Tintas e Revestimentos

2 de abril de 2004

Tintas: Empreendedorismo dá o tom do sucesso no pólo catarinense

Mais artigos por »
Publicado por: Fernando C. de Castro
+(reset)-
Compartilhe esta página

    Histórias de ousadia de empresários locais transformam o sul catarinense em importante região produtora de tintas, vernizes e solventes aromáticos

    Química e Derivados: Tintas: tintas_abre. ©QDAlgumas iniciativas de ousadia e espírito empreendedor servem para ilustrar a história do pólo de tintas, vernizes e solventes aromáticos, erguido nos últimos 18 anos à margem da BR-101, na parte sul do Estado de Santa Catarina. Tem o balconista que se transformou em presidente de uma sociedade anônima e o dono de ferragem convertido num bem-sucedido fabricante de tintas e transformador de resinas termoplásticas. Há ainda uma empresa apostando na inovação com a tinta acrílica em estado pastoso para cobertura de paredes, inclusive de fachadas e outras áreas externas. Concorrência acirrada e troca de farpas são os outros ingredientes dessa indústria, formada por mais de dez empresas em sua grande maioria de médio e pequeno porte, na qual aparecem novos players da noite para o dia, e cuja estimativa aponta um faturamento de R$ 300 milhões em 2003.

    Albertino Colombo trabalhava atrás de um balcão em uma loja de material para construção civil em Criciúma, a principal cidade da região sul catarinense. Em 1986, ele decidiu deixar o emprego e tentar a sorte fabricando massa plástica para reparos em lataria de automóveis. Contam amigos e desafetos que nos tempos ainda de vacas magras percorria as lojas do ramo e oficinas de chapeação e pintura para oferecer seu produto com uma bolsa de couro estilo hippie para carregar as latas. Dez anos mais tarde, Colombo saltou em longa distância ao inaugurar uma unidade de produção de solventes e tíners nacionalmente conhecida pela marca Anjo, criada no vácuo da falência da Paulista, uma das principais fabricantes do solvente no país, à época.

    Química e Derivados: Tintas: Colombo - de balconista a bem-sucedido industrial. ©QD Foto - Fernando de Castro

    Colombo – de balconista a bem-sucedido industrial.

    De lá para cá, Beto Colombo, como faz questão de ser chamado, não parou mais de crescer. Agora, ele preside duas sociedades anônimas: a Companhia Sul Americana de Tintas e Solventes e a Companhia Brasileira de Tintas e Solventes (CBR). As duas juntas formam um parque industrial de mais de 15 mil metros quadrados e comercializam os produtos com nome comercial Anjo. Sem contar os 220 empregos diretos pelos quais é responsável, Colombo detém 86% do mercado catarinense de tíners, perto de 50% da região sul e disputa a liderança nacional com os pesos pesados do segmento, como a Renner, Suvinil e Glasurit, essas duas últimas marcas comerciais da gigante Basf do Brasil.

    A Companhia Sul Americana responde pela produção de tintas imobiliárias, industriais, repintura automotiva e por uma inovação do mercado brasileiro. A tinta emborrachada lançada há cinco anos contém uma carga de elastômero acrílico, sendo apresentada como produto totalmente livre de solventes, solúvel em água, com baixo odor e de fácil aplicação. A tinta-borracha é indicada para impermeabilização e proteção de telhados, fachadas e superfícies metálicas, evitando a oxidação ocasionada pelas intempéries. Funciona ainda como isolante térmico e acústico. Em caso de trincas, acompanha o grau de dilatação do concreto sem o rompimento do filme. O resultado é um revestimento capaz de esticar na proporção das rachaduras dos prédios, protegendo a aparência da superfície e agindo contra a infiltração e a umidade. “Tem outros fazendo o mesmo produto, mas fui eu quem lancei”, assegura Colombo. A tinta emborrachada é oferecida ao mercado em 28 cores.

    De qualquer forma, o carro-chefe da Anjo continua sendo a linha automotiva, formada por 24 itens entre tíners diluentes e solventes, todas as configurações de massas plásticas e os esmaltes sintéticos. A empresa oferece também uma família de cobertura para o segmento industrial metal-mecânico. Já a CBR opera exclusivamente no mercado de tintas para impressão de embalagens em flexografia e os solventes específicos desse segmento. Somente no sul do Brasil vende 150 toneladas por mês. Na opinião de Colombo, os mercados de tintas e complementos estão em plena expansão e continuarão crescendo nos próximos anos. Sua previsão é produzir 40 milhões de litros de todos os produtos marca Anjo em 2004, sete milhões a mais em comparação com 2003.

    Fundada em 1993, a Farben tem parque fabril com 5.000 m2 de área construída, localizado em Içara, um pequeno município desmembrado de Criciúma, e produziu 15,6 milhões de litros em 2003, 80% em tintas para a indústria de móveis, sendo que 40% são formulações personalizadas de acordo com as configurações químicas e padrões de cores estabelecidos pelos clientes.

    A Farben é outra empresa a encarnar o espírito empreendedor de seu dono: “Até os 26 anos eu era office-boy”, faz questão de ressaltar o empresário Jayme Zanatta. Junto com o irmão Jorge, ele impulsionou a petroquímica de terceira geração do sul catarinense, nos anos 70 e 80, antes de partir para o mundo das cores. A grade completa dos produtos para móveis da Farben é formada por seladores, vernizes, primers, lacas, tíners, acabamentos em poliuretano, catalisadores, diluentes, tingidores e massas. Há ainda uma linha de secagem ultravioleta formada por fillers, primers pigmentados, vernizes, tingidores e tintas para impressão. A Farben fabrica também revestimentos especiais em pátina, decapê, marmorizado acetona, marmorizado água, satinê, granito, craquelê, efeito teia de aranha e acabamento texturizado. Segundo Jayme Zanatta, a única empresa no Brasil com a mesma diversificação em produtos para pintura em madeira é a Sayerlac, divisão de tintas para móveis da Renner, uma das líderes do setor no Mercosul.


    Página 1 de 41234

    Compartilhe esta página







      0 Comentários


      Seja o primeiro a comentar!


      Deixe uma resposta

      O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *