Notícias

20 de fevereiro de 2003

Petroquímica: Braskem vende resinas para Rio Polímeros abrir mercado

Mais artigos por »
Publicado por: Renata Pachione
+(reset)-
Compartilhe esta página
    A

    petroquímica Braskem assinou contrato para fornecer polietileno de alta densidade (PEAD) e polietileno de baixa densidade linear (PEBDL) para a futura concorrente Rio Polímeros (grupos Suzano, Unipar e Petrobrás). O negócio, no valor de R$ 300 milhões, permitirá o desenvolvimento de mercado em fase de pré-operação do chamado Pólo Gás-Químico do Rio de Janeiro, empreendimento de US$ 1 bilhão em construção na cidade de Duque de Caxias (RJ), com início de produção previsto para meados do próximo ano.

    O acordo vigorará até o final de 2004. Apesar de os executivos da Braskem não divulgarem o volume do fornecimento, estima-se que gire em torno de 70 mil toneladas. As resinas serão provenientes da unidade da Braskem em Camaçari (BA). Para ampliar a produção do PEBDL, a companhia pretende investir cerca de R$ 8 milhões. Atualmente, a planta baiana produz apenas o PEAD, pois o PEBDL, até o momento, fica por conta da unidade do Rio Grande do Sul. “Com esse investimento, a empresa terá mais flexibilidade para voltar a produzir o PEBDL”, explicou o diretor comercial da Braskem Marcelo Mancini Stella. A planta de Camaçari dispõe da tecnologia Unipol de fase gasosa, a mesma a ser utilizada pela Rio Polímeros.

    Na opinião do vice-presidente da Unidade de Poliolefinas da Braskem Luiz Mendonça, as duas empresas se beneficiarão com o acordo. A Rio Polímeros, segundo sua avaliação, terá assegurado o fornecimento de um produto sob medida, de fabricação local e de quem domina a tecnologia Unipol. Para a Braskem, o contrato trará volumes adicionais de venda, com boa rentabilidade. “Os preços foram os vigentes no mercado”, disse.

    Para Mancini, trata-se de uma forma moderna de negociar, e explica: “Nosso concorrente tinha necessidade do produto. Se não o atendêssemos, o grupo buscaria o polietileno em outra fonte.

    Aproveitamos a oportunidade de fazer um bom negócio”, avaliou. Apesar dessa visão empreendedora e de não considerar a Rio Polímeros uma ameaça, Mancini admite a possibilidade de a Braskem perder uma pequena parcela do market share, com a entrada da petroquímica fluminense no mercado.

    Evolução do mercado – Segundo expectativa dos executivos da Braskem, a nova configuração do setor não deve afetar a liderança da companhia sobretudo pelas características do mercado brasileiro de termoplásticos. Conforme constata o presidente da Braskem José Carlos Grubisich, o setor está em franca ascensão. Para a empresa, com a chegada de um novo player, reafirma-se o dinamismo da indústria brasileira do plástico, cujo crescimento em 2002, segundo informações da Braskem, foi de cerca de 5% em relação ao ano anterior. Grubisich também confia no potencial desse mercado, devido ao baixo consumo per capita de produtos termoplásticos no Brasil, se comparado ao de outros países. De acordo com dados da Braskem, enquanto os brasileiros não chegam a consumir dez quilos de polietileno por ano, nos Estados Unidos esse consumo é de cerca de 45 quilos e, na Europa, de 30 quilos.

    Além de apostar na evolução do setor petroquímico, o diretor justifica sua confiança a partir dos investimentos futuros da Braskem. Apesar de não adiantar quais seriam os novos negócios da companhia, Mancini afirmou existirem diversos projetos em análise para aumentar a capacidade produtiva de termoplásticos nos próximos anos. “Se eu fosse apostar, diria que a próxima empresa a colocar mais uma fábrica de polietileno no mercado seria a Braskem”, anunciou.

    A futura planta da Rio Polímeros deve entrar em operação no segundo semestre de 2004, com capacidade de produção anual de 500 mil t de polietilenos. A companhia obterá as resinas tendo por matéria-prima o gás natural, em vez da tradicional nafta.



    Compartilhe esta página







      0 Comentários


      Seja o primeiro a comentar!


      Deixe uma resposta

      O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


      ""
      1
      Newsletter

      Receba artigos, notícias e novidades do mercado gratuitamente em seu email.

      Nomeseu nome
      Áreas de Interesseselecione uma ou mais áreas de interesse
      Home - Próximo Destino Orlando
      ­
       Suas informações nunca serão compartilhadas com terceiros
      Previous
      Next