Química

15 de abril de 2011

IYC 2011 – Ensino de Química – Nanotecnologia ganha centro de P&D

Mais artigos por »
Publicado por: Marcelo Fairbanks
+(reset)-
Compartilhe esta página

    Nanotecnologia ganha centro de P&D

    A

    Escola Senai Mario Amato está prestes a inaugurar um centro de pesquisa e desenvolvimento em nanotecnologia, com a intenção de apoiar a criação de um curso superior e duas pós-graduações nesse novo campo de conhecimentos. Com a instalação dos laboratórios especializados, também serão organizados mestrados profissionalizantes e cursos de formação continuada.

    “Toda essa estrutura também vai contribuir para ampliar os conhecimentos transmitidos na formação dos nossos técnicos químicos”, comentou Pedro Teruji Minamidani, coordenador do núcleo de tecnologia química da escola de São Bernardo do Campo-SP. Embora seja um campo muito recente de desenvolvimento, a nanotecnologia atrai a atenção de vários segmentos industriais pelos benefícios que pode agregar aos produtos e processos produtivos. “Estimamos que 36 diferentes setores poderão se beneficiar dos nossos projetos de pesquisas”, salientou o coordenador. O centro de P&D prevê a instalação de salas isoladas para que os clientes possam guardar sua documentação sigilosa, porém necessária para projetos especiais a serem desenvolvidos nessa instalação. Aliás, o coordenador avisou: “Será preciso contratar pessoal qualificado de nível técnico e superior para conduzir as atividades.”

    Química e Derivados, Pedro Teruji Minamidani, SENAI Mario Amato, São Bernardo do Campo-SP

    Minamidani: trabalhos beneficiarão 36 setores

    Minamidani não titubeia ao situar a nanotecnologia como uma ramificação da Química. “Ela estuda a estrutura dos materiais, portanto pertence à Química”, salientou. Tão recente é essa área que ainda não estão definidas as normas oficiais de segurança compatíveis com as substâncias em nanoescala. “Há algumas normas espalhadas em vários países, e estamos participando de fóruns para discutir essa questão”, explicou.

    Como ressaltou Édina Marta Uzelin, o curso técnico em química da Mario Amato enfatiza nos alunos os aspectos relacionados com a segurança dos processos e individuais. “Eles vão trabalhar nas indústrias, portanto precisam saber isso muito bem, além dos cuidados ambientais”, comentou.

    Até o mês de maio deste ano, estão abertas as inscrições para o Edital Sesi/Senai de Inovação 2011. Trata-se de um processo para selecionar projetos de pesquisa voltados ao desenvolvimento de produtos inovadores e ao aprimoramento de processos industriais, que podem ser apresentados por indústrias paulistas de dezoito diferentes setores. Os projetos selecionados receberão uma verba individual de até R$ 400 mil, com os trabalhos técnicos sendo realizados pelas equipes do Sesi/Senai. Em outros anos, vários projetos resultaram em sucessos empresariais, como a prótese de quadril fabricada com materiais poliméricos de alta resistência. Há mais informações disponíveis na página: http://www.editaldeinovacao.com.br



    Compartilhe esta página







      0 Comentários


      Seja o primeiro a comentar!


      Deixe uma resposta

      O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


      ""
      1
      Newsletter

      Receba artigos, notícias e novidades do mercado gratuitamente em seu email.

      Nomeseu nome
      Áreas de Interesseselecione uma ou mais áreas de interesse
      Home - Próximo Destino Orlando
      ­
       Suas informações nunca serão compartilhadas com terceiros
      Previous
      Next