Química

15 de outubro de 2008

Estabilizadores de UV – Cresce a concorrência na proteção das tintas

Mais artigos por »
Publicado por: Domingos Zaparolli
+(reset)-
Compartilhe esta página

     

     

    A

    Ciba Especialidades Química e a Clariant ganharão companhia no mercado brasileiro de estabilizadores ultravioleta (UV) para tintas. Até o final deste ano, a Quiminutri Especialidades Químicas inicia a comercialização dos aditivos, representando no Brasil os produtos do grupo holandês IGM Resins. Também esta prevista para o final do ano uma decisão estratégica do grupo norte-americano Cytec em relação ao seu posicionamento no mercado de estabilizadores UV. Como informa o gerente de vendas Cássio Martins, a Cytec, que tem forte presença no segmento de estabilizadores UV para aplicações em plásticos, mas apresenta uma presença tímida nas aplicações em tintas, deverá reformular sua estratégia, tornando-a mais agressiva no segmento de tintas ou abdicando do negócio. Ciba, Clariant e Quiminutri possuem estratégia e perspectivas distintas de mercado.

    Nenhuma dos quatro players revela seus números ou divulga projeções sobre a demanda brasileira de estabilizadores UV. Estima-se que o segmento de tintas represente 1/3 dos negócios em estabilizadores de UV, sendo o segmento de plásticos o principal consumidor, e cosméticos, têxteis e fibras de vidro os demais mercados relevantes. Entre as aplicações em tintas, os segmentos de tintas automotivas – originais e repinturas – são os principais consumidores, demandando praticamente 50% das encomendas. Os vernizes para madeiras representam por volta de 25% dos negócios; as tintas industriais outros 20% e o restante é usado em tintas decorativas, nas linhas de esmaltes.

    A radiação ultravioleta quebra a estrutura das resinas que compõem as tintas, gerando o desgaste de cor e brilho. Os estabilizadores de UV têm a função de mitigar esses efeitos. São dois os grupos de estabilizadores utilizados em tintas, os absorvedores de radicais livres, conhecidos como HALS, sigla para Hindered Amiene Amorim, gerente de vendas da Ciba, os absorvedores de UV atuam na faixa de radiação ultravioleta de 315 a 380 nanometros e tem como principal característica a absorção da luz UV e sua dissipação, funcionando como um filtro, evitando a degradação do polímero. Os absorvedores agem principalmente contra mudanças de cor, blistering e perda de adesão. Como a eficácia de absorção não é total, é preciso sequestar os radicais livres formados na superfície da tinta, fazendo com que eles retornem à sua estrutura inicial. As linhas de estabilizantes HALS agem principalmente contra a redução de brilho craqueamento e chalking.

    Uma formulação de tinta adequada combina o uso de aborvedores e bloqueadores de ultravioleta. Uma simulação elaborada pela Ciba, por meio de testes realizados na Flórida, Estados Unidos, com uma base coat metálica, apontou que após dez meses de exposição, uma tinta sem proteção de estabilizadores de UV já perde sua característica de brilho, passando para semibrilho e, em trinta meses, já está totalmente fosca. A mesma tinta, apenas enriquecida com absorvedores de UV, apresentou uma perda de brilho muito mais gradual, chegando aos trinta meses ainda com características de semibrilho e levando cinqüenta meses para degradar até a condição de fosca. Uma terceira versão da mesma tinta, agora aditivada com absorvedores e HALS, foi capaz de chegar a sessenta meses de exposição ainda com características de semibrilho.

    Evolução tecnológica – Os primeiros absorvedores de UV chegaram ao mercado em meados dos anos 70 do século passado, primeiro, por meio das tecnologias das benzofenonas e oxalanilidas e depois com a tecnologia dos benzotriazois (BTZ). Nos anos 90 foi desenvolvida a tecnologia das triazinas (HPT de hydroxyphenyltriazines), considerada mais efi ciente. Já a tecnologia HALS é de 1985. Eider Amorim relata que a Ciba 2008 – outubro – Química e Derivados vem apresentando ao mercado uma nova geração de absorvedores com base em triazinas, batizada de Advanced HPT’s, lançada mundialmente em 2007. “São absorvedores de alta performance, que apresentam uma proteção superior tanto em foto como em termo permanência, o que significa menos influência tanto de temperatura quanto da luz UV, conseguida com uma menor concentração do produto, apresentando assim uma boa relação de custo/benefício”, diz o executivo.

    Química e Derivados, Amorim, gerente de vendas da Ciba, Estabilizadores de UV - Cresce a concorrência na proteção das tintas

    Amorim: exista tecnologia para-estabilizar sistemas aquosos

    Segundo Amorim, nos últimos anos a maioria dos fabricantes de tintas automotivas originais realizaram uma migração dos aditivos à base de benzotriazois para os aditivos em triazinas. A expectativa agora é que esses fabricantes adotem os absorvedores HPT’s de nova geração. “Testes nesse sentido já estão sendo realizados”, informa o executivo. Entre os fabricantes de vernizes para madeira, a tendência, avalia o executivo da Ciba, é que eles migrem diretamente dos aditivos BTZ para os Advanced HPT’s.

    Outra inovação em curso na Ciba é a adequação dos estabilizadores para a aplicação em sistemas de tintas à base d’água, cujos primeiros produtos já chegaram ao mercado. “Estamos usando a tecnologia de microencapsulamento com base em nanotecnologia para isso. Hoje podemos dizer que não existem mais limitadores tecnológicos para usar estabilizadores de UV em tintas base d’água”, diz Amorim. O nome comercial das linhas de estabilizadores de ultravioleta da Ciba é Tinuvin; a empresa mantém versões dos aditivos em benzotriazois, triazinas e triazinas avançadas. Os produtos são importados das unidades da empresa nos Estados Unidos e na Suíça. Uma tendência de mercado, relata Amorim, é a comercialização de blendas prontas de absorvedores e HALS. “É uma comodidade para o cliente e também uma fórmula de reduzir riscos de erros no balanceamento entre absorvedores e HALS na formulação da tinta”, diz o executivo.


    Página 1 de 212

    Compartilhe esta página







      0 Comentários


      Seja o primeiro a comentar!


      Deixe uma resposta

      O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


      ""
      1
      Newsletter

      Receba artigos, notícias e novidades do mercado gratuitamente em seu email.

      Nomeseu nome
      Áreas de Interesseselecione uma ou mais áreas de interesse
      Home - Próximo Destino Orlando
      ­
       Suas informações nunca serão compartilhadas com terceiros
      Previous
      Next