Química

15 de abril de 2012

Empresas – Rhodia coloca solventes e fenol sob nova direção

Mais artigos por »
Publicado por: Marcelo Fairbanks
+(reset)-
Compartilhe esta página
    A

    unidade global de negócios Coatis, da Rhodia (grupo Solvay), definiu em março seus novos diretores para as divisões de solventes e de fenol e coprodutos, que serão, respectivamente, Antonio Leite e Viler Janeiro. Leite gerenciava a área de fenol e agora comandará a dinâmica divisão de solventes. Janeiro respondia pelos negócios da cadeia de fenol da companhia na Europa. Antes disso, os cargos eram acumulados por Alexandre Castanho, que deixou a Rhodia. A mudança não afetará a estratégia de longo prazo da Coatis, sediada no Brasil.

    “Montamos equipes próprias nos Estados Unidos, Europa e Ásia, onde antes atuávamos por meio de traders e distribuidores locais”, comentou Janeiro. A companhia está selecionando um substituto para ele, na Europa. A meta é aumentar as vendas diretas aos clientes europeus até alcançar 50% dos negócios, ficando a metade restante para os distribuidores.

    No Brasil, a distribuição responde pela venda de quase 20% dos solventes da Rhodia – a área de fenol só vende diretamente aos clientes. “Estamos satisfeitos com nossa rede de distribuição no Brasil, não prevemos mudanças por enquanto”, afirmou Leite.

    A produção de fenol da Rhodia no país aumentou em 2012 de 220 mil para 250 mil t/ano, no site de Paulínia-SP. “A maior parte dessa produção é consumida pela produção de poliamida, outras partes importantes são absorvidas na cadeia do bisfenol e do ácido salicílico, todas da própria companhia”, explicou Janeiro. Há outros dois grandes segmentos consumidores de fenol no mundo: policarbonato e epóxi, porém ambos estão com produção local deprimida, sendo o mercado abastecido com importação de produtos acabados.

    Existe um consumo interessante, e mais pulverizado, na produção de resinas fenólicas para diversos fins. “Nossos clientes que fazem resinas para madeira estão com algumas dificuldades porque eles exportavam muito para a Europa, agora em crise”, comentou Janeiro. As resinas destinadas à área de fundição vivem melhor momento, aproveitando a expansão da indústria automobilística no país, especialmente no ramo de veículos pesados. “Também temos solventes específicos para fundição”, adicionou Leite.

    Química e Derivados, Antonio Leite e Viler Janeiro, Rhodia

    Leite (esq.) e Janeiro: estratégia global será mantida

    A divisão de solventes da Coatis tem um cenário mais atraente de negócios, com boas possibilidades de expansão. “Somos muito competitivos no acetato de etila, conseguimos vender bem na Europa”, comentou Leite. A companhia investe agora em uma joint venture na Arábia Saudita para produzir solventes oxigenados sintéticos usando gás natural como matéria-prima para suprir a demanda europeia. “Também vendemos bem no Brasil e no exterior nossa linha de cetônicos e outros itens”, disse.

    Um ponto forte e inovador em solventes está na linha Augeo, que usa álcool etílico de fonte renovável em sua composição (a outra parte vem da acetona). “Já lançamos dois produtos Augeo e estamos preparando outros”, comentou Leite, comemorando o bom desempenho desses itens nos Estados Unidos e a possibilidade de crescer na Europa e na Ásia.

    A linha Augeo é fabricada na unidade de Santo André-SP, com capacidade para 50 mil t/ano (multipropósito). Está em fase de projeto uma fábrica a ser instalada em Paulínia-SP, mas ainda se discute a escala de produção. “Talvez seja mais interessante ter plantas menores nos vários continentes”, ponderou.



    Compartilhe esta página







      0 Comentários


      Seja o primeiro a comentar!


      Deixe uma resposta

      O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


      ""
      1
      Newsletter

      Receba artigos, notícias e novidades do mercado gratuitamente em seu email.

      Nomeseu nome
      Áreas de Interesseselecione uma ou mais áreas de interesse
      Home - Próximo Destino Orlando
      ­
       Suas informações nunca serão compartilhadas com terceiros
      Previous
      Next