Notícias

9 de novembro de 2016

ENAIQ 2016: Políticas industriais e cenários da indústria química nacional e mundial serão debatidos por representantes do governo e profissionais do setor no 21º Encontro Anual da Indústria Química – Abiquim

Mais artigos por »
Publicado por: Quimica e Derivados
+(reset)-
Compartilhe esta página

    Química e Derivados,

    Durante o Enaiq 2016 também serão apresentados os dados de desempenho da indústria química brasileira

    O 21º Encontro Anual da Indústria Química (Enaiq) reunirá representantes do governo e profissionais da indústria química para debater as políticas públicas que podem ser implantadas no País. O evento será realizado no dia 2 de dezembro, no WTC Events Center, em São Paulo.

    Nesta edição, o Enaiq terá uma programação mais ampla, com apresentações e debates que serão realizadas no período da manhã e de tarde. Além da sessão de abertura, que contará com a participação do Presidente da República, Michel Temer, o Enaiq 2016 contará com apresentações que abordarão o “Cenário da Indústria Química no Mundo e o Comércio Internacional” e “A Indústria Química que Queremos Ter”. A programação estendida visa proporcionar o debate entre representantes do governo e os dirigentes das empresas sobre temas importantes para a definição de uma política industrial brasileira.

    Além do presidente Michel Temer, a abertura do Encontro Anual da Indústria Química será realizada pelo presidente do Conselho Diretor da Abiquim, Marcos De Marchi, e tem confirmada a participação do deputado federal e vice-presidente da Frente Parlamentar da Química no Congresso Nacional, Antonio Imbassahy (PSDB-BA), que abordará o papel do Poder Legislativo na promoção de políticas públicas que contribuam para maior competitividade da indústria brasileira.

    A sessão “Cenário da Indústria Química no Mundo e o Comércio Internacional” reunirá o ministro de Relações Exteriores, José Serra, e o presidente mundial da Basf, Kurt Bock, com representantes do governo dos Estados Unidos e da Índia. “Teremos uma visão da política industrial de três regiões distintas: América do Norte, Ásia e Europa, poderemos ver um debate que apresentará as ações desenvolvidas nessas regiões para o desenvolvimento da indústria química e o que pode ser aplicado à realidade brasileira”, explica a diretora de Relações Institucionais e Sustentabilidade da Abiquim, Marina Mattar.

    Na sessão “A Indústria Química que Queremos Ter”, já estão confirmadas as participações do presidente da Petrobras, Pedro Parente, e do presidente da Braskem, Fernando Musa, que discutirão políticas para o desenvolvimento da indústria química nacional. “Queremos promover um debate focado nas melhores políticas para o uso da matéria-prima, quais obras de infraestrutura e logística poderiam ser implementadas no País”, completa Marina Mattar.

    O ministro da Indústria, Comércio Exterior e Serviços, Marcos Pereira, fará o discurso de encerramento do Enaiq e abordará o papel do ministério no desenvolvimento de políticas públicas que contribuam para a competitividade da indústria.

    Durante o evento, também serão apresentados os dados referentes ao faturamento, participação no PIB e balança comercial do setor em 2016. Serão divulgados também os números do faturamento da indústria química neste ano por grupos de produtos – químicos de uso industrial; produtos farmacêuticos, fertilizantes; higiene pessoal, perfumaria e cosméticos; defensivos agrícolas; sabões e detergentes; tintas, esmaltes e vernizes; fibras artificiais e sintéticas; outros.

    Premiações – A programação do Enaiq 2016 também contemplará uma homenagem e entrega de medalhas aos alunos vencedores das Olimpíadas de Química. Elas são realizadas anualmente em 75 países e a Abiquim apoia o Programa Brasileiro de Olimpíadas de Química, que tem o objetivo de disseminar o interesse pela química, divulgar sua importância, premiar jovens talentos e promover a excelência na educação.

    A 15ª edição do Prêmio Kurt Politzer de Tecnologia premiará os projetos que demonstram a inventividade e a criatividade de empresas e pesquisadores, nas categorias: Empresas Nascentes de Base Tecnológica (Startups), em que são inscritos projetos nacionais desenvolvidos por companhias em estruturação empresarial, sem posição definida no mercado, inseridas ou não em incubadoras, que busquem oportunidades em nichos de mercado com produtos ou serviços inovadores e de alto valor agregado; Empresa, que premia as organizações que tenham desenvolvido no Brasil projetos e cases de inovação tecnológica na área química, que levem à modernização e ao aumento da competitividade do parque industrial brasileiro; e Pesquisador, que premia os profissionais que tenham desenvolvido projetos na área química com potencial de aplicação industrial.

    O prêmio foi criado em 2001 e já reconheceu cerca de 30 empresas e 20 pesquisadores. Antes conhecido como Prêmio Abiquim de Tecnologia, em 2011 recebeu o nome de Kurt Politzer, em homenagem ao pesquisador e professor que trabalhou em prol do desenvolvimento da ciência e da tecnologia no setor químico.

    O 21º Encontro Anual da Indústria Química (Enaiq) tem patrocínio de Basf, Braskem, Clariant, Deten, Elekeiroz, Lanxess, Nitro Química, Oxiteno, QGN, Rhodia Solvay, Solvay Indupa, Sura Seguros, Ultracargo, Unigel, Unipar Carbocloro, Videolar-Innova e White Martins. A programação atualizada do ENAIQ 2016 e o formulário para participar do evento estão disponíveis no site: www.enaiq.org.br.

    SERVIÇO:

    21º ENCONTRO ANUAL DA INDÚSTRIA QUÍMICA – ENAIQ 2016
    Data: 2 de dezembro de 2016
    Horário: das 8h30 às 16h
    Local: WTC Events Center | Avenida das Nações Unidas, 12.551 – São Paulo (SP), 04578-903
    Inscrições: www.enaiq.org.br 



    Compartilhe esta página







      0 Comentários


      Seja o primeiro a comentar!


      Deixe uma resposta

      O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *