Logística Transporte e Embalagens

13 de janeiro de 2014

Transporte químico: Sassmaq muda para uniformizar auditorias

Mais artigos por »
Publicado por: Marcelo Fairbanks
+(reset)-
Compartilhe esta página

    O

    Sassmaq se afirmou como o mais importante e abrangente sistema de avaliação da qualidade e da segurança das empresas dedicadas ao transporte químico no Brasil. Mas precisa ser aprimorado. A maior queixa no setor diz respeito à falta de uniformidade das avaliações feitas por consultores independentes, causando algum estranhamento nos usuários, que se veem obrigados a manter sistemas próprios de auditoria, com as necessárias redundâncias.

    “Antigamente, ter o Sassmaq era um diferencial, agora isso está massificado”, comentou Walter Lopes de Almeida, da Tquim. Ele esperava que o sistema reduzisse as auditorias feitas pelos clientes. “Acho que isso só vai mudar quando todos os prestadores de serviços adotarem o programa de Atuação Responsável.”

    “O Sassmaq surgiu com base no modelo francês, da Cefic, adaptado pela engenheira Mirtes Suda, mas a ampliação excessiva do número de auditores independentes reconhecidos pela entidade está gerando inconsistências”, disse Paulo de Tarso Martins Gomes, da ABTLP. “Há centenas de transportadores avaliados, mas não deveria haver mais de 50.”

    A Abiquim está ciente dessas críticas e prepara mudanças no Sassmaq. “A última revisão do programa foi feita em 2005, estamos fazendo um trabalho com empresas de consultoria especializada, membros da comissão de transportes e o pessoal do Cefic para atualizá-lo”, afirmou o coordenador do Sassmaq, Francisco Ruiz. A primeira revisão do novo programa será divulgada no primeiro trimestre de 2014, dando início a um esforço amplo para treinamento dos auditores acreditados. “Esperamos iniciar 2015 com toda a estrutura de avaliação preparada e pronta para avaliações.”

    O foco das atividades está centrado no trabalho dos auditores e empresas de certificação. Ruiz admite a crítica de que a auditoria pode ser mais forte ou mais fraca, dependendo de quem a realiza. “Recuperaremos a homogeneidade com acompanhamentos dos serviços e treinamentos”, salientou. Aliás, a nota mínima de aprovação de transportadoras subirá para sete.

    Atualmente, são 17 as empresas de auditoria reconhecidas no âmbito do Sassmaq. “Para elas, isso também é um negócio importante, então devem ter interesse em melhorar o serviço”, comentou. Pelas normas do programa, os auditores que não realizaram ao menos duas atividades por ano devem passar por novo treinamento.

    O estatuto do programa prevê um ciclo de discussões internas sobre a necessidade de mudanças a cada dois anos. “A partir de 2014, a cada dois anos será feita a avaliação dos organismos avaliadores”, informou Ruiz. No entanto, apesar da evidente necessidade de unificar critérios de avaliação, a Abiquim não pode intervir diretamente nesse mercado, sob pena de violar normas de defesa da concorrência.

    A pedra fundamental do Sassmaq é um questionário elaborado com base nos conceitos e valores da indústria química, entre os quais sobressai a exigência de segurança operacional. “O questionário está sendo aprimorado para se adequar às novas legislações e à evolução do mercado, por exemplo, a fiscalização da jornada diária dos motoristas”, destacou o coordenador. O setor de transportes também apresenta melhorias na avaliação de riscos e de trajetos, que precisam ser considerados.

    Quanto ao fato de as indústrias ainda manterem programas específicos de avaliação de prestadores de serviços, Ruiz considera que o modelo atual de verificação bienal dos avaliados pode criar um ambiente de acomodação entre as avaliações, motivando as empresas a manter um controle próprio. “Estamos discutindo a possibilidade de substituir o questionário por um sistema de gestão com verificações anuais, como se faz na ISO 9000, porém isso aumentará os custos”, disse.

    Há um entrave para o avanço do programa: sua base informatizada não suporta volume maior de dados, gerados por mais de mil unidades certificadas. “Estamos investindo em uma nova plataforma computacional, capaz de armazenar mais dados e gerar mais relatórios, conforme as necessidades apontadas”, informou.

    Ruiz considera que o transporte químico cresceu muito e melhorou seu padrão de qualidade de forma significativa desde o aparecimento do Sassmaq. “O Brasil é muito grande, tem todo o tipo de transportador, com ou sem Sassmaq, só os sócios da Abiquim são obrigados a segui-lo”, considerou. Ele entende que o país precisa evoluir como um todo e o programa pode ajudar outras cadeias produtivas a qualificar suas operações de transporte. “Temos recebido muita gente de vários estados para os treinamentos de auditores no âmbito do programa”, informou.

    Além disso, a nova plataforma computacional poderá alavancar a expansão do Sassmaq para outras atividades ligadas à logística química. O módulo de terminais, por exemplo, pouco avançou, assim como o ferroviário e o naval. “É um desafio que pretendemos enfrentar com uma estrutura interna mais ampla”, afirmou.

    O módulo de estações de limpeza avançou pouco. “Temos dez estações avaliadas até agora, é um número insuficiente para as necessidades nacionais”, admite o coordenador. Com isso, o setor se vale do trabalho efetuado por outras instalações, não avaliadas.



    Compartilhe esta página







      Um Comentário


      1. samuel santos araujo

        gostaria de fazer uma reclamcao pq a empresa que trabalho nao dar folga ao motorista a folga so acontece quando o motrista ja saturado folga por conta propria e na grande maioria das vezes trabalhamos vinte e quatro horas apenas cochilamos algumas horas muitas vezes esses cochilos acontece nas estradas .e se vcs nao tomarem providencias a qualquer momento pode acontecer um acidente com a carga que transportamos .que e amonia anidra eu trabalho na transportes della volpe



      Deixe uma resposta

      O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


      ""
      1
      Newsletter

      Receba artigos, notícias e novidades do mercado gratuitamente em seu email.

      Nomeseu nome
      Áreas de Interesseselecione uma ou mais áreas de interesse
      Home - Próximo Destino Orlando
      ­
       Suas informações nunca serão compartilhadas com terceiros
      Previous
      Next