Cosméticos

6 de outubro de 2014

In-Cosmetics: Tecnologia dos ingredientes cria benefícios para cosméticos

Mais artigos por »
Publicado por: Marcelo Fairbanks
+(reset)-
Compartilhe esta página

    Química e Derivados, In-Cosmetics: Tecnologia dos ingredientes cria benefícios para cosméticos
    A indústria de produtos para higiene, beleza, perfumaria e cosméticos terá, nos dias 9 e 10 de setembro, nas áreas do Golden Hall e Foyer do World Trade Center, em São Paulo, a oportunidade de encontrar mais de 150 fornecedores mundiais de matérias-primas e insumos usados nesses mercados. Além disso, uma extensa programação de palestras ajudará os profissionais do ramo a atualizar seus conhecimentos, tanto em termos de perspectivas de mercado, quanto em inovações.

    A In-Cosmetics é um encontro que se realiza na Europa e na Ásia há mais de 20 anos, reunindo a nata dos especialistas do ramo, sob os cuidados da Reed Exhibitions. Em 2014, o Brasil foi escolhido para sediar a versão latino-americana da feira, pelo fato de responder por 58% do faturamento setorial na região. Além disso, o país é o terceiro maior mercado mundial de higiene e beleza, sendo superado apenas pelos Estados Unidos e pelo Japão. A diferença em relação a este é pequena e existe uma grande possibilidade de ultrapassagem, explicada pelo fato de o mercado japonês já ser considerado maduro, enquanto o brasileiro ainda tem muitas oportunidades a aproveitar, com a expectativa de chegar a US$ 73 bilhões em 2017. O país revela um crescimento vertiginoso de vendas, tendo partido de US$ 36 bilhões em 2011, e registrado US$ 47 no ano passado, segundo a consultoria Euromonitor International.

    A versão local da In-Cosmetics conta com o apoio da Associação Brasileira da Indústria de Higiene Pessoal e Cosméticos (Abihpec), sendo que o braço técnico-científico da entidade – o Itehpec – comandará o workshop que ocupará a atenção dos visitantes das 8h30 às 13h nos dois dias do evento. A exposição e os seminários de inovação (promovidos pelas empresas expositoras) começam às 13h.

    O workshop do Itehpec começará com a apresentação de Marcela Viana, pesquisadora da Euromonitor, sobre as tendências do mercado de produtos premium para beleza e cuidados pessoais na atual condição internacional, pós-recessão nos principais mercados globais. A pesquisadora aprofundará suas análises nas linhas de produtos que apresentam crescimento mais pronunciado, que se apoiam na oferta de emoções e novas experiências sensoriais, proporcionando aos usuários o luxo e a gratificação que procuram. A palestra seguinte, ministrada por Israel Feferman, da Consideal Consultoria, tratará do papel da inovação no futuro da indústria cosmética, como forma de criar diferenciais que possam melhor atender aos anseios dos consumidores, cujo envelhecimento é cada vez mais notável, dado o aumento na expectativa de vida. Em seguida, a nanotecnologia e suas aplicações no ramo cosmético serão abordadas pela pesquisadora da Universidade Federal do Rio Grande do Sul e conselheira do Itehpec Silvia Stanisçuaski Guterres, com ênfase em produtos para a pele e cabelos. Depois dela, será a vez Carlos Eduardo de Oliveira Praes, do grupo Boticário, falar sobre a importância da biotecnologia no setor cosmético, indicando a convergência de interesses entre o setor e a atividade farmacêutica, bem como o maior aproveitamento de fontes naturais renováveis nos produtos do setor. A última apresentação do dia 9 ficará a cargo de Ricardo Neri, diretor da Sensenova, que falará sobre a ciência sensorial e como ela influencia e apoia o desenvolvimento de produtos do setor.

    No dia 10, os trabalhos começam com a apresentação da diretora de inovação & insight, beleza e cuidados pessoais da consultoria Mintel, Vivienne Rudd, apontando quais as tendências, motivações e inovações que devem ser monitoradas para que a indústria possa sempre surpreender seus clientes. Na sequência, o consultor da Abihpec Pedro Amores apresentará a metodologia e os testes de avaliação mais aceitos mundialmente para a elaboração de um dossiê de segurança para produtos destinados a mercados globalizados. Depois dele, o diretor-executivo da Beraca, Daniel Sabará falará sobre o desenvolvimento de ingredientes naturais mediante a formação de uma cadeia de produção sustentável e competitiva. A palestra final caberá a Ricardo de Nóbrega, gerente de comércio exterior da Abihpec, falando sobre as agruras do processos de importação de ingredientes cosméticos no Brasil, indicando caminhos para a liberação mais célere das mercadorias.

    A programação dos seminários de inovação está disponível em: www.in-cosmeticsbrasil.com/pt-br/Educacao. Saliente-se que o workshop do Itehpec tem custo de R$ 1.000,00 para os dois dias, com descontos para sócios da Abihpec e do Itehpec, e exigem inscrição prévia.


    Página 1 de 212

    Compartilhe esta página







      0 Comentários


      Seja o primeiro a comentar!


      Deixe uma resposta

      O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *