Tintas e Revestimentos

11 de abril de 2002

Revestimentos: Cresce a concorrência no mercado de antiaderentes

Mais artigos por »
Publicado por: Marcio Azevedo
+(reset)-
Compartilhe esta página

    Química e Derivados: Revestimentos: Utensílios domésticos ganham formulações em pó, sem solventes.

    Utensílios domésticos ganham formulações em pó, sem solventes.

    A

    Akzo Nobel Tintas Industriais está trazendo para o mercado brasileiro sua linha de revestimentos antiaderentes à base de politetrafluoretileno (PTFE) denominada Trylon. A empresa do grupo multinacional holandês Akzo Nobel, com atuação nos segmentos químico, farmacêutico, de revestimentos e de tintas, em que é líder mundial, realizou o lançamento do produto durante a Gift Fair, que ocorreu entre os dias 6 e 9 de março no Pavilhão Vermelho do Expo Center Norte.

    Com planos para abocanhar 30% do mercado brasileiro de revestimentos antiaderentes em dois anos, a Akzo Nobel aposta no desenvolvimento tecnológico para competir no mercado dominado com folga pela DuPont, a pioneira dos revestimentos antiaderentes no Brasil e no mundo. A norte-americana é a inventora do Teflon, o antiaderente para utensílios domésticos de uso mais difundido mundialmente, e detém mais de 50% das vendas no mercado brasileiro.

    Cláudio Vieira, gerente da unidade de negócios de revestimentos antiaderentes da Akzo para a América do Sul, explica a aposta no diferencial tecnológico do Trylon: “A empresa tem uma condição favorável ao investimento em pesquisa e tecnologia. Estamos trazendo para o Brasil formulações diversas que permitem uma ampla gama de aplicações que ainda não têm penetração no mercado brasileiro”. O executivo pondera que “o potencial de crescimento do consumo dos revestimentos antiaderentes no País é muito grande, pois o consumo atual é muito menor que na Europa e nos Estados Unidos”.

    Entre as novidades que a companhia holandesa desembarca no País, estão as formulações da linha Decorative, revestimentos coloridos para o exterior de utensílios de cozinha, como panelas, frigideiras e assadeiras. Os revestimentos possuem alta resistência ao calor, boa estabilidade e permitem acabamentos texturizados.

    A Akzo será a única empresa brasileira a fabricar formulações a pó para exteriores de utensílios domésticos. Além de permitir a variedade nas cores e acabamentos, a formulação a pó não causa danos ao meio ambiente, pois não tem solventes orgânicos em sua composição e é aplicada pelo processo de pintura eletrostática, com 98% de eficiência.

    Química e Derivados: Revestimentos: Vieira - consumo de antiaderentes é ainda muito baixo no Brasil.

    Vieira – consumo de antiaderentes é ainda muito baixo no Brasil.

    Para os cabos e outros acessórios de baquelite, foi desenvolvida a tecnologia soft touch, que confere uma textura emborrachada às superfícies. O revestimento possui alta resistência ao calor e à abrasão e não necessita de cura ou sinterização. Cláudio Vieira revela que a empresa importará algumas formulações reforçadas que aumentam a vida útil do revestimento e formulações com resina de poliéster e silicone, que os concorrentes não oferecem.

    Segundo Nádia Corrêa, especialista em revestimentos antiaderentes da Akzo, além das formulações à base de PTFE, a empresa oferece opções em FEP (propileno etileno fluorado), que dá maior resistência química ao revestimento; PFA (perfluoralcóxi), que oferece maior dureza superficial; além das linhas IRS, que proporciona maior flexibilidade, e HTR, que aumenta a resistência do revestimento à chama. O uso do revestimento HTR evita a necessidade de usinagem do fundo das panelas, devido ao contato com a chama.

    A investida da rival holandesa no mercado brasileiro, entretanto, ainda não assusta a líder DuPont. José Rubens Tavares, gerente da divisão de negócios de revestimentos industriais à base de fluorpolímeros no País, explica que a empresa já concorre com a Akzo em outros mercados e, portanto, os novos produtos que a rival trará para o mercado brasileiro são, a rigor, novidades de mercado e não inovações tecnológicas. Além disso, a multinacional norte-americana costuma liderar os mercados onde concorre no segmento de revestimentos antiaderentes. Mundialmente, a empresa domina o setor com cerca de 50% a 60% de participação em volume de produtos. O gerente evita revelar números, porém afirma que “os produtos da DuPont têm maior valor agregado que os similares concorrentes, e por isso a participação em receitas tende a ser ainda maior que a fatia em volumes”.

    Perante a afirmação de que a Akzo fornecerá produtos sem concorrentes no mercado brasileiro, Rubens Tavares afirma que a DuPont procura considerar o valor agregado que o negócio pode gerar para definir sua atuação em determinado nicho de mercado. Na análise da companhia, ainda não há demanda no País que justifique a atuação em alguns segmentos do mercado de revestimentos antiaderentes. O executivo, porém, faz questão de ressaltar que a empresa possui diversas tecnologias, tanto para aplicações industriais como para utensílios domésticos, e assim que forem detectadas mudanças no mercado que justifiquem novos investimentos a companhia estará preparada para fazê-los.

    A Dupont detém mais de 95% das patentes mundiais de antiaderentes. Desde 2001, toda a família de revestimentos para peças de cozinha da multinacional foi realinhada sob a denominação Teflon. Os produtos vão desde o Teflon Prima, o antiaderente tradicional, até o Teflon Platinum, o revestimento de maior durabilidade da linha. Segundo Rubens Tavares, “o Teflon é a marca mais sólida da DuPont, e queríamos que o selo de identificação do revestimento se tornasse também um selo de garantia”, referindo-se à etiqueta que as peças revestidas com o Teflon ostentam. Para obter o direito de utilizar revestimentos da DuPont e estampar o selo Teflon em suas peças, o fabricante deve submeter seus produtos a testes pré-determinados pela empresa. Aprovado nos testes, o cliente precisa avaliar e garantir a qualidade dos processos de fabricação das peças e aplicação dos revestimentos. Desse modo, o selo de certificação garante não só a qualidade do revestimento como da aplicação do produto e da peça revestida.


    Página 1 de 212

    Compartilhe esta página







      0 Comentários


      Seja o primeiro a comentar!


      Deixe uma resposta

      O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


      ""
      1
      Newsletter

      Receba artigos, notícias e novidades do mercado gratuitamente em seu email.

      Nomeseu nome
      Áreas de Interesseselecione uma ou mais áreas de interesse
      Home - Próximo Destino Orlando
      ­
       Suas informações nunca serão compartilhadas com terceiros
      Previous
      Next