Petróleo & Energia

20 de maio de 2013

Energia – Braskem prepara programa para reduzir consumo

Mais artigos por »
Publicado por: Marcelo Furtado
+(reset)-
Compartilhe esta página
    A

    maior petroquímica brasileira, a Braskem, promete colocar a eficiência energética no centro das atenções da sua política de se tornar uma das líderes mundiais da química sustentável até 2020. Essa pelo menos é a visão do diretor de energia do grupo, André Gohn. “Vamos reunir todas as nossas melhores iniciativas na área e difundi-las por todas as unidades da empresa”, disse.

    Em 2012, foi iniciado o programa de eficiência energética, em fase final de elaboração e que visa reunir todas as medidas até então empregadas pelo grupo para não só se organizar melhor como para facilitar o acesso a recursos financeiros disponíveis para tocar os projetos. As medidas, que em breve serão oficializadas, devem envolver o uso de várias tecnologias, com exceção da cogeração de energia. “Para a Braskem, eficiência energética é gastar menos para fazer o mesmo e não simplesmente conseguir uma fonte de energia mais competitiva”, afirmou Gohn.

    Embora ainda em elaboração, o programa deve se basear em projetos de eficiência energética em curso dentro de duas unidades da empresa. Com know-how próprio e de consultores externos, cerca de 80 pessoas foram estimuladas a contribuir com ideias, encontrando oportunidades de economia de energia de 5% a 10%, todas com retorno de investimento inferior a três anos. Até agora, um quinto das oportunidades foi iniciado.

    Segundo o diretor, as oportunidades vão além da tradicional troca de motores e iluminação e incluem desde ajustes de processo até investimentos em equipamentos para aproveitar calor de vapor no pré-aquecimento de água e na instalação de sensores para ajuste de combustão. Além disso, estão previstos investimentos na purificação de água para melhorar a eficiência de trocadores de calor e a instalação do sistema vfd (variable frequency drive) em motores e bombas de alta potência. “Vamos criar pacotes de projetos de eficiência energética e ir atrás de recursos para torná-los viáveis”, finalizou Gohn.



    Compartilhe esta página







      0 Comentários


      Seja o primeiro a comentar!


      Deixe uma resposta

      O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


      ""
      1
      Newsletter

      Receba artigos, notícias e novidades do mercado gratuitamente em seu email.

      Nomeseu nome
      Áreas de Interesseselecione uma ou mais áreas de interesse
      Home - Próximo Destino Orlando
      ­
       Suas informações nunca serão compartilhadas com terceiros
      Previous
      Next