Economia

27 de julho de 2003

Empresa: Rohm & Haas faz 50 anos e espera crescer

Mais artigos por »
Publicado por: Hamilton Almeida
+(reset)-
Compartilhe esta página
    N

    o ano em que completa meio século de atividades no Brasil, a Rohm and Haas Química Ltda. espera registrar um faturamento da ordem de US$ 50 milhões, o que praticamente significa manter o volume de negócios realizados no exercício anterior. Como a empresa abandonou certos segmentos não rentáveis, o resultado final sinalizará um drible nos efeitos recessivos da economia.

    Química e Derivados: Empresa: Paiva comemora faturamento igual ao de 2002.

    Paiva comemora faturamento igual ao de 2002.

    As perspectivas para 2004 são ainda melhores. “A expectativa é crescer 10%, em função da recuperação da economia brasileira, que deverá acontecer a partir da redução das taxas de juros (possivelmente chegará a 20% na virada do ano) e flexibilização do Banco Central com respeito à política de créditos, além da reforma tributária”, afirma Fernando Paiva, presidente da Rohm and Haas no Brasil.

    O executivo calcula que a reforma tributária aliviará a carga fiscal e colocará um ponto final na concorrência desleal exercida no mercado informal. Dentro da área de atuação da empresa, Paiva projeta para o setor de adesivos a maior taxa de expansão, ao ritmo do crescimento futuro do segmento de embalagens. É justamente em adesivos que a Rohm and Haas é a número dois na América Latina.

    As possibilidades de crescimento estão também alicerçadas nos trabalhos de “desenvolvimento de novos mercados e novas geografias”, como costuma dizer Paiva ao se referir às regiões Norte e Nordeste do Brasil, que estão se incorporando à clientela da empresa. No segmento de coatings – polímeros acrílicos, por exemplo, o mercado é considerado plenamente favorável.

    Com relação às exportações, que hoje representam 10% das receitas obtidas no País, e estão concentradas nos países do Mercosul, Chile e Pacto Andino, a tendência é de crescimento, se a taxa de câmbio ficar em torno de R$ 3,00 por um dólar. “Esses mercados externos estão melhores que o brasileiro; apesar da grave crise de 2002, a unidade da Argentina opera a plena capacidade (poderia haver trabalho até para um turno mais) e aquele mercado está favorável para o nosso negócio”, afirma Paiva.

    As exportações das unidades da América Latina estão focadas na própria região, já que a política comercial da Rohm and Haas privilegia, no abastecimento de determinado mercado, a unidade que produzir com menor custo relativo. Nesse contexto, o Brasil importa cerca de US$ 25 milhões/ano em monômeros acrílicos e especialidades químicas, itens não fabricados no País.

    Na avaliação de Paiva, a China não representa uma ameaça para a expansão dos negócios da empresa na América Latina. A razão é simples: nesse segmento de mercado, a logística e a assistência técnica são pontos fundamentais no momento da decisão de compra. “Além dos produtos, nos esmeramos em oferecer uma gama de serviços ao cliente”, diz.

    Iniciado em outubro de 2001, no Brasil, e em 2002, no México, o comércio eletrônico vai “muito bem”, nas palavras de Paiva. Para acompanhar as novas necessidades da clientela, a empresa mudou a plataforma em março deste ano e o crescimento dos negócios está acontecendo em ritmo acelerado. O faturamento por esta via deverá ser, este ano, o equivalente a 7% das receitas.

    E espera-se atingir a marca de 20% até o final de 2004. “Essa é uma boa ferramenta para o cliente que, por enquanto, está focada nos compradores tradicionais”, avalia. Através do site www.latinrohmhaas.com , os clientes podem efetuar ordens de compra, fazer consultas, imprimir boletos de pagamento e quitar débitos on line.

    Os investimentos em pesquisa e desenvolvimento de produto são constantes. Segundo Paiva, o grupo, articulado com as necessidades dos clientes, desenvolve a média de 3 a 5 projetos/dia. O objetivo é aplicar 4% do faturamento nessas atividades. O grupo está consolidando investimentos na área de informática. Em 2 de fevereiro de 2004, deverá estar concluída a integração de todas as unidades e processos produtivos: planejamento, financeiro, manutenção, comercial, etc.

    A integração total das unidades irá, de acordo com o executivo, trazer maior eficiência para todas as áreas da organização com economia de custos (maior balanceamento dos inventários e do planejamento). “O stress na organização deverá diminuir”, observa.

    O objetivo central da Rohm and Haas Company é a liderança mundial nos segmentos de emulsões, adesivos, polímeros acrílicos, biocidas e produtos químicos para a indústria eletrônica. Nos últimos cinco anos, o grupo expandiu seus negócios fazendo 40 incorporações, entre compras, alianças e investimentos. Em junho de 1999, a Morton International Inc., dos Estados Unidos, foi adquirida por US$ 4,9 bilhões. Um ano depois, foi a vez da Acima, da Suíça, com forte atuação na área de biocidas. Em outubro de 2001, foi comprado o negócio Megum, da alemã Chemetall. O acordo incluiu os negócios e a subsidiária da empresa no Brasil e suas operações no México.

    Em abril do ano passado, a Rohm and Haas inaugurou a sua moderna fábrica de adesivos e selantes no sítio industrial de Jacareí, interior de São Paulo, com um investimento de US$ 15 milhões. Totalmente informatizada, a unidade conta com equipamentos de última geração. Lá também são produzidas emulsões de polímeros acrílicos, vinílicos, estireno-acrílicos, poliacrilatos e biocidas para produtos químicos de performance. Ainda no ano passado, a empresa incorporou a área de aditivos para plásticos da Kureha Chemical Company, do Japão. Com isso, a receita do negócio de aditivos para plásticos da Rohm and Haas aumentou em, aproximadamente, US$ 70 milhões.


    Página 1 de 212

    Compartilhe esta página







      0 Comentários


      Seja o primeiro a comentar!


      Deixe uma resposta

      O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


      ""
      1
      Newsletter

      Receba artigos, notícias e novidades do mercado gratuitamente em seu email.

      Nomeseu nome
      Áreas de Interesseselecione uma ou mais áreas de interesse
      Home - Próximo Destino Orlando
      ­
       Suas informações nunca serão compartilhadas com terceiros
      Previous
      Next