Química

31 de janeiro de 2013

Máquinas moleculares – A fabricação artificial de moléculas

Mais artigos por »
Publicado por: Quimica e Derivados
+(reset)-
Compartilhe esta página

    N

    o interior de alguns laboratórios está acontecendo uma revolução industrial, graças ao projeto de máquinas moleculares que envolve o grupo de David Leigh, que começou na Universidade de Edimburgo e atualmente se encontra na Universidade de Manchester.

    Seu grupo decidiu imitar o ribossomo e, tendo como base a estrutura de um rotaxano, chegaram em uma máquina celular que pode construir proteínas.  No entanto, Leigh faz questão de enfatizar que esta não pretende ser uma alternativa para o ribossomo artificial, especialmente porque sua máquina é muito mais lenta do que sua contraparte biológica –  e levou 36 horas para sintetizar um peptídeo de três aminoácidos – porém o trabalho é uma prova de conceito de uma máquina molecular.

    Isso é algo que Fraser Stoddart, pai de máquinas baseadas em rotaxano da Northwestern University, na Califórnia, EUA, concorda. Stoddart descreve o trabalho como “o caminho para a concepção”, e que a ideia do uso de moléculas para construir outras moléculas é “a direção em que a química tem que ir”.

    Seja qual for a resposta, Leigh tem uma série de planos para o dispositivo, incluindo o aumento do número de aminoácidos que poderão ser unidos. Existem ainda diferentes testes que Leigh gostaria de fazer, e que tem como proposta fazer suas pesquisas mantendo as informações de forma que elas poderão ser relidas, como por exemplo as mantidas em um RNA, que pode ser lido mais do que uma vez por um ribossoma.

    Mas é claro que estas máquinas moleculares estão apenas o começo. Talvez, no futuro, estas máquinas poderão ajudar vários tipos de fábricas, barateando os processos de fabricação e deixando-os mais eficazes como, por exemplo, no caso da penicilina.

    “A química é, de longe, a mais jovem das ciências, levando em consideração não termos nem raspado a sua superfície ainda. Há muito que temos de aprender sobre ela” diz Stoddart.

     

    Veja o vídeo que demonstra o funcionamento do dispositivo:

     



    Compartilhe esta página







      0 Comentários


      Seja o primeiro a comentar!


      Deixe uma resposta

      O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


      ""
      1
      Newsletter

      Receba artigos, notícias e novidades do mercado gratuitamente em seu email.

      Nomeseu nome
      Áreas de Interesseselecione uma ou mais áreas de interesse
      Home - Próximo Destino Orlando
      ­
       Suas informações nunca serão compartilhadas com terceiros
      Previous
      Next