Tecnologia Ambiental

30 de junho de 2014

Tecnologia ambiental – Notícias: Cetesb faz consulta para guia de curtumes

Mais artigos por »
Publicado por: Quimica e Derivados
+(reset)-
Compartilhe esta página

    A Cetesb apresentou para consulta pública o documento “Guia Técnico Ambiental de Curtumes – 2ª edição”, que será aprovado depois de considerar as contribuições públicas e após ser submetido à análise pela agência ambiental.

    O guia visa auxiliar o conceito de Produção Mais Limpa (P+L) ao gerenciamento dos curtumes, de forma particular na sua gestão ambiental.

    O conceito de P+L é uma série de práticas para otimizar o uso dos recursos e evitar ou reduzir a emissão de poluentes por ações preventivas em processos, produtos e serviços.

    O P+L tem como pontos principais a redução ou eliminação de matérias-primas tóxicas, eficiência no uso de matérias-primas, água ou energia, além de redução na geração de resíduos, efluentes ou emissões gasosas.

    A proposta elaborada pela Cetesb foi discutida no Grupo de Técnico Produção mais Limpa (P+L) no setor coureiro-calçadista de São Paulo da Câmara Ambiental da Indústria de Couros, Peles, Assemelhados e Calçados, recebendo contribuições de várias entidades representativas da área.

    Das contribuições recebidas, não foi incorporada ao texto apenas a que trata da utilização da denominação de resíduos sólidos para aparas e raspas originadas nos curtumes, sendo que os representantes do Centro das Indústrias de Curtumes do Brasil (CICB) não concordam com a denominação e reivindicam a utilização do termo “subproduto de curtume”.

    O documento ficará disponível por no mínimo um mês e todos os interessados em contribuir com a avaliação deverão enviar os comentários por meio de formulários disponíveis no site da Cetesb.

    A Cetesb adotou a consulta pública como etapa do processo de análise e aprovação dos produtos propostos pelas Câmaras Ambientais do Estado de São Paulo, para ampilar a participação da sociedade na decisão de ações e políticas públicas ambientais.



    Compartilhe esta página







      0 Comentários


      Seja o primeiro a comentar!


      Deixe uma resposta

      O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *