Química

15 de fevereiro de 2010

Atualidades: Ambiente – Feira promove tecnologia limpa no Sul

Mais artigos por »
Publicado por: Fernando C. de Castro
+(reset)-
Compartilhe esta página
    F

    ornecedores e clientes de produtos e serviços de controle ambiental têm encontro marcado entre 27 e 30 de abril no Parque de Exposições da Festa Nacional do Vinho (Fenavinho), em Bento Gonçalves-RS, durante a quarta edição da Feira Internacional de Tecnologia para o Meio Ambiente (Fiema) e do congresso promovido paralelamente. O presidente da Fiema, Márcio Chiaramonte, informa tratar-se de um evento diferenciado dos demais realizados no Brasil em termos de debate sobre meio ambiente.

    Química e Derivados, Márcio Chiaramonte, presidente da Feira Internacional de Tecnologia para o Meio Ambiente(Fiema), Atualidades: Ambiente - Feira promove tecnologia limpa no Sul

    Chiaramonte quer transformar o meio ambiente em negócio

    “Aqui no país o panfletário impera. Lá fora é um negócio e queremos fazer com que a Fiema se reafirme como uma feira de meio ambiente com perfil europeu”, assinala. Chiaramonte tem o propósito de criar na serra gaúcha a plataforma de produção tecnológica de uma nova indústria ambientalmente correta a ser irradiada para todo o país. Em sua opinião, “o industrial que não compra esses serviços não o faz por má vontade, mas por desconhecimento”.

    Chiaramonte completa: “Imagine uma planta industrial coletando toda a água da chuva pelo telhado; o arquiteto vai conversar com o engenheiro químico para saber como aquela água deve ser tratada. Iluminação natural, aquecimento da água por energia solar. Precisamos aprender a fazer. Atualmente, as medidas são cosméticas. Uma empresa adota uma praça, mas isso não é economia sustentável. Perde-se dinheiro com ineficiência.”

    O presidente da Fiema explica que, junto com a agropecuária, a indústria consome milhares de produtos, tais como insumos específicos, energia e água, entre outros. Para permitir o acesso às experiências de países desenvolvidos, ocorrerá uma rodada de negócios organizada pela própria estrutura da feira e que irá oferecer produtos e serviços relacionados com as tecnologias de produção mais limpa. Com essa finalidade, instituições de financiamento estarão presentes para esclarecer sobre linhas de crédito aos interessados em adquirir tecnologia de ponta para suas indústrias. Já estão confirmadas 75 rodadas de negócios com missões comerciais da Itália, da Alemanha e do Chile.

    No plano internacional, a Fiema Brasil montou parcerias com as câmaras de comércio da Inglaterra e de Portugal. Os acordos visam à participação de missões, consórcios e expositores desses países na edição de 2010. A organização da feira está em tratativas semelhantes com as câmaras da Argentina.

    Outra atração da Fiema é o Congresso Internacional de Tecnologia para o Meio Ambiente, programação simultânea à feira. A exemplo da primeira edição, o evento reunirá alguns dos maiores especialistas em estudos ambientais, tais como Marcos Von Sperling (UFMG), Naná Medina (Funiber) e Mário Kato (UPE), e internacionais, como Roland Leduc (Universidade de Sherbrooke – Canadá), Enrique Leff (Pnuma) e Giuseppe Quaranta (Universidade de Turim – Itália), além de representantes de entidades e organizações como Instituto VTT (Finlândia), Cetamb (Itália), CPFL Energia e Fundação Bradesco.

    Química e Derivados, Fiema, Atualidades: Ambiente - Feira promove tecnologia limpa no Sul

    A Fiema reunirá 250 expositores e terá congresso internacional

    A Fiema apresentará, também, o protótipo de uma residência sustentável. A obra ficará a cargo de um grupo de arquitetura selecionado por uma apresentação prévia de projetos e que irá divulgar a sua proposta. Instalada no coração da exposição, exibirá conceitos construtivos com o mínimo de impacto ambiental, arquitetura racional e paisagismo ecológico. Em área de aproximadamente 155 m², a estrutura com dois andares incluirá jardim e os ambientes comuns de uma residência: sala de estar, cozinha, dormitórios, lavanderia, banheiros e varanda, sempre levando em conta a aplicação de princípios sustentáveis, como aquecimento solar, separação de resíduos e eficiência energética. O mobiliário e os objetos de decoração também respeitarão esses critérios.

    O jardim chamará a atenção por conta de itens como o lago de biodiversidade, a composteira doméstica e a espiral de ervas e temperos. Na sala de palestra da Casa Sustentável serão realizados cursos voltados para a comunidade, principalmente donas de casa e domésticas, sobre a destinação correta dos resíduos produzidos em uma residência e, principalmente, estimular atitudes diárias em favor do consumo consciente.

    A meta inicial da Fiema Brasil 2010 é reunir mais de 250 expositores, representantes de mais de dez países e um público superior a 30 mil visitantes – entre feira e programação paralela. O Parque de Exposições da Fenavinho, também conhecido como Fundaparque, constitui-se num dos complexos para a realização de feiras com melhor infraestrutura da América Latina. Bento Gonçalves, município com mais de 118 mil habitantes, aparece entre as dez maiores economias do Rio Grande do Sul com um PIB calculado em R$ 2,3 bilhões.


    Página 1 de 212

    Compartilhe esta página







      0 Comentários


      Seja o primeiro a comentar!


      Deixe uma resposta

      O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


      ""
      1
      Newsletter

      Receba artigos, notícias e novidades do mercado gratuitamente em seu email.

      Nomeseu nome
      Áreas de Interesseselecione uma ou mais áreas de interesse
      Home - Próximo Destino Orlando
      ­
       Suas informações nunca serão compartilhadas com terceiros
      Previous
      Next