Química

20 de outubro de 2008

Tecnologia auxilia exploração

Mais artigos por »
Publicado por: Bia Teixeira
+(reset)-
Compartilhe esta página
    A

    linhados com o tema “Petróleo e Gás no século XXI: desafios tecnológicos”, escolhido pelo organizador do evento, o Instituto Brasileiro de Petróleo, Gás e Biocombustíveis (IBP), a maior parte das empresas procurou destacar suas competências tecnológicas e sua estratégia para o atendimento do setor de óleo e gás natural. Na área química isso não foi diferente, assim como na de segurança e automação, passando pelo setor de TI, que promoveu um show virtual de tecnologia.

    Tradicional fornecedora da Petrobras no Brasil, além das demais oil companies que operam no país, a Dow Chemical Company, com vendas anuais de US$ 54 bilhões, decidiu marcar sua participação no evento anunciando o lançamento mundial de uma unidade de negócios voltada exclusivamente para o setor de petróleo e gás. A Dow Oil & Gas, que fi cará sediada em Houston, Texas (EUA), vai oferecer soluções inovadoras de produtos, tecnologia e serviços para clientes que atuam desde o poço até o posto.

    “Vamos disponibilizar o alcance global e o amplo portfólio de produtos e serviços da Dow para o setor de petróleo e gás, com um ponto de enfoque único, disponibilizando soluções inovadoras e suporte técnico para que nossos clientes possam atuar em condições operacionais cada vez mais desafiadoras”, destacou Janet Giesselman, vice-presidente e gerente-geral da Dow Oil & Gas, que veio ao Brasil especialmente para lançar a unidade na ROG.

    Química e Derivados, Janet Giesselman, vice-presidente e gerente-geral da Dow Oil & Gas,  Tecnologia auxilia exploração

    Janet Giesselman comandará de Houston a nova empresa da Dow

    A recém-nascida unidade vai trabalhar mais de perto com os clientes do setor de óleo e gás, em todas as atividades: desde a exploração, produção e refi no ao processamento de gás e transporte de combustíveis, de acordo com Cláudia Schaeffer, diretora-comercial da Dow Oil & Gas para a América Latina, com escritório em São Paulo. A intenção é oferecer tecnologias especializadas e formulações químicas para condições não-convencionais de perfuração e transporte de combustíveis, tais como altas temperaturas e pressões. “Estamos comprometidos com o desenvolvimento de novas tecnologias para a recuperação do petróleo e soluções que tornem a fratura, estimulação e transporte mais efi cazes e efi cientes.”

    “À medida que a demanda global por energia aumenta exponencialmente, torna-se fundamental agregar valor às reservas comprovadas do mundo por meio da extração de maiores quantidades de petróleo dos reservatórios existentes”, afi rmou Giesselman. No entanto, ela não quis dar maiores detalhes sobre as soluções que a companhia dispõe para as atividades na camada de pré-sal, afi rmando apenas que a área de pesquisas está estudando o desenvolvimento de soluções aplicáveis a esse cenário.

    Química e Derivados, Cláudia Schaeffer, diretora-comercial da Dow Oil & Gas para a América Latina,  Tecnologia auxilia exploração

    Cláudia Schaeffer oferece tecnologia para melhorar a recuperação

    Novidades no mercado – Mostrar o que tem de mais novo para oferecer ao mercado foi a estratégia da Nalco, que fornece especialidades químicas e serviços para os mercados de exploração e produção de petróleo, refi naria, indústrias de processos químicos e petroquímicos, e aditivos para gasolina e diesel. A Nalco levou para a feira seus representantes nas Américas e Europa para falar sobre a novíssima tecnologia BrightWater; de inibição de hidrato; de garantia de escoamento para os novos projetos em águas profundas e de inibição de deposição de parafi na.

    A proposta da empresa, que opera em 130 países e cujas vendas em 2007 ultrapassaram US$ 3,9 bilhões, foi a de expor seus programas, serviços e processos, aproveitando a oportunidade para estreitar o relacionamento com os presentes. Dessa forma, quer incentivar o intercâmbio de informações entre pesquisadores, técnicos e empresas de abrangência internacional, além de divulgar seus conhecimentos. Com isso, busca se consagrar como uma liderança mundial em aplicações para tratamento de águas, qualidade do ar de interiores e melhoria de processos, fornecendo soluções que visam a reduzir o consumo de água, energia e outros recursos naturais e a emissão de poluentes ambientais.

    Com um portfólio de mais de 500 mil clientes em 80 países, a Bosch Rexroth, fornecedora global de soluções na área de automação industrial e de produção, também trouxe novidades, com foco nas atividades offshore. O destaque fi cou por conta do Modular Active Heave Compensation System, um Sistema Modular de Compensação Ativa do Movimento (MAHCS) que diminui o tempo de parada durante operações offshore. A parada das máquinas, causada por condições climáticas ruins, é um problema crucial para os operadores, pois há risco de perda de capital e danos graves a equipamentos de alto custo.


    Página 1 de 3123

    Compartilhe esta página







      0 Comentários


      Seja o primeiro a comentar!


      Deixe uma resposta

      O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


      ""
      1
      Newsletter

      Receba artigos, notícias e novidades do mercado gratuitamente em seu email.

      Nomeseu nome
      Áreas de Interesseselecione uma ou mais áreas de interesse
      Home - Próximo Destino Orlando
      ­
       Suas informações nunca serão compartilhadas com terceiros
      Previous
      Next