Produtos Químicos e Especialidades

15 de fevereiro de 2012

Glicerina – Produção cresce e estimula novos usos

Mais artigos por »
Publicado por: Hamilton Almeida
+(reset)-
Compartilhe esta página

    química e derivados, glicerina, produção cresce

    Q

    ue a economia brasileira vai bem, ninguém discorda. Há um segmento de mercado, entretanto, cujos negócios estão indo muito bem. Até há pouco tempo um “patinho feio”, a glicerina adquiriu status diferenciado com a descoberta de novas aplicações, cada vez mais nobres. Ganhou versatilidade e a produção está em alta. Por outro lado, a demanda é cada vez maior, tanto no mercado interno como no externo. E as perspectivas são animadoras.

    “O mercado está crescendo. As pesquisas não param e, a cada dia, descobrem-se novas aplicações para a glicerina. Este produto está deixando de ser um problema, para ser a solução de muitos setores”, afirma Felipe Camargo, gerente da unidade Soapstock & Acid Oils (especializada na comercialização de resíduos e glicerinas) da Aboissa Óleos Vegetais.

    Camargo relata que, recentemente, surgiram duas novas aplicações no país. Na construção civil, a glicerina funciona como um substituto de um plastificante de alto valor, aplicado para fazer o concreto deslizar pela tubulação, acelerando os trabalhos, mas com grande praticidade. Na nutrição animal, a glicerina serve como fonte energética para aves e suínos, principalmente, substituindo itens caros como o óleo de frango e o óleo de soja degomado. Estas aplicações já estavam em prática em outros países.

    Eduardo Oliva, gerente operacional da UniAmérica Brasil, também é testemunha de que “há muitos estudos e trabalhos para o desenvolvimento de novos usos para a glicerina de origem biodiesel”. Ele diz que se prevê a utilização de um éster dela em produtos usados na extração de petróleo em águas profundas. Ele se refere à glicerina com grau de pureza de 80%.

    Andrea Gaia, coordenadora de insumos fracionados diversos da UniAmérica, acrescenta: “No Brasil, grande parte da glicerina de biodiesel (glicerol a 80%) passa pelo processo de bidestilação, tornando-se útil para diversos fins em indústrias de tintas, vernizes, têxtil, entre outras. Há projetos para utilização de glicerina na perfuração de poços, em ração animal e em plástico biodegradável, que deverão consumir grande parte ou a totalidade do que se produz atualmente.” A euforia é tanta que Andrea acha que o Brasil poderá até mesmo se tornar um importador de glicerina a curto prazo.

    química e derivados, fontes de glicerina

    Fluxograma – Fontes de Glicerina – Clique para ampliar

     

     

     

     

     

     

     

     

    O peso da China – Há 13 anos na Aboissa, Camargo lembra que, em 2005, a produção de glicerina tinha apenas dois destinos: ou era exportada para a China, muitas vezes sem valor comercial, ou era queimada nas caldeiras. “Hoje, com a melhoria contínua nos processos, podemos afirmar que o produto brasileiro conquistou e vem conquistando novos mercados internacionais. E, no mercado interno, existem novas aplicações e muitos projetos em estudos.”

    Oliva pondera que o mercado mudou muito, nos últimos anos, com a chegada do biodiesel. “Hoje, a maior parte da produção da glicerina de biodiesel é exportada de maneira bruta, com 80% de glicerol. O principal mercado de destino é a China, onde é usada para queima e produção de outros produtos.” Andrea assinala que é “um combustível barato, em relação às demais fontes”.

    Oliva avalia que, no mercado interno, o uso da glicerina bruta “ainda é muito restrito”, como na alimentação de suínos. A principal utilização fica por conta das indústrias de tintas, vernizes e química, ocupando o lugar da glicerina de saponificação, que está sendo destinada às fábricas de alimentos, cosméticos e farmacêuticos.

     


    Página 1 de 3123

    Compartilhe esta página







      0 Comentários


      Seja o primeiro a comentar!


      Deixe uma resposta

      O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


      ""
      1
      Newsletter

      Receba artigos, notícias e novidades do mercado gratuitamente em seu email.

      Nomeseu nome
      Áreas de Interesseselecione uma ou mais áreas de interesse
      Home - Próximo Destino Orlando
      ­
       Suas informações nunca serão compartilhadas com terceiros
      Previous
      Next