especiais confeccionadas em plásticos de engenharia, a empresa investiu na construção de moderno centro de usinagem, que opera com CAD, recebendo os desenhos nos formatos DWG e DXF, para depois convertê-los e transmiti-los para as máquinas via CAM, visando a execução final das peças. Como exemplos de peças usinadas, são executadas buchas, engrenagens, chapas, sapatas e calços laminadores, roletes, perfis e guias de desgaste, anéis de vedação/flanges e roldanas para cabos. Na oportunidade, foram também exibidas as linhas de fitas adesivas, desenvolvidas para atender aos setores elétrico, gráfico, de embalagens e indústrias em geral, destacando-se fitas isolantes em PVC, para emendas, usos industriais e de concessionárias de energia e telecomunicações; fitas anti-corrosivas em PVC , para proteção de dutos; fitas para fechamento de caixas de papelão; fitas em polipropileno e adesivos hot melt, apropriados para aplicações manual e automática em seladoras de caixas, além de fitas dupla-face de alta adesividade.

    DOVER

    Novos componentes para controle das linhas de ar comprimido foram destacados pela empresa, como o pressostato Skillair, equipamento para monitorar as pressões do ar comprimido, com ou sem lubrificação dos sistemas pneumáticos, que possui pressão máxima de alimentação de 15 bar, faixa de regulagem de 0,5 a 10, com diferencial fixo de 0,4 a 0,8, proporcional à faixa de pressão regulada, e se aplica a tensões de trabalho até 250 volts. Entre as soluções para controle direcional do desvio de fluxo de ar comprimido, o destaque ficou por conta das válvulas da série HDM heavy duty multimach. Com corpo principal protegido por invólucro em polímero reforçado para absorver choques e evitar a penetração de impurezas, além de design em formato externo arredondado para evitar a deposição de resíduos, essas válvulas possuem grau de proteção IP 65, assegurando resistência a impactos e vibrações, podendo contar ainda com conexões do tipo engate rápido, em diâmetros de 4 mm, 6 mm e 8 mm.

    ESFERAS DOUGLAS

    Projetadas para dar cobertura a superfícies líquidas, as esferas Douglas, divulgadas na feira, reduzem em até 85% as emissões de vapores, proporcionando isolamento térmico. Pós aquecimento, podem reduzir em até 65% a energia utilizada para manter as substâncias sob adequada temperatura de trabalho, sendo produzidas em materiais termoplásticos em vários diâmetros e versões, apresentando resistência química a diversos produtos e podendo ser utilizadas sob temperaturas até 100°C.



    Recomendamos também:








    0 Comentários


    Seja o primeiro a comentar!


    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *