Tintas e Revestimentos

31 de dezembro de 2007

Tintas – Antiespumantes buscam menor impacto ambiental

Mais artigos por »
Publicado por: Domingos Zaparolli
+(reset)-
Compartilhe esta página

    O

    s fornecedores de antiespumantes e desaerantes, aditivos usados nas tintas e vernizes com o objetivo de combater as bolhas de ar que surgem durante o processo de produção e envase, não têm do que reclamar em 2007. As vendas foram boas, como em toda a cadeia produtiva do setor de tintas, que cresceu 8% em volume, conforme a estimativa da Associação Brasileira dos Fabricantes de Tintas (Abrafati). Para 2008, a expectativa é de que as vendas continuem aquecidas.

    Diante desse cenário, o desafio para os fornecedores dos aditivos é a oferta de produtos com maior valor agregado e, preferencialmente, que atendam a um requisito cada vez mais importante no setor: o baixo impacto ambiental. Ao mesmo tempo, os fornecedores dos insumos já começam a se preparar para um novo perfil de demanda, onde os aditivos serão multifuncionais, dispensando o uso de produtos específicos para o combate às bolhas.

    Segundo a estimativa de alguns fornecedores, o mercado brasileiro de antiespumantes e desaerantes para tintas e vernizes movimenta aproximadamente três mil toneladas por ano. Sendo que os antiespumantes representam por volta de 90% do total. Esses aditivos são divididos em duas bases tecnológicas principais: os aditivos à base de óleo mineral e vegetal e os aditivos à base de silicone. Existem produtos com outros polímeros e também com outras tecnologias, mas com pequena participação nas vendas.

    A relação de preços é amplamente vantajosa para os antiespumantes à base de óleo mineral ou vegetal; dependendo do fornecedor, eles chegam a custar entre R$ 2,00 e R$ 5,00 o quilo, enquanto os aditivos à base de silicone variam de R$15,00 aR$ 20,00. Em compensação, a dosagem exigida dos aditivos com silicone é entre 10% e 20% menor.

    A aplicação dos antiespumantes com óleo mineral e vegetal é limitada, pois eles atenuam o brilho da tinta, sendo indicada, portanto, para o mercado de tintas decorativas foscas. Já os aditivos com silicone possuem uma ação mais rápida e podem contribuir para melhorar o nivelamento do filme e manter suas características depois de curado. Antiespumantes e desaerantes possuem funções distintas. Os primeiros aceleram a quebra das chamadas macrobolhas, que se encontram na superfície da tinta. Já os desaerantes têm a função de combater as microbolhas, que estão incorporadas no corpo da tinta, o aditivo age envolvendo e juntando as pequenas bolhas, formando uma bolha maior que vai mais rapidamente para a superfície da tinta e estoura. Os desaerantes são consumidos principalmente pelas indústrias de tintas industriais e automotivas.

    Na formulação de tintas, utiliza-se surfactantes, também conhecidos como tensoativos, para diminuir a tensão artificial entre os ingredientes com diferentes polaridades. Toda tinta usa surfactantes, mas o consumo é maior nas tintas à base de água. Os surfactantes, porém, apresentam como efeito colateral uma tendência de formação de espumas.

    A presença de espuma durante a fabricação da tinta, especialmente na dispersão e moagem, reduz a eficiência do processo. A espuma também é um entrave ao envase, devido ao volume. Já na aplicação, a presença de bolhas na tinta tem o poder de comprometer o resultado final, gerando irregularidade no filme aplicado, como a presença de crateras, um efeito popularmente conhecido como olho-de-peixe.

    Silicones modificados – Os aditivos à base de óleo mineral são comoditizados e apresentam pouca inovação tecnológica. No Brasil, há vários fabricantes. Já os antiespumantes e desaerantes com maior valor agregado são, em geral, importados. A alemã BYK, líder mundial de aditivos, aparece como a maior nesse segmento de mercado. A empresa conseguiu essa posição em antiespumantes por ter sido a pioneira no desenvolvimento do aditivo formulado com silicone bloqueado polimericamente, relatou o diretor regional de vendas Aurélio Rocha. O antiespumante com o tradicional silicone livre pode apresentar, como efeito de uma má calibragem do formulador, defeitos como formação de crateras e estrias, ou a perda de aderência entre as camadas de demão. A tecnologia do silicone bloqueado evita esse conjunto de problemas.

    Química e Derivados, Aurélio Rocha, Tintas - Antiespumantes buscam menor impacto ambiental

    Rocha: silicone bloqueado evita problemas de dosagem

     

    A tecnologia desenvolvida pela BYK, porém, já é de domínio aberto. Rocha informou que a empresa investe no constante aprimoramento do produto como estratégia de se manter na liderança. No Brasil, a BYK atua por meio de importação do aditivo da Alemanha e é representada pela Bandeirante Brazmo. Aurélio Rocha explicou que o foco de atuação da empresa no Brasil no segmento de antiespumantes para tintas é o segmento de tintas e vernizes decorativos de alta performance, em base aquosa, além dos mercados de tinta industrial e tinta automotiva.

    Outra empresa com forte presença no mercado brasileiro é a Evonik, do grupo Degussa, com sua linha de aditivos Tego. Conforme relata Renato Stoikov, chefe de produto de aditivos para tintas, a tecnologia da Evonik para antiespumantes e desaerantes também é baseada em silicones modificados com polímeros, em especial poliésteres.

    A estratégia da Evonik, informou Stoikov, é o desenvolvimento de antispumantes e desaerantes customizados, específicos para cada aplicação. “Na linha de aditivos da Tego, formada por mais de 150 itens, aproximadamente um quarto é de antiespumantes e desaerantes”, afirmou o executivo. Uma tendência, comentou Stoikov, é a oferta de produtos que geram menor impacto ambiental, livres ou com baixos teores de VOC (Compostos Orgânicos Voláteis). Exigência cada vez mais comum entre os consumidores europeus, e que já começa a ser comum no Brasil, demandado principalmente por fabricantes de tintas internacionais que atuam no país.


    Página 1 de 3123

    Compartilhe esta página







      0 Comentários


      Seja o primeiro a comentar!


      Deixe uma resposta

      O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


      ""
      1
      Newsletter

      Receba artigos, notícias e novidades do mercado gratuitamente em seu email.

      Nomeseu nome
      Áreas de Interesseselecione uma ou mais áreas de interesse
      Home - Próximo Destino Orlando
      ­
       Suas informações nunca serão compartilhadas com terceiros
      Previous
      Next