Notícias

24 de março de 2003

Instrumentos: Eletrodos melhoram leitura de pH nos processos

Mais artigos por »
Publicado por: Hamilton Almeida
+(reset)-
Compartilhe esta página
    A

    Mettler Toledo Brasil está introduzindo eletrodos mais modernos no mercado. O InPro 4800, combinado de pH com sensor de temperatura integrado, foi projetado para as aplicações mais críticas em indústrias de processos químicos. “Este eletrodo apresenta medições confiáveis em meios oxidantes, em soluções extremas alcalinas ou ácidas, apresentando também excelente performance em processos com elevados valores de temperatura e pressão”, informa o engenheiro de aplicação Vitor Sabadin.

    Foi desenvolvida também uma versão com membrana plana de vidro, que minimiza o ataque abrasivo, para processos com presença de sólidos suspensos. De acordo com Sabadin, o grande diferencial de tecnologia está centrado na dupla câmara de eletrólito, onde a arquitetura empregada cria um longo caminho de difusão para potenciais contaminações químicas, que devem permanecer longe do sistema de referência durante todo o tempo de vida útil do eletrodo.

    Outro fator de ganho de performance é o fato do InPro 4800 suportar temperaturas até 130°C, mesmo que combinadas com pressões de até 13 bar, características frequentes na indústria química, petroquímica e de papel e celulose. “Esse tipo de construção desenvolvida e patenteada pela Mettler Toledo – Divisão Processo em sua matriz na cidade de Urdorf, na Suíça, tem mostrado excelentes respostas em aplicações que, anteriormente, representavam problemas para medições analíticas convencionais”, observa Sabadin. O produto possibilita medições on-line em pontos onde eram necessários caros sistemas de amostragem.

    A Mettler Toledo acredita que o InPro 4800 vai ganhar uma fatia de mercado onde sistemas auxiliares eram obrigatórios para baixar temperaturas e/ou diminuir pressões. “A instalação de um loop de medição de pH visa atender necessidades específicas do mercado químico e petroquímico, baixando o custo do ponto de instalação e, principalmente, oferecendo uma solução de alta confiabilidade, precisão e baixa manutenção”, acrescenta o engenheiro de aplicação.

    Baseado na tecnologia ISFET, a empresa já está comercializando também o eletrodo InPro 3300, que, segundo Sabadin, “apresenta uma nova oportunidade de medição on-line de pH em processos da indústria alimentícia”. Com a nova tecnologia, a membrana de vidro é substituída, o que elimina o risco de contaminação no processo.

    Com o controle em tempo real, não há necessidade de tomada de amostras. O produto é considerado adequado para aplicações higiênicas. Entre as suas aplicações, figuram entrega e armazenamento de leite cru, controle contínuo da qualidade antes do processamento, produção de manteiga, creme de leite, iogurte, refrigerantes e sucos. Na indústria de refrigerantes, faz o monitoramento contínuo de acidez.



    Compartilhe esta página







      0 Comentários


      Seja o primeiro a comentar!


      Deixe uma resposta

      O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


      ""
      1
      Newsletter

      Receba artigos, notícias e novidades do mercado gratuitamente em seu email.

      Nomeseu nome
      Áreas de Interesseselecione uma ou mais áreas de interesse
      Home - Próximo Destino Orlando
      ­
       Suas informações nunca serão compartilhadas com terceiros
      Previous
      Next